Morada interna






Pois não é
Que ando a comer palavras.
Como e as enfeito
Dentro deste corpo.
Construo tanto
Que o tanto
Chega a ser infinito.
Mas no meio
Desta história
Tem uma pena
Porque toda a construção
Cismou  de só morar
aqui dentro do peito
Um caso sério

Não!?

Por Vanessa Vieira
Imagem: Tumblr

MÃE




Mãe,
nome único e precioso
Aquele belo 

Aquele que não há palavras
para descrever!

Mãe, 
Presença de sempre
Presença que dá vida
Porque gera vida!

Feliz dia da vida!
Feliz dia das mães!


Poema de Vanessa Vieira 

Dedicado Especialmente para Vilma Vieira
E também para todas as mamães que conheço!

Poema Beijo



Tocada fui
por um poema aberto
Que um beijo me deu.
E entre tantas fantasias
Um poema beijo fiz eu!

Vanessa Vieira
Imagem: Google


Vai e vem





Brinca o poema
 na esquina
Quina do tempo
Trinca a trinca

e.. Eu...

Ajeito a trinca
Que  encontra
 o verso
Que brinca
(no) tempo!


Por Vanessa Vieira

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas