Conversa franca

Georges Braque
I


Não há mais alternativa,
Vou ter que copiar...
ou melhor,
parafrasear...
Sei lá...
Dizer com outras 
palavras pronto.


Estou falando de uns versos 
com os quais Elisa Lucinda 
Me vestiu.
Impossível, neste momento
Não me remeter à ela.
Seus versos estão comigo
Não saem daqui.


E o poeta,
Embora os professores 
de Literatura digam que não,
Escrevem aquilo que setem.
É nisso que acredito.
Ponto, virgula, parágrafo...


E por acreditar e sentir
vou dizer também, 
Junto com Elisa.


II


- Convoco pois, 
todos os meus pensamentos 
Ao sono.
É hora de dormir rapazeada!
Vamos!!!


...
    ...
      ...


- Não deu!


Bom, Vamos lá.
Meus queridos e amados, 
isso é verdade sim,
Meus queridos 
e amados pensamentos
Sou apaixonada pela criatividade
e grandiosidade que vocês exercem 
sobre minha vida...
Mas sinto lhes informar
que preciso descansar...
Não...
Não fiquem com essas caras!
Sei que vocês vivem da criatividade
e admiro isso, repito,
Mas eu, humana que sou,
Vivo com vocês e com o descanso...


O que seria de vocês
se não fosse a minha existência
sim, porque vocês são meus pensamentos...
Se eu não descanso,
Não me sustento.
Não me sustentando...
Adeus pensamentos de Vanes!


Faltam somente vocês...
A convocação dos outros poetas 
Funcionou, eles dormiram
e os poetas continuam 
aumentando cada vez mais 
suas criatividades...
Isso é fruto do descanso
mesmo que seja 
um pequeno descanso.
Mas é.


...
  ...


Tudo bem,
Você não querem dormir,
Mas eu preciso e quero.
Então, faremos assim:
Eu durmo e vocês trabalham 
Em meus sonhos.
Que tal?
Faz tempo que não sei 
o que é sonhar...
-Vocês não deixam-
Não tenho sonhos
Nem pesadelos, 
emoções então...


Essa será então nossa solução.
Eu descanso, vocês trabalham...
Minha poesia se renova,
transforma-se em palavras
e talvez, quem sabe,
chegue aos olhos de outras pessoas
que lerão e reformulação, repensarão... Enfim
como agora faço com os versos da Lucinda...


Venham,
Me deem sonhos lindos,
prazerosos, ou não,
mas me deixem sonhar...


Sim, isso
Venham, não tenham medo. 
Já arrumei o quarto
e a cama, pode ir entrando.


Aproveito este momento
para agradecer 
à Lucinda que abriu 
Estes olhos
que precisavam ser fechados.
para que assim,
O poeta pudesse desfrutar
de seu merecido descanso.




Ps.: Resultado destes versos.... Uma noite em claro




Haja poesia... E pensamentos!!!



Comentários
0 Comentários

0 Comentários:

Postar um comentário

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas