Resenha: A Fronteira Espelhada - Sheila Lima Wing

Título: A Fronteira Espelhada
Autoria: Sheila Lima Wing
Editora: Amazon
Gênero: Contos, Fantasia
Ano: 2016
Páginas: 16
ISBN:  B01MYY1KEG
A Fronteira Espelhada nos mostra um mundo fantástico onde uma garota é capaz de interagir com curiosos seres mágicos, mas qual será o segredo destas Terras encantadas? Recomendado para todos aqueles que gostam de dar asas à sua imaginação!

Lumi é uma garota de cabelos rosa que vive em seu mundo chamado Terras Secretas um lugar onde tudo era mágico com criaturas mágicas: fadas, sereias, unicórnios... Seu melhor amigo o unicórnio Hausto está um pouco apreensivo, pois sabia que sua melhor amiga gostaria de atravessar a fronteira espelhada. Um lugar onde tudo era macabro pois era ali que se dividia o mundo dos sonhos onde tudo era perfeito e bom para a realidade que na maioria das vezes é nua e crua.   


 " No fim da clareira eles puderam contemplar a si mesmos refletidos num trecho de espelho ladeado pela mata, que se estendia para cima até o infinito."   

Não sou muito acostumada a ler livros com fantasia, mas em poucas páginas a autora conseguiu com que eu criasse na minha cabeça todo o mundo de Fronteira Espelhada o que para mim é um dos pontos mais importantes em qualquer livro, mas principalmente os de fantasias.  

A Sheila conseguiu criar duas personalidades para a Lumi e eu achei isso incrível! O que falar sobre o Hausto? Sou apaixonada por unicórnios e já queria que ele fosse meu melhor amigo também. 

Fiquei envolvida com todos os personagens e a magia, todos com uma narrativa fluida e confortável contadas sob o ponto de vista da Lumi.

Abraço!

Momento Pipoca: Drácula- A história nunca antes contada

E aí pensadores! Tudo bem com vocês? Hoje vim indicar mais um filme que vi na Netflix.
Então peguem sua pipoca e venham conferir minha avaliação.






Os habitantes da Transilvânia sempre foram inimigos dos turcos, com quem tiveram batalhas épicas. Para evitar que sua população fosse massacrada, o rei local aceitou entregar aos turcos centenas de crianças. Entre elas estava seu próprio filho, Vlad Tepes (Luke Evans), que aprendeu com os turcos a arte de guerrear. Logo Vlad ganhou fama pela ferocidade nas batalhas e também por empalar os derrotados. De volta à Transilvânia, onde é nomeado príncipe, ele governa em paz por 10 anos. Só que o rei Mehmed (Dominic Cooper) mais uma vez exige que 100 crianças sejam entregues aos turcos. Vlad se recusa e, com isso, inicia uma nova guerra. Para vencê-la, ele recorre a um ser das trevas (Charles Dance) que vive pela região. Após beber o sangue dele, Vlad se torna um vampiro e ganha poderes sobrehumanos.

Tudo começa quando o príncipe Vlad e seu exército acham um capacete de um soldado inimigo em um rio, resolvendo assim investigar o que aconteceu. Mas aquela pista os levou para uma caverna abandonada/escura. Nesta caverna eles se deparam com um ser desconhecido que os afronta fazendo assim todos fugir.

Ao retornar para sua província se reúne com seu povo para comemorar os anos de vitórias que eles tiveram. Mas a felicidade durou pouco, pois o general de Mehmed interrompe a festa dizendo que queriam mil (1000) garotos para ser treinado para batalhar. Até aí foi tudo bem! O pior foi quando o general falou que Mehmed também queria o filho de Vlad.

A partir deste ponto a história começou a desenrolar e eu não vou contar mais nada. O que posso falar é que sacrifícios acontecem e não tem quem para uma pessoa apavorada.


O filme inteiro é um suspense e tanto. Não sei o que falar, pois foi tanta adrenalina que eu não desgrudei os olhos da tela um só segundo e quando a história tinha tudo para ter um fim, tive outra surpresa.

Se você pensa que é uma readaptação do que conhecemos de Drácula está muito enganado. A narrativa é na visão do filho dele e só de escutar a voz do garota dá um frio na espinha.


A história que conhecemos do Drácula (em inglês: Dracula) é um romance de ficção gótica lançado em 1897, escrito pelo autor irlandês Bram Stoker, tendo como protagonista o vampiro Conde Drácula. Tornou-se a mais famosa história de vampiros da literatura. O aclamado autor de literatura de terror Stephen King considerou Drácula um dos três grandes clássicos do gênero, sendo os outros dois Frankenstein e Strange Case of Dr Jekyll and Mr Hyde. A obra está em domínio público e pode ser obtida gratuitamente online, na sua íntegra, em língua inglesa. [Leia mais]

Voltando pro filme: os personagens são muito bem desenvolvidos e não tem pessoa que não fique fascinado com tudo que passa. Sem sombra de dúvidas mega recomendo para todos não deixem de conferir e me dizer o que achou.



Então é isso pessoal! Espero que tenham gostado dessa indicação, caso quiser me sugerir algum filme é só preencher esse formulário abaixo que irei conferir e trazer aqui sua sugestão.


No mais é isso, muito obrigado pela sua atenção e até a próxima. Tchaau

Café Poético - Ruan Veríssimo


Olá Pensadores!

Vamos falar de poesia!? Sim, eu sei que hoje não é sábado, mas como estivemos um tempo de pausa hoje resolvi antecipar este momento tão especial aqui no blog.

E a poesia de hoje foi escrita pelo Ruan Veríssimo, um jovem que conhecemos há pouco por meio da Luciana, colunista aqui do blog.  Fiquei super feliz com o contato e, de longe,  agradecida por ele aceitar mostrar seu trabalho aqui em nosso cantinho!

Vamos de verso?




O Pesar da Areia

Um castelo de areia
tentei montar pra te impedir
de entrar em mim

Um monte de mim
coloquei ao fogo
você juntou o mar
me apagou de seu coração

Cada grão de areia caído
há chacina dentro de mim
mas, eu só vejo a parte agradável.

Como é me ver do mar?
Em que barco vai chegar?
Tantas memórias ruins,
tantos dias como esse

Quando criança eu comia areia
engolia, engordava
virar um saco de pancada
ou um castelo de areia

Tenho fé na angústia
mas vivo pulando as ondas.
Já não sou rei do castelo
mas, ainda te espero.

Ainda junto às memórias
enquanto perco o sentido.
E a sereia com gentileza
rouba meu sangue

O que sobra depois que se afoga?
Que horas volta? Preciso de ti
Que areia vai te impedir de tentar?
                                                                                       




Sobre o autor:

Ruan Veríssimo, 15 anos, cursando o 1 ° do ensino médio.  Apaixonado pela realidade que existe entre o papel e a caneta, escreve frases sobre amor e suas decepções desde os 12 anos, além de ser amante da literatura brasileira e suas poesias. 



E você, quer ver seu poema aqui em nosso blog? Envie um E-mail para nós com o assunto 'Café Poético' Assim que recebermos enviaremos as informações necessárias. 

Até breve! 

Resenha: Antologia - Mulheres fatais - Organização Rô Mierling


Título: Mulheres fatais
Organização: Rô Mierling
Editora: Illuminare
Ano: 2017
Número de páginas: 64


Sinopse: Mulheres policiais, detetives, sociopatas, psicopatas, envolventes, sedutoras e mortais. Quem nunca ouviu falar dessas mulheres? Vamos contar histórias de mulheres que são ou foram fatais.

A Antologia Mulheres fatais publicado pela editora Illuminare e organizada por Rô Mierling. A coleção é fruto de um concurso de seletiva de contos, realizado pela editora no mês de fevereiro.

Contos! Não me canso de dizer o quanto sinto um prazer inenarrável de os ler. Por  também os fazer, obviamente que não tão exuberantes como os desta obra, é como se houvesse uma conexão com os autores, com a escrita, com os fatos. E, sem dúvida, a antologia a qual resenho é um composto muito bem selecionado de contos arrepiantes e de tirar o fôlego.

Ah! As mulheres! Desde os primórdios marcando a história do mundo, lutando e conquistando seu espaço.  Fatais, em todas as formas, de todos os jeitos (sejam eles bons ou cruéis). E através das palavras de cada um desses contos, encontramos as várias formas fatais que uma mulher pode se apresentar, tantas vezes cruéis e sádicas.

"Deve-se temer mais o amor de uma mulher do que o ódio de um homem. (sócrates)"

Juro a vocês, leitores, que mesmo com o título evidenciando sobre o que se trataria, o conhecimento quanto a temática, eu jamais esperaria que fossem tão arrepiantes. Os respectivos autores tomaram mínimos cuidados de expor, descrever, explicitar a crueldade, nos contos de tais caráter. Conseguiram deixar o mais evidente possível os acontecimentos, sórdidos e patológicos, de forma a alimentar a imaginação e dar até um breve terror em meio à leitura.

Há um ponto interessante a ressaltar. É fato e consequência que ficamos tensos com leituras do gênero. Mas, houve uma breve interrupção do "peso da leitura" quando, em um conto intitulado "Roubos", onde há já a expectativa do leitor de que vá ser como os outros e de repente, se é surpreendido. 

Não querendo dar spoiler sobre o conto, mas o roubo é, efetivamente, fofo e refere-se ao coração de um alguém, pelo amor ao filho. Assimilei essa parte como uma pausa posta inteligentemente na composição da obra, que dá uma "quebra" de clima e tensão que vinha presente, e traz aquele fator surpresa na leitura. 

"Estava no último período da faculdade de gastronomia. O resultado da autópsia, emoldurado num belo quadro da sala de estar, aponta a causa da morte como desconhecida."

Tenho que conciliar a um aspecto pessoal, que coincidentemente acabou adentrando à temática do conto. No Curso Direito em uma das aulas abordamos quanto aos aspectos patológicos frutos dos sentimentos que levam ao cometimento de atrocidades. E eu, ao ler o livro, não conseguia tirar essa ideia da cabeça. O real ali presente de personagens modalizados por sentimentos irreais, mas que em seus respectivos momentos, enquanto dominados pelo phatos, veem seus atos como verdades, como certos. Tira-se isso quando em um dos contos, a motivação é única e exclusivamente cometer o assassinato pelo fato de uma personagem achar que os outros fofocavam demais.

"Chegando em casa, juntou a língua com as outras da coleção...
- Agora são menos seis fofoqueiros na cidade..."

É, por fim, extremamente interessante que na maioria dos contos há o fator do inesperado quanto a narrativa começar naquele aspecto de estar tudo bem e tomar o caminho para os fatos bárbaros e fatais em seus meios e no fim, dando aquele choque de acontecimentos a quem está lendo.

Se você, assim como eu, gosta do gênero, não tenho a menor dúvida em indicar essa antologia. Tenho certeza de que você também irá se apaixonar.

Beijos

Sumimos e voltamos! Por quê?

Olá pensadores! Tudo bem?

Blog Literário Pensamentos Valem Ouro


Acho que vocês devem ter notado nosso pequeno apagão aqui no blog. Aproveito logo a oportunidade para pedir desculpas e também para dizer que foi por um bom motivo. 

No início deste ano tive uma surpresa bem bombástica que veio para mudar totalmente a minha vida. Mas calma. Podem ficar tranquilos que embora bombástica e cheia de mudanças foi uma surpresa 'muuuito' especial! 

💖💖💕
VOU SER MAMÃE!!!!!
💖💖💕

Isso mesmo, meus queridos. Está chegando um leitor mirim aqui no Pensamentos e eu tive que me ausentar até os enjoos passarem e as coisas voltarem aos seus lugares. 

Mas agora, menos enjoada e com mais energia já estou conseguindo seguir as leituras e organizar o cronograma dos meus queridos colunistas que também ficaram órfãos por um tempo! srsr

Bem queridos! 
Por hoje é esse meu recado, mas a partir de segunda feira já teremos resenhas, dicas e muita conversa por aqui! 

Um beijo e um abraço!

Resenha: Sentimento Solúvel - Southward River

Oi gente! Quando fui escolher minha leitura da vez aqui pro blog não busquei nada sobre a obra, fui pela sinopse e só. Dessa maneira não criei expectativas e hoje trago a resenha de "Sentimento Solúvel" para vocês. Olha só:

Título: Sentimento Solúvel -
Autora: Southward River
Ano: 2016
Páginas: 223
Idioma: português 
Editora: Percurso
ISBN: B015UHFD4A

Nos tempos atuais, em um castelo isolado nos Alpes Franceses, se esconde um incubus. Seu nome é Alexsander Mordoren, e ele é mais antigo que as pedras que constroem o castelo onde habita. Alimentando-se de jovens virgens por todos os séculos de vida até ali, não via problemas em sua maneira silenciosa de obter energia vital. E então, depois da morte de mais uma vítima, Alexsander recebe seu novo alimento.  Awa Blame é uma garota de seis anos que, como todas as outras antes dela, deve ser criada até os quatorze para então, servir de comida ao Mestre. Mas os anos ao lado da valente e curiosa Awa, tornam o incubus um homem cheio de ponderações e Alexsander descobre da pior forma que nunca se deve deixar a bondade entrar em um coração onde só a maldade dança.

Para começar, com esse nome, qualquer um imagina que trata-se de uma obra da literatura estrangeira. Engana-se, porém, já que a autora é brasileira e adotou esse pseudônimo justamente por acreditar que há um preconceito com autores nacionais. Pois bem, conhecemos Awa ainda criança, com 6 anos ela é sequestrada na Austrália e vai parar nos Alpes Franceses a mando de Alexsander Mordoren. Desde pequena, a curiosa menina já desperta algo em Alex. Ela deve viver no castelo até os 14 anos, quando, ao tirar sua virgindade ele tira também parte de sua vida. Eu demorei para entender o que de fato Alexsander era, mesmo gostando do sobrenatural foi a primeira vez que li algo sobre incubus e pude tentar entender um pouquinho.

Awa cresce e se torna uma jovem linda, e o sentimento (solúvel?) entre os dois cresce cada vez mais. Prova disso, é que o cara, que se denominava um "monstro" passa a ficar confuso cada vez que se aproxima da menina. Aqui temos uma questão super pertinente de ser tratada: a síndrome de Estolcomo. Para quem não sabe, é o nome normalmente dado a um estado psicológico particular em que uma pessoa, submetida a um tempo prolongado de intimidação, passa a ter simpatia e até mesmo sentimento de amor ou amizade perante o seu agressor. Awa se sente bem ao lado de Alex, a relação dos dois realmente é construída. Eu posso dizer que não acredito que a menina tenha sofrido da síndrome. Primeiro, porque tão nova, ela não sabia o porquê estava ali, sabia que ele não era de sua família, mas não que havia sido sequestrada. Logo, não há esse estado psicológico na cabeça dela "de sequestro". Alex leva até o último dia e último minuto para "sugar" a vida de Alex e é ai que temos uma reviravolta, a menina forte e decidida tenta virar o jogo e temo outro panorama da história.

Resultado de imagem para sentimento solúvel



Não quero entregar muito, mas apesar de bem parado (a história praticamente inteira se passa dentro do castelo), me vi torcendo pelo casal, pela redenção de Alex e pela liberdade de Awa. É uma leitura que provoca muitos sentimentos, o principal é essa questão do amor proibido. Não bastasse ter sido sequestrada, se o cara fizer amor com ela, a mata e ela por sua vez quer, porque o ama e não o quer ver morrer. Conflito! A leitura é fluída e a autora nos dá muitas descrições. Algumas coisas vão acontecendo para movimentar a trama, como a chegada de um amigo incubus de Alexsander ao castelo, mas o final realmente surpreende, até porque não sabemos bem até onde vai o "poder" de Alex. Fiquei sabendo que há uma continuação e eu sinceramente, leria. "Sentimento Solúvel" não é meu gênero favorito, mas prende e ao final dá uma certa curiosidade em saber como as coisas se resolvem. 


É isso, espero que tenham gostado, até a próxima!


Beijos 

Primeiras Impressões: Noite Sombria - Daniele Oliveira




Laura Cruz acabou de perder o emprego e o sonho de independência parece longe mais uma vez. Com a autoestima abalada, ela decide fazer uma tatuagem e sair para curtir uma noite com sua melhor amiga a fim de espairecer e pensar melhor em quais serão os seus próximos passos. O que não imaginava é que essas duas simples decisões poderiam mudar toda a sua vida. Um encontro inusitado a leva a descobrir que sua tatuagem não é um simples desenho, como ela acreditava, e sim o símbolo de uma raça antiga e extremamente poderosa. Marcada pela magia dos Vantaecs, Laura vê o mundo mudar diante de seus olhos e acaba ingressando numa aventura sobrenatural inimaginável. Sem saber exatamente qual o seu papel diante da sociedade da magia, ela se depara com uma série de assassinatos ritualísticos envolvendo disputa por poder, traições e muitos perigos. Não podendo confiar em ninguém e com a difícil responsabilidade de ser a última Vantaec, Laura terá que lutar com todas as suas forças para deter o mal. Ela descobrirá, em uma noite sombria, o quão poderosa pode ser.


Hoje estou aqui pra falar das minhas Primeiras Impressões sobre o livro Noite Sombria, da autora parceira Daniele Oliveira. Li os três primeiros capítulos, que estão disponíveis no Wattpad.

Uma palavra pra descrever: caracaaaaaa  (mereceu até vários as) rsrs Tá, Vamos lá. O livro começa contando a história de Laura, que é chamada pelos amigos de Lac (não perguntem, pois nem mesmo ela sabe responder).

Laura tem um pesadelo em que ouve sempre a mesma voz sombria a chamando... Ela está passando por um período meio negro da sua vida... Acaba de perder o emprego, mora com os pais, não tem namorado. Em um momento de loucura, ela resolve fazer uma tatuagem... E é a partir daí, que seu mundo começa a virar de cabeça pra baixo.

Eu me perguntei o que diacho leva uma criatura a gastar um dinheiro da rescisão, fazendo uma tatuagem, quando está desempregada? Mas ok, faz todo sentido na história e cada um com suas loucuras...

Ana, sua melhor amiga, resolve que elas têm que sair pra se distrair numa noitada e  nessa noitada  Lac conhece Alan. E, Uau! Que homem é esse gente!

Não sei se dá pra falar muito, sem dar spoiler, mas o que importa é que coisas estranhas passam a acontecer na vida de Laura. Coloque na conta: feiticeiros, duendes, fadas, fantasmas, mistério...

Eu como amante de histórias sobrenaturais, fiquei encantada. Adoro esse mundo e todos esses seres. Cada descoberta de Laura é também nossa e a gente vai só ficando tipo: hã? Não acredito! Como assim?

Eu não vejo a hora de continuar a leitura e saber o que mais acontece na vida de Lauren e como será sua relação com Alan. Mega curiosa aqui!

Amei Ana e Rafe. Melhores amigos incríveis, capaz de abrirem mão até de suas crenças para ajudar a amiga! Fofos!

A escrita da Daniele é bem rápida. Vários acontecimentos vão surgindo, mas é leve e super rápida de ser lida. Eu adorei e recomendo!

Marcelle Nader
  Até breve!!

Momento Pipoca: A Grande Muralha

E aí pessoal pensadores "posso chamar vocês assim?"! Tudo bem com vocês?
Hoje irei indicar mais um filme, cuja, assisti dia cinco (5) de março no cinema. Ele se chama A Grande Muralha.






No século XV, William (Matt Damon) e Tovar (Pedro Pascal) são dois mercenários em busca de “pó negro” (pólvora). Depois de escaparem do ataque de uma criatura misteriosa, eles se encontram, acidentalmente, aos pés da Grande Muralha. Lá, eles acabam aprisionados pelos guerreiros chineses, que estão na iminência de sofrerem um ataque. Reza a lenda que, a cada 60 anos, uma horda de monstros tenta transpassar a barreira, para se alimentar dos humanos que vivem do outro lado.

Já estava pensando em assistir alguma novidade na telona do cinema, mas me surgiu o filme exato. Até que minha irmã me indicou esse e fui comprar meu ingresso.


Nele vemos dois viajantes fugindo de um exercito chines que os perseguia, sem saber o que fazer acabam se rendendo e levados como prisioneiros. Diante da comandante da tropa chinesa são interrogados, descobrindo assim que estão em uma muralha e que mataram o vigília de criaturas misteriosas! Agora cabe a eles decidir se vão em bora ou fiquem para batalhar contra aquilo que "eles mesmos" libertaram.


Antes de continuarmos falando do filme, pesquisei sobre a Muralha da China e no Wikipedia diz o seguinte: também conhecida como A Grande Muralha, é uma estrutura de arquitetura militar construída durante a China Imperial.

A Grande Muralha consiste de diversas muralhas, construídas durante várias dinastias ao longo de aproximadamente dois milênios (começou no ano 220 a.C com término no século XV, durante a Dinastia Ming). Se, no passado, a sua função foi essencialmente defensiva, no presente constitui um símbolo da China e uma procurada atração turística. As suas diferentes partes distribuem-se entre: o Mar Amarelo (litoral Nordeste da China), o deserto de Gobi e, a Mongólia (a Noroeste).


Caso quiser conhecer um pouco mais desse monumento é só acessar esse LINK e desfrutar um pouquinho mais da história.

Voltando ao filme! Nele podemos ver uma produção e tanto, dividido "digamos" por setores: tem os arqueiros, as mulheres e muito mais. Um projeto muito bem elaborado que deixa qualquer um fascinado pelo o que está passando na telona.




Eu assisti em 3D que até é legal e destaca muitos pontos da imagem parecendo que estamos dentro da filmagem. Como todo bom roteiro tem um romance, mas esse não fica tão evidente e sim dá para perceber.

Não irei falar muito desse filme por que é uma (1) hora de duração e qualquer deslize posso contar a história toda para vocês. Mas mega recomendo, peguem seu ingresso, sua pipoca e bom filme.




Então é isso pessoal! O que acharam da minha indicação? Não esqueçam de comentar aí em baixo e claro nos acompanhar. No mais é isso, muito obrigado pela sua atenção e até a próxima.


Tchaau

Resenha: A estranha mente de Seth - Alana Gabriela

Título: A estranha mente de Seth
Autoria: Alana Gabriela
Editora: Autografia
Gênero: História Geral, Drama, Ficção, Crime, Young Adult
Ano: 2015
Páginas: 146
ISBN: 9788555263057
Skoob

Neste livro, Seth Richards, um jovem que em um universo fictício e em um tempo mais recente serve como um espelho do que imaginei como sendo a mente do algoz de Francisco Ferdinando. Dessa forma podemos viajar entre o brilhantismo e a psicopatia desse personagem enigmático e sombrio. Poderemos viver junto com Seth Richards suas dúvidas entre as alucinações e a realidade, entre o conformismo e a revolução, entre o amor platônico e a violência da paixão. Seth R. é um jovem extremista, um pensador que vive entre aulas matinais na faculdade e noites de treino numa sociedade clandestina e assassina em Vojerasa. Seth tem duas obsessões que controla com frieza e paciência: manter Lauren, seu amor platônico e sôfrego, pura para sempre e matar o conde Luendres Marquez. Tudo foi planejado. Ele tem um plano perfeito. O mártir perfeito em quem se apoiar. Seth fará o impensado e causará a Primeira Grande Guerra.

Estou extremamente encantada com a escrita da Alana. Ela conseguiu me conquistar em diversos pontos do livros e, principalmente, pelo contexto em que ela estava quando começou a escrever A Estranha Mente de Seth.  Ela estava estudando para o ENEM. Pois é, em meio tanta loucura que é esse período ela nos deu um presentão que é esse livro. Apaixonada como sou por história, logo que li a sinopse fiquei interessada. Claro que várias coisas foram modificadas para criar um mundo fictício, mas quando você compara a várias reportagens e histórias da época em que tudo se passa, fica tudo muito evidente.

"Ele ergueu a mão que empunhava a pistola e apontou, cinco tiros e… bang! Isso é história... Ele faz parte dos primeiros terroristas do século XX."
Sempre me impressionou o quanto os terroristas são determinados. Eles acreditam em uma causa e morrem por ela sem pensar duas vezes antes. Missão dada é missão cumprida, já dizia o ditado. Seth é um extremista, assim como vários que ainda existem hoje e pensar no que passa dentro da cabeça dessas pessoas sem dúvida é perturbador. 

A escritora, de uma forma clara e objetiva, mostra como é a personalidade de Seth e como era seu dia-a-dia, seu relacionamento com os colegas da faculdade e forma como pensa a respeito de Lauren, seu amor platônico. Ele é um cara aparentemente normal, mas que se mostra violento e indiferente. Estudante universitário, ele faz parte da Face Negra, uma organização que tem por objetivo derrubar o Império, não importa como.
"Meu corpo poderia estar presente, mas meu cérebro estava bem longe. Eu não ouvia realmente. Eu também não queria me lembrar dos pensamentos altos de outras pessoas, pois não queria que enchessem o depósito que é a minha mente, porque assim não teria espaço para outras coisas. As importantes."
Como é baseada em uma história real, sugiro que você dê uma lida - antes ou depois - na história de Gavrilo Princip. Você vai entender perfeitamente sem saber quem foi essa pessoa na vida real, mas se você também gosta de ir além do livro, fica ai a dica. Para resumir, Princip foi quem assassinou o arquiduque Fracisco Ferdinando em 1914 e logo em seguida começou a primeira Guerra Mundial. 
"A raiva é um sentimento leviano, implacável, cego, rápido e estúpido que só pode ser controlado quando escoa pelos poros da pele."
O livro é todo narrado em primeira pessoa, do ponto de vista do próprio Seth, assim temos uma visão maior de como ele via o mundo ao seu redor. É uma leitura bastante tranquila e, como citado antes, clara e objetiva, tenho certeza de que vocês irão gostar. Além disso, já estou procurando outros livros da Alana Gabriela para ler, pois realmente gostei demais da forma como ela escreve.


Alana Gabriela, 20 anos, tem o maior sorriso já visto ever. Sergipana, estudante de Letras Português-Inglês na UFS, escreve, compõe, assiste muitas séries, tipo: The Blacklist, The Walking Dead e Grimm. Escuta muita música, mas tenho preferência por Hard Rock, R&B, Jazz, Indie e Soul. E ama olhar para o céu em dias de chuva.

[Parceria] Grupo Editorial Pensamento


Olá Pessoal!  

A novidade de hoje é nossa nova parceria com o Grupo Editorial Pensamentos e hoje, trouxemos várias informações sobre a Editora para que vocês possam saber um pouco mais sobre a editora. Vamos?


"A Editora Pensamento foi fundada em 26 de junho de 1907 por Antônio Olívio Rodrigues, um imigrante português que demonstrava grande interesse por pesquisas psíquicas, obras de filosofia e religiões orientais. O primeiro título publicado, que marcou oficialmente sua fundação, foi Magnetismo Pessoal, de Heitor Durville, o que coloca a editora como pioneira no gênero autoajuda, além de obras sobre esoterismo, cabala, numerologia, yoga e medicina alternativa. Em 1912 foi lançado o Almanaque do Pensamento, que, editado ininterruptamente desde então, atinge hoje vendas acumuladas de mais de 23 milhões de exemplares em 100 anos de publicação. 

Pouco antes de seu falecimento, em 1943, Antônio Olívio Rodrigues passou a direção da Editora para as mãos de Diaulas Riedel, marido de sua neta, um grande pesquisador, empreendedor e ao mesmo tempo discreto e reservado. Em 1946, em assembleia realizada na Editora Pensamento, localizada no antigo Largo de São Paulo, foi fundada a Câmara Brasileira do Livro. E, em 1956, Diaulas fundou a Editora Cultrix, com o objetivo de editar livros de filosofia, literatura, sociologia, linguística e psicologia. Sob seu comando as duas editoras tiveram um crescimento rápido, o que lhe valeu o Prêmio Jabuti de melhor editor em 1961. Na década de 1980, Diaulas Riedel foi o primeiro a publicar livros que tratavam do Movimento Nova Era, em especial autores que retratavam a aproximação entre a ciência moderna e as grandes escolas de misticismo. A área esotérica da Pensamento encontrou a complementação ideal nos temas científicos que a Cultrix passou a publicar, em que a aproximação entre o conhecimento científico e a tradição de duas grandes correntes da filosofia e da religião não seria apenas um modismo.

Com o falecimento de Diaulas em 1997, seu filho Ricardo Riedel assumiu a direção das editoras, procurando desenvolver ações operacionais nas diversas áreas da empresa, principalmente na área de marketing, na criação de uma nova rede de distribuição por todo o país e em Portugal e de uma base de dados para otimizar o processo de tomada de decisões naquela nova etapa.

Em 2009, Ricardo Riedel realizou a aquisição da Editora Seoman, e passou a publicar livros na área de moda, cultura pop e biografias, sendo que algumas delas, ligadas a lançamentos de filmes como 127 Horas, Jogo de Poder e Minha Semana com Marilyn. Após 104 anos lançando livros para um mundo em transformação em 2011, um novo selo chega para ampliar os horizontes da leitura; a Editora Jangada, onde Ricardo Riedel começa apostar de forma mais enfática em títulos da área de ficção fantástica e histórica com a criação de uma nova linha editorial para ampliar os temas oferecidos aos leitores. "Apesar de já termos publicado em nossos selos atuais algumas obras de ficção, decidimos criar uma linha editorial específica para a área, reforçando ainda mais a presença do grupo no mercado", afirma o diretor-presidente.

O nome Jangada veio através de algo em comum entre os integrantes da família Riedel: a paixão por barcos. O logotipo foi inspirado em uma das obras de arte do famoso pintor Carybé, que teve inclusive alguns de seus álbuns publicados pelo grupo editorial. Além disso, o artista plástico foi amigo pessoal do Sr. Diaulas Riedel, pai de Ricardo e diretor-presidente da editora até 1997.

Atualmente, Ricardo continua à frente do grupo e vai consolidando os  quatro selos editoriais, mantendo a coerência, a ética e a qualidade em todos os livros publicados - compromisso que permanece ao longo dos mais de 100 anos de existência -, produzindo livros para um mundo em transformação"


Logo traremos para vocês alguns dos últimos lançamentos da Editora. Então fiquem ligados para acompanhar tudinho de perto. hein!! Enquanto isso, acesse os links da Editora


 

A Sabedoria do Papa Francisco - Ensinamentos Essenciais





Título: A Sabedoria do Papa Francisco – Ensinamentos Essenciais
Autora: Andrea Kirk Assaf 
Páginas: 398
Ano: 2016
Editora: Planeta
ISBN: 978-85-422-0875-7
Ano: 2016
Skoob
Sinopse: Aos poucos, Papa Francisco vem mudando a face do catolicismo romano. Ele foi capaz de gerar abertura e otimismo em uma instituição quase imutável. Aproximou-se dos não católicos com sinceridade, humildade e amor. Seus ensinamentos são constantemente elogiados e partilhados por todos. Explorando temas como fé e oração, amor e família, paz e pobreza, esta seleção de ensinamentos chega a todos que admiram Francisco e são inspirados por sua sabedoria.
 

Esse livro realmente foi um desafio para resenhar, aí você vai me perguntar por quê? O livro é ruim? De forma alguma, esse é um livro totalmente diferente dos lidos por mim até hoje, ele não é um livro que você vai ler e decorrer uma história. Nele encontramos mensagens diárias sobre as citações inspiradoras do Papa Francisco.

Um livro rico em sabedoria, inspiração nas mais belas palavras de um dos homens mais sábios dos últimos tempos! Um livro de bolso onde o leitor poderá carregar facilmente, um companheiro de viagem e reflexão.

Durante toda a minha leitura várias citações para reflexão me fizeram parar para analisar toda a sabedoria do Papa Francisco uma delas nos mostra como fazemos pouco disso a cada dia.

“ Não permitam que sua esperança lhes seja roubada e sigam em frente!
Pelo Contrário, semeiam esperança”.

Aqui nesta citação encontramos um dos nossos problemas diários, todos os dias encontramos alguém para nos tirar o melhor que temos seja com palavras negativas ou até mesmo um pessimismo diário.

O livro é recheado de ensinamentos que nos fazem enxergar que para ter uma vida cheia de paz interior ou até mesmo tranquilidade de espírito dependemos de nossas atitudes e de nosso comportamento com o próximo.

Será que você ou até mesmo eu estamos fazendo o necessário para vivermos tudo aqui ensinado?

“ Ninguém pode crescer se não aceitar que é pequeno!.”

Resenha: Lágrimas de Outono - Amanda Bonatti

Olá Pessoal!

Hoje trago para vocês a resenha do livro Lágrimas de Outono, escrito pela autora Nacional Amanda Bonatti, que também é parceira aqui do Pensamentos Valem Ouro. 

Confesso que a obra não faz parte dos gêneros que leio com constância e por isso, tive um certo receio de não gostar da leitura. Porém, fui surpreendida por algo leve, repleto de ensinamentos. Apeguei-me ao ponto de concluí-lo em um único dia e fiquei satisfeita por ter saído da minha "zona de conforto" quanto à literatura.


Título: Lágrimas de Outono
Autoria: Amanda Bonatti
Gênero: Espiritualidade, Romance
Editora: Arwen
Idioma: Português
Ano: 216
Páginas: 286
ISBN: 8568255655

Sinopse: Isabel vivia uma infância feliz e cercada de carinho da família. Muito apegada à sua mãe Elisa, que a ensinou a amar as flores e a cultivar o mesmo apreço que tinha pelo jardim da casa onde ambas nasceram. A menina cresceu apaixonada pelas flores, árvores e o encanto presente naquele lugar, que era a representação do amor que uniam mãe e filha. No entanto Bel precisou aprender a lidar com perdas desde muito nova, vivendo momentos difíceis para uma criança. Depois de perder a mãe e também alguns anos da infância a menininha cresce e torna-se uma jovem insegura e temerosa em ter mais perdas e sofrimento em sua vida. Ela conhece Joaquim e juntos traçam uma história de amor e superação, com mais algumas perdas, dificuldades, lições e recomeços. Isabel precisará passar por um caminho de provações que a levará a aprender a confiar nos planos de Deus, trilhando um caminho de aprendizado, compreendendo as etapas da vida, para assim, entender que os laços de amor são muito fortes e nos acompanham eternamente.

A história mostra a trajetória de Isabel, que crescera muito próxima a mãe. Ambas possuíam em comum o amor por jardinagem, cultivando um lindo jardim em sua casa. Bel era apegada à simplicidade da vida de sua cidade interiorana e à sua vida cercada de amor e de cuidados.

Porém, desde cedo, teve de aprender a lidar com as dores da perda, o que foi aos poucos, transformando aquela singela garotinha. Diante de tantas dolorosas marcas, crescera com grandes traumas que a atrapalhavam cotidianamente, tornando-a um alguém sério, fechado e infeliz.

Reconfortada por aqueles que amam, vivendo um amor desmedido com o jovem português Joaquim e enfrentando os próprios dilemas, ela aprenderá a superar todos os medos, as dores e principalmente: voltará a sorrir, mais uma vez, como não fazia desde a infância.
"Entendi que a morte era algo ruim, que trazia dor e saudade, nos jogava no escuro, nos privava do amor e da companhia de quem amávamos. A morte tinha esse semblante triste e pesado, era ingrata e cruel"
Eu acredito que o ponto mais chamativo da trama é o realismo exposto de forma a mostrar tudo em seu próprio ser, sem enfeites ou eufemizações. A autora traz a vida de uma jovem repleta de tribulações e tristezas, e evidencia não só as marcas deixadas na vida desta, mas também como o amor e a fé podem mudar a vida de uma pessoa.

Não tem como não falar da paixão da protagonista pela natureza, por jardins. Seu amor por flores marca toda a trama, trazendo um aspecto particular, que remeteu-me a doce infância onde visitava com constância minha madrinha, também cultivadora de um lindo jardim, o qual eu era apegada a uma roseira branca. Exponho esse momento íntimo e particular por a Bel ter esse amor explícito pelas flores e ter uma de sua preferência, sendo-lhe um marco simbólico do forte laço entre ela e a mãe.

É interessante visualizar, quanto ao cenário, as diferenciações com a atualidade. Datado há décadas é de ressalva a excepcional caracterização da autora que nos permite imergir a um cenário bem diferente do qual estamos acostumados, ainda sem energia elétrica, repleto de simplicidades e costumes que hoje já não nos é tão convencional.

O título "Lágrimas de Outono" traz uma significação importante diante do fato de a estação ser marcada pelas dores e percas na vida de Bel, sendo, evidentemente, um período de lágrimas para ela.
"Quando o Outono se aproxima, eu sentia que era chegada a hora de me deixar cair, assim como as folhas e flores do quintal. Para elas tudo parece ser tão calmo. Um dia simplesmente caem, numa dança girante pelo ar e deitam-se na grama, repousando, sem dor"
Tem um lado espiritual na trama, mas nada em exagero. Contendo várias mensagens de Chico Xavier, é explorado um lado espiritual, com esta tendo sonhos e visualizações da mãe já morta ou também as expressividades de suas crenças e fé em Deus. Mas, como anteriormente posto, nada em demasia.

Eu indicaria a leitura por ter visto como um verdadeiro "baú" de ensinamentos. A vida de Isabel nos pode ser um belo exemplo quanto as dores às quais estamos passíveis e principalmente quanto podermos vencê-las. Por isso, não deixe de conhecer essa obra tão preciosa!
  
Sobre a Autora:


 
Amanda Bonatti nasceu em Rio do Oeste, SC em 7 de janeiro de 1987, mudou-se ainda criança para Itajaí, cidade onde estudou e trabalhou em escolas Municipais. Pedagoga, Licenciada em Letras, pós-graduada em supervisão escolar e Revisão de Textos. Poeta, escritora, autora dos livros publicados: Ah!mar Itajaí, S.O.S Mamãe de Primeira Viagem e do Romance espírita Lágrimas de Outono, estes dois últimos lançados na Bienal do Rio de Janeiro e de São Paulo, respectivamente. Atualmente Amanda mora na cidade de Balneário Piçarras e dedica-se unicamente a literatura e ao trabalho como revisora de textos.

Primeiras Impressões: Tenebris o fim é apenas o começo

Olá pessoal!

Lembram que neste post aqui anunciamos a nossa parceria com a autora Nacional Erika Gomes? Pois bem, hoje viemos aqui trazer para vocês as primeiras impressões da obra e dizer que estamos trazendo muitas novidades sobre a autora para vocês. 

Vamos ao post? 




Sinopse: Lúcifer há muito não é “aquele que traz a aurora”, como seu nome sugere. Desde que liderou a rebelião contra seu Criador foi condenado a Sheol, o inferno, onde instaurou seu próprio reinado. Muitos o seguiram, porque acreditaram nele. Tornaram-se seus serviçais ou aliados. No entanto, Lúcifer se sente sozinho e cansado de sua existência. Depois de trai-Lo, sente falta de Deus, da essência divina, de uma razão verdadeira para a sua vida. Seria possível, um dia, a Ele retornar? Agora conhecido como Heylel, é na Terra que Lúcifer encontra alguém que mudaria seus sentimentos. Anna, uma bela mulher, ensinou-lhe o amor e presenteou-o com uma filha. Heylel amou ambas com todo o seu coração. Mas nem sempre é possível viver o que se deseja. Heylel não é humano e sua essência desvirtuada já não é divina. Ele é o Senhor de Sheol e seus demônios não estão contentes com a passividade de seu líder. Uma guerra se aproxima e Heylel precisará envolver nela seu bem mais precioso: sua família. Carregado de tensão, incertezas, amores, bruxas, anjos e demônios, esse romance convida o leitor a pensar que nem sempre o que sabemos é verdadeiro. Até mesmo o Diabo pode surpreender!


Comecei a ler Tenebris pelo Wattpad e posso dizer que a sinopse e a capa me fizeram ficar mega curiosa e interessada. Como não querer saber mais sobre um Lúcifer, conhecido por Heylel, que sente a falta do Pai e que encontra o amor? Como amante do sobrenatural, saber que teria anjos, demônios, bruxas já me deixou interessada. Por isso, hoje vou falar pra vocês, minhas impressões até o capítulo II

Logo no Prólogo, já fiquei intrigada. Quem é Heylel? Pelo que ele está passando? Porque sofre? Me intrigou muito, e fiquei me perguntando se até  Lúcifer não pode ter um lado bom. E aí,  o prólogo termina com a notícias de uma rebelião iminente, mas Heylel se mostra forte e seguro e eu mal posso esperar pra ver a ação acontecer! E fecha com a frase que mais me intrigou neste Prólogo:

"...mestre, sugiro não esquecer que todos sabem sobre Naiara."

Eu confesso que adoro livros que me deixam cheia de perguntas. Sabe aqueles em que você não consegue parar de ler pois, precisa saber o que vai acontecer em seguida? E isso foi o que eu estava sentindo naquele momento. "Todos sabem sobre Naiara"... E não deveriam saber? Por que toda essa preocupação? Quem é Naiara?

No Capítulo I, vamos conhecer Lauren, seus pais Anna e o pastor Robert e Gabriel. Lauren é uma adolescente que tem dificuldades em acordar cedo, ama a noite, pois é aí que ela se sente ágil e disposta (Super me identifiquei porque odeio as manhãs! rsrs) e que sofre com pesadelos.


Anna e o pastor Robert são os pais de Lauren. Ele nunca está presente, cuidando sempre da Igreja, o que Lauren não aceita e Anna... Vou ser sincera, e dizer que detestei Anna. Ela me soou submissa, super protetora, totalmente resignada. Tudo que não suporto numa mulher! Mas o amor entre mãe e filha é tão claro, tão forte que me amoleceu um pouco...

É Gabriel.... Ah Gabriel... Onde arruma um desse? Gabriel: a melhor pessoa! Doce, carinhoso, companheiro, cuidadoso. Daquele tipo de pessoa que você quer ter ao seu lado sempre!

Lauren vê coisas que ninguém mais vê, os pesadelos a atormentam e Gabriel está sempre lá, cuidando dela. 


Algumas revelações começam a aparecer e tudo vai ficando mais confuso (ou será mais claro?) para Lauren. Não quero falar muito para não dar spoiler. Mas..... preparem o coração porque é de tirar o fôlego! 

Eu sinceramente,  não consigo parar de ler!!! Achei o livro muito bom. A escrita da Erika é fácil de ler, muito gostosa. Não se deixe assustar pela sinopse. Abra sua mente, se delicie com uma história fantástica e deixe Tenebris surpreender você!

E por hoje é só pessoal! Espero que tenham ficado com aquele gostinho de quero mais, mas antes de ir já vou deixando uma dica para vocês, toda semana lá no Instagram estamos publicando sobre o livro, conversamos um pouco sobre os personagens e contamos as novidades da autora. 

Momento Pipoca: A Hospedeira

E aí pessoal! Tudo bem com vocês? No Momento Pipoca de hoje trago um filme que me deixou de boca aberta e espero que gostem... Estou falando de A Hospedeira.




A fome e a violência foram erradicadas da Terra, bem como os problemas climáticos do planeta foram resolvidos. Estes feitos foram conquistados graças aos seres alienígenas conhecidos como almas, que ocupam corpos humanos como se fossem parasitas. Pregando uma sociedade baseada na paz, as almas perseguem os poucos humanos que ainda não foram dominados. Um deles é Melanie Stryder (Saoirse Ronan), que se sacrifica para que o irmão caçula, Jamie (Chandler Canterbury), possa escapar. Melanie passa a ser dominada por uma alma chamada Peregrina, que tem por missão vasculhar suas memórias para encontrar rastros de outros humanos. Entretanto, a consciência de Melanie ainda está viva dentro do corpo, o que faz com que Peregrina tenha que lidar com ela constantemente. Com o tempo, a alma fica cada vez mais fascinada com a vida e os sentimentos que Melanie tinha e passa a protegê-la de Buscadora (Diane Kruger), que deseja capturar seus amigos humanos o quanto antes.

Nesse filme "como já diz na Sinopse" somos apresentados a Melanie que tenta se matar "para proteger seu irmão mais novo dos alienígenas" pulando contra uma janela de vidro, caindo metros de altura e quebrando costelas. Mas sua sorte não foi tanta, pois a curaram e implantaram nela um ser "digamos" esquisito que ao adentrar a garota, acaba vasculhando as melhorias dela e tenta resistir.

Falo isso porque Melanie não morre e acaba lutando para voltar ao controle do seu corpo, mas o que o ser não esperava é que iria se encantar com as memórias e se rendendo a humanidade se tornando assim parte dela.

De início esse ser se apresenta como Peregrina por ter passado por muitos planetas, possuindo assim vários corpos. Ao se render a humanidade acaba protegendo Melanie e a leva até os últimos humanos que ainda restavam! Lá ela acaba se apaixonando por Ian e não pode corresponder ao desejo por estar no corpo de Melanie que é apaixonada por Jared.

Nesse lugar ela conhece Jeb "tio de Melanie" que achando o nome dela muito comprido encurta para Peg e assim a história começa.


A história inteira é centrada na visão de Peg que descobre que nem tudo era como ela imaginava. Em um mundo onde a humanidade é caçada para ser possuída por seres desconhecidos, vemos mortes e aprendemos a valorizar a vida. Além de termos a consciência que devemos ajudar os outros sem se importa com o que ele é ou deixa de ser.

Me lembro de um livro que o tema principal dele é a questão dos olhos, nele fala que as pessoas eram julgadas pela cor de suas pupilas e nesse filme pode se perceber isso. Podemos identificar que os seres humanos tem a iris dos olhos normal e já as dos alienígena é azulada com o forma branca "prestem atenção na imagem e entenderão o que estou falando".


Não tenho palavras para descrever o que achei do filme e só olhando para saber como é. Como toda boa história sempre tem um romance e nem preciso falar quem se apaixona não é mesmo?


Antes de mais nada eu assisti esse filme no Netflix e quando fui procurar o trailer dele no youtube, acabei percebendo que tem o filme completo é só digitarem o nome, pegar a pipoca e bom filme.

Como já sabem! Não esqueçam de me sugerir filme e quem sabe eu não traga a dica aqui no PVO.




Então é isso pessoal! Espero que tenham gostado de minha sugestão, comentem aí em baixo o que acharam e não esqueçam de seguir o Pensamentos Valem Ouro, pois estou todo mês aqui deixando dicas de livros/filmes para vocês... No mais é isso, muito obrigado pela sua atenção e até a próxima.

Tchaau

Resenha: Histórias em Retalhos - Alana Gabriela


Título:Histórias em Retalhos
Autoria: Alana Gabriela
Editora: Amazon
Gênero: Poesia contos
Ano: 2015
Páginas: 109
ISBN: B0141GVH5A
Skoob
Sinopse: O amor é a meta infinita da história do mundo.Histórias em Retalhos é uma coletânea de histórias curtas intrínsecas e sinceras, que narra de forma sensível o sentimento mais singelo de todos: o amor. Um relato de uma mãe introspectiva, o amor de uma irmã pelos irmãos, uma carta de uma garota apaixonada para seu melhor amigo e uma filha que enfrenta dificuldades com a perda dos pais. Além, de uma história extra sobre o descobrimento do amor pela leitura.Todas essas histórias compactam a sutileza e nuances desse sentimento dolorido, complicado e bonito em seus diversos ângulos.

Esse é um livro de contos e alguns poemas, onde todas as histórias tratam de maneira bem intima os sentimentos, principalmente o amor.

Começamos o livro com o conto "Rosas da Cabeceira"  nesse conto conhecemos o amor entre mãe e filha. Andy todas as noites fazia a mesma rotina desde a descoberta da doença da filha, ia até o quarto de Laurie deixava uma rosa na cabeceira e lia alguns capítulos de algum livro para ela. Mesmo sabendo que a amava muito Andy nunca dizia abertamente um " eu te amo" para a filha apenas demonstrava seus sentimentos nas suas pequenas atitudes.

O segundo conto do livro é " Os filhos do meu pai " esse conto é todo feito em forma de carta, onde conhecemos uma garota que está pressa por causa dos seus meio-irmãos. Ao longo da carta vamos conhecendo a relação entre eles e como o amor entre os três foi surgindo aos poucos, já que os irmãos de Lily são frutos de uma relação extra conjugal do seu pai.



O terceiro conto " Querido Louis"  também é todo escrito em cartas, Mia acaba se apaixonando pelo seu melhor amigo e sempre guardou esse sentimento as sete chaves, mas agora não está mais se sentindo a vontade consigo mesma e usa a carta que escreveu para Louis como uma despedida dessa paixão que ela tem pra si mesma desde criança, mas agora Louis está apaixonado por outra garota e não tem como esse amor ser correspondido.

O quarto conto é " O inverno de Aurora" narra a vida de Aurora, que após ter perdido os pais em um acidente de carro, passou a rever o quanto as pequenas coisas são belas e o quanto o silêncio as vezes pode ser pode ser reconfortante, pequenos hábitos que com a correria da vida adulta ela havia perdido mas que a ajudaram muito nessa fase de luto e também nessa sua nova vida.
    "Nos últimos dias li um livro intrigante que me abriu os olhos. Uma frase me instigou: Você não finalizou as suas paixões. De alguma forma esta frase se incrustou em minha mente."

     "Agora ela costumava deitar-se na cama em dias de domingo, olhar para o céu nublado e contemplá-lo. Quieta. No sublime silêncio."

Além dos contos a autora fez uma sequencia de poemas que mesmo eu que não sou muito fã de poemas achei eles muito lindos e emocionantes.

História em Retalhos eu li super rapidinho por ser histórias curtas mas que mesmo assim me trouxeram várias lições. Me identifiquei em alguns momentos do livro e terminei com vontade de espalhar amor para todas as pessoas, mesmo o livro sendo de histórias um tanto melancólicas a autora conseguiu escrever de uma forma leve onde ela mostrou que até mesmo as histórias trágicas tem seu lado positivo.




Alana Gabriela, 20 anos, tem o maior sorriso já visto ever. Sergipana, estudante de Letras Português-Inglês na UFS, escreve, compõe, assiste muitas séries, tipo: The Blacklist, The Walking Dead e Grimm. Escuta muita música, mas tenho preferência por Hard Rock, R&B, Jazz, Indie e Soul. E ama olhar para o céu em dias de chuva.

Renovação de Parceria com autores


Coisa boa falar de novidades né minha gente! Pois então, o ano de 2016 foi muito bacana e produtivo para o blog Pensamentos. Muuuitas mudanças ocorreram por aqui e junto com elas o desafio de buscar sempre o melhor, 

Desafios geram, ações e ações geram resultados e por isso hoje estamos aqui para mostrar apresentar a vocês algumas renovações de parcerias que teremos em 2017. Novos desafios vêm por aí. Simbora esquentar as turbinas!? 




AMANDA BONATTI

Passe o mouse sobre a imagem para ler sobre a autora
 
Gente a Amanda é uma fofa. Ela é autora dos livros "SOS Mãe de primeira viagem", "Lágrimas de Outono" "Ah! MAr Itajai". As duas primeiras, são obras lindíssimas e já têm resenhas prontinhas que serão publicadas na próxima semana aqui no blog. (fiquem ligados)



Ficamos muito felizes com as conquistas da autora no ano de 2016. Entre elas destacamos a seleção dupla das obras da autora no Prêmio Brasil entre Palavras, realizado pelo pessoal do CuraLeitura. (Vejam). E já estamos ansiosíssimos pelas novidades neste ano que se inicia! E temos certeza que virão muitas coisas boas por aí! Né Amanda? 

Enquanto isso você pode ficar por dentro das novidades da autora acessando os links abaixo



 ❤❤❤


 NUCCIA DE CICCO

Passe o mouse sobre a imagem para ler sobre a autora

 A Nuccia é a blogueira mais incrível que já conheci na vida, e não é novidade para ninguém que seu livro Pétalas da minha surdez é um dos favoritos da minha estante. srsr Então, renovar com a Nu pra mim é um presente muito especial.

Além Nuccia  do livro mencionado anteriormente Nuccia tem participação em diversas antologias e conta também com vários contos publicados na Amazon. Loguinho teremos resenhas deles por aqui. Nuccia também foi selecionada no Prêmio Brasil entre Palavras e atualmente está organizando a Antologia Fantásticos que será lançada ainda este ano pela Editora Illuminare.



Que tal acompanhas as novidades da autora pelas redes Sociais?


Por hoje é isso minha gente, loguinho teremos mais novidades de nossos autores parceiros e também sobre a renovação/parcerias com as editoras. Sempre as terças. Fique de olho, fique por dentro. 

Boas leituras!

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas