Pontos Diversos - Vanessa Vieira


Pontos Diversos

Nenhum traço,
mesmo que seja meu,
será como o primeiro!

tampouco as marcas
desta ou daquela folha
Seguirão o mesmo destino!

Posso fechar os olhos
E mesmo assim 
Estarei diante do diverso!

Sinto,constato! 
Há diversidade
Em todo espaço!

Vanessa Vieira

Você pode ler esta e outras poesias lá no projeto Retrato in Verso /@retratoinverso. 
Encha-se de poesia!

II Antologia Flores Literárias - Lançamento


Flores Literárias é um projeto muito interessante organizado pelas Escritoras Jaqueline Brum e Andrea Rezende. O projeto tem sede na cidade de Cabo frio, Região dos Lagos - RJ, Mas vem ganhado outros espaços e participantes por meio das Antologias Poéticas organizadas nos dois últimos anos. 

A Primeira Antologia teve como tema as Flores. Assim, cada poeta participante pode versar sobre uma flor escolhida. Já este ano o tema foi livre e, como a primeira, ficou riquíssima e muito linda. 

Arquivo Pessoal

Não pude participar da primeira por vários motivos pessoais, mas consegui participar da segunda e estou muitíssimo feliz por isso! Andrea e Jaqueline têm um trabalho muito sério! São organizadas e tem muito carinho com seus coautores. Isso não tem preço! 

Pude conhecer novos autores e já vou dizendo que me encantei por muitos! Muito feliz de ver pessoas se doando aos versos e se alegrando com a poesia! Loguinho trago a resenha aqui para vocês descobrirem um pouco mais sobre o livro!

Vou deixar abaixo, algumas fotos deste dia lindo e o contato caso você, querido leitor, se interesse e queira ter um exemplar deste livro lindo! Abraço grande! 


Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal - Fadas Literárias

Adicionar legenda

Arquivo Pessoal
É isso gente linda! Vou ficando por aqui e loguinho retorno com mais novidades! 
Um grande Beijo a todos! 

Para saber mais sobre o livro
E-mail: pensamentosouro@gmail.com
Mensseger Fanpage: Pensamentos Valem Ouro

Momento Pipoca: Encontro Marcado

E aí pessoal! Olha só quem voltou: Sim sou EU. hehe
Como podem ver minha última aparição aqui no Pensamentos Valem Ouro foi em abril, desde então venho pensando o que poderia trazer para vocês e exatamente neste momento que escrevo essa postagem me veio em mente o filme que assisti recentemente que se chama Encontro Marcado e eu não poderia deixar de indicá-lo para vocês.



Dylan Branson (Michiel Huisman) é um homem que tem a sua vida permanentemente mudada quando uma série de eventos se repete exatamente no mesmo horário todos os dias, às 2:22 da tarde. Quando Dylan se apaixona por Sarah (Teresa Palmer), uma jovem mulher que tem sua vida ameaçada pelos eventos ocorridos, ele deve resolver o mistério que o cerca para preservar o amor que a vida lhe ofereceu como uma segunda chance.





Em Encontro Marcado conhecemos Dylan um condutor de trafego aéreo que trabalha como chefe da torre de controle de sua cidade dando o OK de pouso e decolagem das aeronaves. Sarah é uma pintora renomada que ganhou a vida expondo e avaliando obras de artes pelo mundo.

Suas vidas mudam quando Dylan por acaso libera pouso e partida de duas aeronaves ao mesmo tempo sem ao menos imaginar que ambas poderiam colidir. Recebendo o alerta de seus funcionários Dylan faz com que as duas aeronaves continuassem com o combinado para que uma fatalidade não acontecesse.

Tudo isso aconteceu por uma série de fatores que coincidiam com o horário que tudo aquilo estava acontecendo e faz com que Dylan fique em casa por um bom tempo. Após o ocorrido Dylan vai em uma festa e lá conhece Sarah que entre uma conversa e outra conta que estava no voo que quase colidiu com a outra aeronave.

Após esse encontro Dylan acaba se apaixonando por Sarah e sempre que possível se encontravam, mas as coisas não param por aí! Por que se lembram o ocorrido do avião? No trajeto que Dylan fazia todo dia, o mesmo percebeu que exatamente naqueles lugares sempre tinha alguém repetindo as mesmas coisas que ele viu no dia anterior exatamente na mesma hora que passou por ali.


E essa é nossa história! Dylan tenta descobrir  por que tudo aquilo está acontecendo e cada vez mais tenta se livrar desse seu novo tormento diário... É um filme que você não desgruda da telinha para saber o que vai acontecer e deixa qualquer um de boca aberta.

Mega recomendo para assistirem nesse outono/inverso com a pessoa que mais amam.



Então é isso pessoal! Espero que tenham gostado dessa indicação, comentem aí em baixo o que acharam e não deixem de seguir o PVO "além de mim é claro". Em breve estarei voltando com mais indicações e é isso.

Tchaau

Editora Illuminare: O que vem por aí?

Olá Pessoal! 

Estamos aos poucos retornando as atividades e retornamos com grande prazer à parceria com a querida Editora Illuminare! Por isso mesmo vamos trazer por aqui bastante novidades da editora, Fiquem ligados! 

Grande lançamento Illuminare



Livro especial: "King, Poe, Lovecraft: do terror ao horror - Contos Inspirados em Grandes Nomes da Literatura Mundial"
Organização: Rô Mierling. 
Destaque especial no livro: Cesar Bravo (DarkSide Books), Jhefferson Passos (Illuminare), Rô Mierling (DarkSide Books e Illuminare) e Wolf Warren (Site Filmes de Terror & Horror - mais de 2 milhões de seguidores).

Conheça 36 autores nacionais que inspirados em grandes nomes do terror e horror mundial na literatura, criaram contos incríveis e que vão deixar a luz do seu quarto sempre acesa, principalmente quando a noite chegar!

A obra em questão foi lançada em Buenos Aires na 44ª Feira Internacional do Livro e em São Paulo na 8ª Tarde Literaria - Illuminare.



Como bônus para esse livro, a Illuminare patrocinou o livro "Histórias Sombrias" - com três grandes contos de Edgar. A. Poe e três contos incríveis de Lovecraft - um livro em capa dura e miolo com uma diagramação toda especial!

Com venda proibida, esse livro bônus é exclusivo para divulgação da obra "King, Poe, Lovecraft: do terror ao horror - Contos Inspirados em Grandes Nomes da Literatura Mundial".

Acesse a página do livro "King, Poe, Lovecraft: do terror ao horror - Contos Inspirados em Grandes Nomes da Literatura Mundial" e saiba como ganhar um exemplar de "Histórias Sombrias". Conheça ainda um pouco de cada autor participante selecionado para essa obra incrível que homenageia os 70 anos de Stephen King, e o legado deixado por Edgar A. Poe e Lovecraft.

CONHEÇA MAIS!
Adquira seu exemplar autografado diretamente com um dos autores!

Passe o mouse em cima do nome de seu autor preferido, verifique o email no rodapé do site e adquira seu exemplar!

Editora Illuminare 
Destacando grandes talentos, divulgando novos livros!
www.editorailluminare.com.br

A vida em palavras: Versão tropical da física newtoniana



Na belíssima Praça Batista Campos, em Belém do Pará, a natureza é generosa! Tantas árvores frondosas e centenárias, unidas, com suas copas entrelaçadas, formam um lindo túnel verde, através do qual é possível passear tranquilamente, deliciando-se com o frescor da boa sombra que abranda o calor do forte sol que ilumina a cidade.

É num passeio assim, onde deixo os pensamentos deslizarem suavemente, esvaziando a mente e apaziguando o coração, que se passa um episódio interessante, típico das manhãs e tardes ensolaradas desta cidade morena.

Eis que passeio, acompanhada de familiares, revisitando este lugar querido, palco de tantas alegrias de minha infância e juventude.

Nesse trânsito de lembranças que chegam e escorregam rapidamente, dando lugar à próxima, desafiando o peito a romper com sua plácida tranquilidade, decido descansar um pouco e sento-me, em companhia de minha mãe, num pequeno banco de madeira, como muitos outros que se encontram espalhados na praça, pelos muitos caminhos que a cortam.

Ficamos ali, observando o movimento dos transeuntes, falando pouco e ouvindo a natureza e seus sons, em especial a passarinhada que sobrevoa, passando de um lado a outro das árvores.

É assim, nesta pasmaceira, que ouço um barulho seco, bem próximo a mim. Assusto-me e busco respostas com o olhar, na direção de onde veio o som.

Daí vejo que caiu uma manga!!!

Veio-me o riso fácil! Lembrei de minha infância... repleta de histórias ligadas à chuva da tarde, à brisa fresquinha, aos ventos que sacudiam as copas das mangueiras e nos presenteavam com o fruto maduro, suculento, saboroso.

E pensei em Isaac Newton... Como teria sido a história da física clássica, a teoria newtoniana, se este célebre cientista houvesse morado em Belém. E se, ao invés da maçã que lhe caiu na cabeça, como conta a lenda, houvesse sido atingido por uma deliciosa manga.

Nem sei se faria muita diferença pra ele...

Mas pra mim fez! Levantei-me apressada e corri para pegar a manga que a natureza me ofertou de presente, antes que alguém o fizesse!

Mostro a manga a minha mãe e ela comenta em tom preocupado:
- Aqui é assim! Há que andar com cuidado... Outro dia uma amiga andava desatenta e caiu-lhe uma manga na cabeça... pegou bem em cheio e foi tão grande o impacto que voou longe sua dentadura e seus óculos se espatifaram. Minha amiga ficou zonza e precisou ser socorrida... É! É preciso ter cuidado! 

Depois dessa, só me restou guardar a manguinha pra comer em casa e agradecer que ela, por gentileza, decidiu cair próximo a mim e não na minha cabeça...
Belém tem muitas histórias... só agradeço...


Sobre a autora:          

JANETE TEIXEIRA DIAS
Possui mestrado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003), graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Pará (1988), graduação em Administração pelo Centro de Estudos Superiores do Estado do Pará (UNAMA - 1983). Concluiu MBA em Gestão de Projetos, segundo as práticas do PMI na FIAP (2012).Possui curso de formação de Personal & Professional Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching(2012). Tem especialização em Psicodrama pela SOPSP e formação como Psicodramatista Didata pela ABPS. Instrutora credenciada pelo SEBRAE/Rj - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. É sócia- diretora da Global Coaching desde janeiro de 2009 e foi sócia-diretora da Gerarh Consultores S A - Geração de Idéias Em Recursos Humanos até final do ano 2008. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Fatores Humanos no Trabalho. Foi Coordenadora da área de Gestão de Carreiras nas faculdades FIAP e Módulo, ambas em São Paulo. Atualmente coordena o Centro de Carreiras do INPG - Instituto Nacional de Pós-Graduação. É Docente em cursos de pós-graduação no INPG. Autora de diversos artigos sobre Coaching, Gestão de Carreiras e Gestão de Pessoas, sendo também palestrante em relação a estes temas. (Informações coletadas do Lattes em 23/06/2016)

Café Poético - Viviane de Cássia

Olá pessoal! 'Simbora' tomar um cafezinho? 



Hoje é dia de poema! E o Café Poético de hoje tem um gostinho especial. 

A Viviane é um encanto! Tive o prazer de ouvi-la em uma formação continuada da qual estava participando e ao longo de sua fala fui me desmontando. Ela prende a gente de um jeito que não dá pra explicar. 

Minha sorte é que eu estava sentada perto dela e antes de sua despedida consegui pegar seu contato. Fiquei ansiosa pra conhecer melhor suas produções. E, ora vejam! Aqui estou para compartilhar com você um pouquinho do muito que ainda vem por aí!

Diferente dos outros posts, no de hoje a poesia será apresentada em vídeo. Obra que faz  parte de um Projeto maior e lindo que está sendo produzido pela autora. 

Por ora, convido vocês a se deliciarem com o poema abaixo, mas se preparem! Porque lindos e profundo! 

(Arquivo Pessoal da Autora Viviane de Cassia)

Se você curtiu e quer conhecer mais da autora e de suas obras. Visite os links abaixo! 


Instagram: @viserena

Não deixe de registrar nos comentários suas impressões sobre este trabalho! Sua opinião é importante para nós! Não deixe de conferir os outros posts do Café poético! Temos lindos versos para alegrar teu dia! 

Beiijos!
Até Breve!

Resenha: S.O.S Mamãe de Primeira Viagem - Amanda Bonatti

Olá pessoal!



Hoje venho trazer a resenha de um livro que demorei um ano para terminar de ler. 

Calma, calminha, calminha. Ele é um livro curto e muito bem estruturado já vou adiantando, mas a moça aqui descobriu que estava grávida logo no início da leitura. Então, foi lendo aos pouquinhos para viver junto com os relatos da autora as emoções. 

Gente, neste livro a autora, Amanda Bonatti, descreve como foi a experiência da maternidade. Desde o momento em que descobriu que estava grávida até o filho estar grandinho e independente.

Curti muito a narrativa, pois a autora traz o texto em tom de conversa, nos chama para dentro da sua experiência e também porque ela fala de verdade sobre a experiência de ser mãe. Não fica somente lado "romântico" da coisa.


Vamos acompanhado a autora mês a mê. Ela fala dos marcos da gestação e da magnífica experiência do parto. Sem dúvida um acontecimento sem comparação na vida de uma mulher.

A Amanda descreveu tão bem seus anseios que me fez refletir sobre a importância que esta leitura teve pra mim enquanto gestante e sobre a importância que teria para leitura de outras mulheres que ainda pensam sobre a maternidade. 
"Quando nos tornamos mães, é impossível não lembrarmos da nossa mãe.
De repente, a gente percebe que um dia também fomos um bebê." (p. 57)
Os fatos descritos pela autora ao longo da obra são reais e comuns a maioria das gestantes e das mamães de primeira viagem e bastante interessante àquelas mulheres que ainda não são mamães.

As vivências da Autora tranquilizam e verbalizam medos, ansiedades, felicidades, angustias, dúvidas e tudo o mais que vocês possam imaginar que habita na mente de uma mulher gestante ou Puérpera*. Portanto, vale muito a leitura. Vale mesmo!


Quando iniciei a leitura não era mamãe, depois descobri que estava grávida e fui lendo conforme as experiências batiam. Terminei já estava com meu pequeno nos braços e cada palavra escrita pela autora-mãe me soava como se tivesse saído de mim mesma (leitora-mãe). 

Demorei pra ler!? Sim demorei, mas foi uma das leituras mais emocionantes da minha vida. Terminei chorando sim porque a Amanda conclui a obra com um capítulo cheio de verdades profundas que tocam fundo no coração de qualquer mãe deste mundo. 


"Um dia você vai olhar seu filho dando aquelas gargalhas gostosas de bebê, e vai ter vontade de guardar para sempre aquele som, só para ouvir a cada hora que sentir saudades." (p.112)

Já estou indicando a leitura para todas as mamães de primeira viagem que conheço e também para as amigas que querem se tornar mamães. Temos uma leitura leve, agradável, um texto bem estruturado sem rodeios e que nos traz uma reflexão de fato muito importante. 

A parte física do livro também está um arraso de bonita. As páginas são amarelas e as letras tem um tamanho bom, que facilita a leitura. e ao longo das páginas temos algumas ilustrações que remetem ao mundo infantil. detalhes sutis e adequados. 

Se você ainda não conhece a autora, não fique aí parado além de ser uma pessoa muito simpática a Amanda tem uma escrita incrível! Tenho certeza que você vai gostar!



Título: S.O.S Mamãe de Primeira viagem
Autoria: Amanda Bonatti
Editora: Autopublicação
Edição:
Ano: 2016
Páginas: 113
Sinopse: O que vem pela frente após a confirmação com as duas “listrinhas” cor de rosa ou a palavra “Positivo” em um exame de gravidez, surpreende e quase sempre gera um turbilhão de sentimentos e dúvidas.  Estar grávida é viver uma aventura mágica de transformação, com choros, alegrias e emoções à flor da pele. É uma aventura que leva à aprendizagem do significado do amor incondicional, iniciando no momento da descoberta da gravidez, passando pelo nascimento e estendendo-se por toda a vida.  Embarque nesta leitura e descubra ou reviva a delícia e a comédia que é ser mamãe de primeira viagem.

Momento Pipoca: Supernatural (Série)

E aí meus pensadores queridos! Tudo bem com vocês? Olhem só quem apareceu de novo aqui.
Sim eu mesmo o Marcio... Depois que a Vanessa anunciou o retorno do Pensamentos Valem Ouro fiquei pensando o que poderia indicar para vocês, mas nunca me veio em mente o que poderia indicar "ela não pediu, fui eu quem quis vir aqui conversar com vocês".
Levou tempo e enfim resolvi indicar um seriado que estou amando acompanhar. Sempre que me lembro olho o Supernatural e espero que gostem. Vamos lá?


Supernatural (Sobrenatural no Brasil e em Portugal) é uma série de televisão norte-americana de fantasia sombria e urbana criada por Eric Kripke produzida pela Warner Bros. Television em parceria com a Wonderland Sound and Vision, que estreou em 13 de setembro de 2005 na The WB Television Network, e depois tornou-se parte da programação da The CW Television Network. A série narra a história de dois irmãos, Sam Winchester e Dean Winchester, interpretados respectivamente por Jared Padalecki e Jensen Ackles, que caçam demônios, fantasmas, monstros e outras criaturas sobrenaturais no mundo. [Leia mais]

Até o presente momento em que estou escrevendo essa postagem, assisti uma temporada inteira - sim são divididos em temporadas - atualmente possuem, se não me engano, doze (12) temporadas e nelas vemos os irmãos Winchester percorrendo o mundo para destruir tudo que interfira no plano que conhecemos como terra. De início percebemos que ambos querem descobrir quem foi que levou a mãe deles e após descobrem que a missão deles vai além dessa descoberta.

Esse é um seriado que recomendo para todos aqueles que não têm medo de suspense e coisas que deixam qualquer um se assegurando para não ir ao banheiro "posso falar assim?". Quando assisti pela primeira vez me encantei com o enredo e não desgrudei até terminar a primeira temporada - vou confessar: levei um século, mas terminei -  e quando terminei fiquei abismado com o conteúdo que tem essa série.

Eu não sou muito de coisas de terror, mas isso fez com que EU mudasse o modo de ver o gênero e, por isso, vim recomendar para vocês. Então fica a recomendação para todos que querem um seriado novo e não deixem de me recomendar algum aí nos comentários "a proposito: Esse seriado se encontra no Netflix".



Então é isso pessoal! Espero que tenham gostado dessa indicação, comentem aí em baixo o que acharam e se for a sua primeira vez aqui no blog, lhe convidamos a seguir e acompanhar as redes sociais do mesmo.

No mais é isso, muito obrigado pela sua atenção e até a próxima.
Tchaau

Café Poético (Kids) - Roseana Murray

Olá gente bonita! Preparados para a 2ª edição do nosso Café Poético Kids? Então vamos lá porque hoje é dia de alegrias por aqui!


Para o Café poético de hoje trouxe um poema muito lindo escrito pela Roseana Murray. A Roseana tem muitos trabalhos voltados para o público infantil e já posso dizer aqui que curo demais o jeito leve que ela tem de nos trazer assuntos dos mais diversos. Se você não conhece o trabalho dela, vale a pena conhecer! 

Bem, eu escolhi um poema que mexeu muito comigo desde a primeira vez que li. Ele está publicado em um livro muito lindo: Receitas de olhar. Por lá você encontra tantas receitas lindas que de tão lindas deixam a vida até mais suave e alegre. Vamos ver o poema?


RECEITA PARA ESPANTAR A TRISTEZA


Faça uma careta
e manda a tristeza 
pra longe, pro outro lado
do mar ou da lua

Vá par o meio da 
e plante bananeira
faça uma besteira


Depois estique os braços
apanhe a primeira estrela
e procure o melhor amigo
para um longo abraço

Roseana Murray




Sobre a Autora


Roseana Murray, nasceu no Rio de Janeiro, em 1950. Graduou-se em Literatura e Língua Francesa em 1973, pela Universidade de Nancy. Publicou seu primeiro livro infantil em 1980 e desde então tem quase 60 títulos publicados. Recebeu o Prêmio “O Melhor de Poesia” da FNLIJ nos anos 1986 (Fruta no Ponto, ed. FTD), 1990 (Artes e Ofícios, ed. FTD) e 1997 (Receitas de Olhar), O Prêmio APCA em 1990 com Artes e Ofícios e também recebeu o Prêmio Academia Brasileira de Letras em 2002 com o livro Jardins em parceria com Roger Mello.Desde 1994 faz parte da Lista de Honra do I.B.B.Y

Fonte
Poema: Livro Receitas de Olhar
Biografia: blog da autora - http://blogdaroseana.blogspot.com.br/

Momento inspirativo #16: Cartas de Romances Fracassados



Falar de Caio é cair em mar calmo que, inesperadamente, te arrebata com uma onda gigantesca, e finda, tristemente, em uma morte, afogada.

Era meados de outubro quando finalmente desisti de lutar contra as correntezas da pureza e beleza mais linda que era cair em seus braços. Lá estava eu, com os cacos reorganizados. Seu sorriso era convincente, o namoro que tanto te impedia havia terminado e suas atitudes mostravam afinco em correr atrás daquilo que queria. Era lindo!

Caio que foi poesia. Não me arrependo de passar noites claras e estreladas, sentada em meio a varanda, enquanto divertidamente escrevíamos textos um para o outro. Caio, que cai nas letras, que se finge de poeta e descrevia uma beleza pura de um algo recém construído.

Caio, que, em tardes ensolaradas, levava-me a campos verdes e floridos, sentava-se em meio ao verde e ensinava-me a beleza da meditação. Ele recitava poesias em suas palavras, cantarolava músicas pouco conhecidas e falava sobre a inebriante viagem que era viver em contato com a natureza.

Caio que tinha os olhos brilhantes, o sorriso largo, a gargalhada que espalhava som pelo apartamento todo. Ele mesmo, que atuava, madrugava para ir ao teatro e vivia em suas cenas. Ele era mil caras, mas no fundo, o mais belo era ele, o próprio Caio.

Caio quem manteve-se comigo e com ela. O qual, sem sobreavisos, despedaçou-me, mais uma vez, ao amanhecer de um domingo e um singelo texto "não deu. Amo minha ex. Segue em frente". Ironia tal que,  em vez de "em frente", me vi andando de ré aos cacos que achava ter reconstruído. 

Caio, do verbo cair, do substantivo próprio que o nomeia, da minha ida e vinda nessa história. Eu cai de amores por você e findei caindo de prantos. Caio, que me fizestes cair.

Ler para um Bebê. Por quê!?


Você já ouviu alguém dizer que gosta de ler desde que era bebezinho? Ou então já ouviu alguém contando sobre as histórias que ouvia quando era ainda bem pequeno? Tenho certeza que sim. Afinal, para alguns de nós as histórias se fizeram presentes desde muito cedo, não é mesmo? (Obrigada papais)

Arquivo pessoal
Mas o que eu quero conversar hoje com vocês é o motivo pelo qual esta leitura se torna tão importante na vida de nossos pequeninos. Há quem diga que quanto mais cedo a criança entra em contato com o livro, mais interessante e efetiva será no futuro sua alfabetização. Correto, mas não é só isso. A leitura abre muito mais caminhos do que podemos imaginar. 

Pesquisas confirmam que desde a 22ª semana de gestação os bebês já podem ouvir a voz das mamães e os pesquisadores estimulam as gestantes cantarem, contarem histórias e conversarem com seus bebês. Tudo isso para criar interação entre a mãe e a criança. E o mais bacana é que há registros de bebês que lembraram de músicas e histórias contadas quando ainda estavam na barriga. Eu mesma conheço um caso assim. 

Mas não é só na barriga! Depois que o bebê nasce este estímulo não pode parar. Por isso, reservar um momento diário de leitura com o bebê é importante porque dentre outras coisas: 

💬Traz momentos de calma: afinal a voz da mamãe ainda traz tranquilidade ao pequeno bebê;  

💬Estimula a audição e a memória: quando contamos histórias o ritmo e a entonação que damos às palavras e à nossa voz criam algo como uma musicalidade para o bebê e conforme vamos repetindo as histórias elas ficam lá guardadas e em algum momento voltam à tona, possibilitando ao pequeno novos momentos de aprendizagem e conexão entre o que aprendeu e o que está aprendendo;

💬Enriquece o vocabulário:  já parou para pensar a quantidade de palavras que podemos encontrar em uma historinha? Imagine quantas delas nossos pequenos registram. Não se espante, pois são muitas.  Se você é daqueles que acha que bebês são dispersos. Se enganou! Pode até parecer que eles não entendem, mas estão ligadinhos em tudo o que acontece ao redor.

Arquivo Pessoal
Mas eles não entenderão a história e não ficam quietos e se mexem o tempo todo? O que fazer? 

Estimule para que se mexam ainda mais!! A forma de comunicação dos bebês é esta. Percebem como mexem as perninhas e os bracinhos quando falamos com eles. Quanto mais se mexem e gritam, mais felizes demostram que estão. Basta você parar e reparar direitinho. Então, se na hora da leitura o bebê está se mexendo e querendo segurar o livro é sinal de que está gostando. Deixe que ele manuseie e vá apontando para as cenas enquanto lê. Eles curtem e acompanham com os olhinhos. 

Para terminar! Um fato importante de ser pensando sobre este estímulo é que, além de ser importante, ele precisa ser prazeroso. Logo, vai ter sim aquele dia em que o pequeno estará mais irritadiço e não demonstrará interesse pelo livro ou pela leitura. E neste caso será válido mudar a maneira de interação ou mesmo deixar a leitura para uma outra hora ou outro dia. Afinal, o que conta é o bem estar e a alegria de nosso pequenino certo!?

Arquivo Pessoal

No primeiro ano de vida os indicados são os Livros de banho, Livros de pano e Livros cartonados, sempre muito coloridos e com figuras grandes. Pois estes o bebê consegue manusear com facilidade e, como estão na fase de descoberta certamente, levarão à boca. 

Os livros de banho, como o próprio nome já revela são de plástico e são indicados para o momento do banho. Os de pano tem vários modelos. Alguns são de feltro onde a criança pode pregar e despregar peças que compõe a história. E os Cartonados, são aqueles com as páginas mais grossas que ajudam na passagem. Mais pra frente tratei detalhes sobre estes livros para vocês! Me aguardem!

❤❤❤❤❤

Bem, quis trazer esta reflexão aqui, pois muitas vezes a gente acha que o mundo dos pequenos é muito distante do nosso, mas não é tão longe assim. O livro pode permear nossas histórias desde muito cedo. 

Aconteceu comigo e já estou vendo resultados com meu pequeno. Não pode ver seu livrinho dando sopa que estica as mãozinhas para pegar. E vale a pena cada sorriso. Então, Se você é tio, tia, dindo, dinda, mamãe, papai ou titia. Corre para estimular a leitura. As crianças merecem entrar nas fantasias que a leitura nos proporciona! 

Beijinhos!



Parceria:
Maria Jacinta de Resende Borges

Animados para conhecer a nova autora Parceira do blog? Então chega mais porque a novidade é bem interessante. Vamos conhecer um pouquinho sobre a vida e a obra da Simpática Maria Jacinta De Resende Borges autora do livro "Os amantes da Gereis" Obra que também marca sua estreia como escritora na literatura brasileira. 

"Matilde e Théo sofrem muito por causa do amor proibido pelo pai da adolescente. 
Será que eles vencerão a luta?"


Sobre o Livro

Sinopse:


Ao salvar Matilde do estouro da boiada, Théo jamais imaginou que sua vida mudaria vertiginosamente a partir desse seu gesto. Quando Matilde conseguiu sair daquela caverna tenebrosa pelas mãos de um garboso e experiente cavaleiro, não sabia que estava prestes a conhecer o amor e atrair para si extremos sacrifícios. A rica herdeira e o esforçado tropeiro logo se apaixonaram. Mas, cedo caíram nas malhas de uma infeliz intriga familiar. A força do amor não foi suficiente para remover os obstáculos que impediriam a união dos dois. O namoro mantido em sigilo e vivenciado em toda sua plenitude traria sérias consequências para eles. O casal enamorado seria capaz de desfazer a trama urdida pelo Coronel Joaquim, pai de Matilde? Até quando eles suportariam o peso daquele segredo? Enfim, o romance vivido intensamente nos sertões das Alterosas, nas primeiras décadas do século XX, poderia ser classificado como uma nova versão do amor de Romeu e Julieta? Só o tempo , como senhor da razão,conseguiria aliviar a angústia dos Amantes das Gerais. 


Sobre a autora



Maria Jacinta de Resende Borges, nasceu em Perdizes, MG. Viveu em Uberaba durante infância e juventude, estudou nos colégios São Tarcísio e São Judas Tadeu, onde concluiu o curso normal. Iniciou seu trabalho como professora no Grupo Escolar Jacques Gonçalves em 1970. Mora atualmente em Sertãozinho – SP onde deu continuidade ao seu trabalho e, paralelamente, aos seus estudos com os cursos de: Pedagogia, em 1986 – Jaboticabal – SP; Didática para a modernidade, em 1996 – Franca - SP ; Bacharel em Direito, em 2007, na UNIP – Ribeirão Preto – SP; Prestou concurso para Diretor de Escola em 1988, assumindo o cargo em 1992, sendo que passou por várias escolas até a sua aposentadoria, em 2010, na EE Professor Bruno Pieroni , em Sertãozinho –SP.


Já estou ansiosa para trazer mais informações sobre esta obra para vocês. Mas enquanto a leitura se faz tem umas informações bem interessantes que você pode obter lá no site da obra. 


Por lá você pode encontrar comentário de leitores sobre o livro, assistir ao book Trailer e ainda se cadastrar para ler as primeiras páginas da obra de forma gratuita! Interessante não é? Então passa lá pra conhecer um pouquinho mais. Eu curti bastante. E loguinho terá algumas impressões aqui para vocês. 

Nossas boas vindas à Maria Jacinta e que nossa parceria seja uma parceria de Sucesso! 

Até breve pessoal!



Momento Pipoca: Stranger Things - 1ª temporada

E aí pensadores! Tudo bem com vocês?
No Momento Pipoca de hoje venho indicar uma série que está atualmente no Netflix e que me deixou sem saber o que fazer. Falo da 1ª Temporada de Stranger Things (já estou assistindo a 2ª temporada).


É uma série de televisão americana de ficção científica e terror criada, escrita, dirigida e co-executiva produzida pelos irmãos Matt e Ross Duffer, assim como co-executiva produzida por Shawn Levy e Dan Cohen, sendo distribuída pela Netflix.

A série se passa na década de 1980, e é altamente tematizada pelos elementos culturais da época, com uma trilha sonora toda remetente aos marcantes sintetizadores da época e inúmeras referências à obras de Steven Spielberg, John Carpenter e Stephen King, considerados as grandes inspirações dos Irmãos Duffer para a realização do projeto. Na trama, um garoto desaparece misteriosamente na pequena cidade de Hawkins, Indiana, e faz seus amigos partirem por sua busca, que, no caminho, encontram uma estranha garota com poderes telecinéticos.

Essa série foi me indicada por uma amiga literária que fiz aqui na blogosfera e quando assisti os três primeiros capítulos fiquei querendo mais. Já vou dizendo para se encaso assistirem, que seja de dia por que isso vicia e você não desgrudará da telinha enquanto não acabar.


Além do mais! Essa série mostra o quanto é importante uma amizade sincera e a união de todos para se ajudarem, mostrando também a rebeldia dos jovens lutando contra a ditadura de seus pais... Um universo que não te deixará em paz fazendo com que se impressione com os mistérios do mundo.

Não posso falar muito dos personagens porque largaria Spoiler na certa. Espero que gostem dessa minha indicação e cuidado com o desconhecido, pois ele pode te deixar sem ar.



Então é isso pessoal! Espero que tenham gostado dessa indicação, comentem aí em baixo o que acharam e se for a sua primeira vez aqui no PVO, lhe convidamos a seguir e acompanhar as redes sociais do mesmo.

No mais é isso, muito obrigado pela sua atenção e até a próxima.
Tchaau

Toque Literário - O âmago em poema


O âmago em poema
por Sheila Cadoso


A poesia deixa-nos leve, nossa alma transformada em luz; É o lapidar da pedra bruta, o poema em essência... Imagine a mente visualizando o algo, e dali, daqui a pouco nasce o belo: O ler, o pensar e o escrever. Não necessariamente nesta ordem, mas confesse, é ou não é um trio maravilhoso da composição literária?

Tens pensado? Coloque-o no papel. Ao lapidar o seu eu surgirá um poema! como o oleiro que com as mãos transforma o barro. Use as suas! Sintonize o seu interior... o seu algo escondido. Que maravilha! Que preciosidade, surgiu uma belíssima poesia. Declame o seu poema! Parabéns, você venceu!

Até breve!

Café Poético (Kids) - Ferreira Gullar

Olá Pessoal!

Hoje nosso café poético é dedicado aos pequeninos. Vocês vão reparar que daqui pra frente estarei alternando as postagens do blog. Vou continuar trazendo as resenhas de costume, mas vou procurar trazer conteúdos que também falem sobre o universo infantil. Afinal, este mundo agora faz parte do meu dia a dia!


E para começar com chave de ouro essa nova modalidade do Café Poético. Resolvi compartilhar com vocês um poema infantil do meu querido poeta Ferreira Gullar. Simbora!?



DOIS E DOIS: QUATRO

Como dois e dois são quatro
sei que a vida vale a pena
embora o pão seja caro
e a liberdade pequena

Como teus olhos são claros
e tua pele, morena

como é azul o oceano
e a lagoa, serena

Como um tempo de alegria
por trás do terror de açucena

-sei que dois e dois são quatro
sei que a vida vale a pena

mesmo que o pão seja caro
e a liberdade, pequena.

(Ferreira Gullar)



Sobre o autor:

Foto: Fernando Marques
Escritor, Poeta, dramaturgo e crítico de arte, biógrafo, tradutor, memorialista e ensaísta brasileiro e um dos fundadores do neoconcretismo. Foi o postulante da cadeira 37 da Academia Brasileira de Letras, na vaga deixada por Ivan Junqueira, da qual tomou posse em 5 de dezembro de 2014. Faleceu no dia 4 de Dezembro do ano de 2016 na Cidade do Rio de Janeiro aos 86 anos 

Fontes: 

Livro: Caminho da Poesia. 1ªed. São Paulo: Global, 2003, p: 39-42 (Coleção Literatura em Minha Casa)
Site: Wikipédia

Minhas leituras X Meu Mundo Azul

Olá pessoal!

Ando sumida não é mesmo!? Mas é por um bom motivo. Afinal ser mamãe e blogueira requer um pouquinho de treinamento. Um tempinho de adaptação sempre faz bem. Não abandonei o Pensamentos, mas tive que deixá-lo em off por algum tempo. 

₢ Vanessa Vieira


Bem, se ser mãe e blogueira já é difícil, imagina ser mãe, blogueira e leitora. Sim, É possível, mas quando os babys estão pequenos temos que rebolar um pouquinho. 

Por isso mesmo, que minha pilha de livros estagnou, não aumenta, porque preciso comprar fraldas, mas também não diminui porque tenho que trocar fraldas. hehehe 

Parece piada né!? Mas é a pura verdade. Minhas leituras atuais estão girando em torno dos livros de banho, livros de Pano e livros infantis. Loguinho vamos conversar mais sobre eles! Vocês já sabem que tenho uma queda pela Literatura Infantil né!? Se eu já gostava, imaginem agora! 

Estou até pensando em aproveitar estas novidades na minha vida para trazer um pouco para nossa conVersa informações sobre o universo literário infantil! Me aguardem!

Mas, enquanto essas novidades não vem, tenho algumas outras coisas bem legais para compartilhar com vocês. Fiquem ligados porque vem parceria nova por aí!!! Nossa caixinha está repleta de novidades! 

Beijinho
Até breve!

Resenha: Ativista (Trilogia Vera Cruz) - Joe de Lima

Ficha Técnica:
Título: Ativista
Autor: Joe de Lima
Editora: Independente
Ano: 2017
Páginas: 424
Idioma: Português
ISBN: B076YBFJD5

Vera Cruz está em guerra. Em meio ao caos dos conflitos, um novo governo se estabelece, instaurando uma ditadura violenta e implacável. Ainda se recuperando, Marcel tem de se preparar para sua próxima missão.Ao mesmo tempo, Camilla e Flora fazem planos para libertar o país. Contudo, o atrito entre elas é cada vez maior. Em meio às festas de fim de ano, Marcel e seus companheiros irão atravessar o país, encontrando novos aliados e inimigos, enquanto lutam para salvar seus familiares e para mudar o destino de Vera Cruz.Na explosiva conclusão da série, Joe de Lima apresenta uma obra cheia de ação, romance, adrenalina, fanatismo político e reviravoltas surpreendentes



Em Ativista, encontramos um caótico estado de guerra em Vera Cruz. Em meio a tal, temos a busca, de Camilla Noble e Flora (Voz Verde), pelo fim da cruel ditadura instaurada. Ainda, encontramos um Marcel Seeder extremamente debilitado, após os incidentes ocorridos no livro anterior, em busca de recompor-se e preparar-se para a guerra que, visivelmente, está prestes a dar seu início. 

Não poderia deixar, em palavras quase iniciais, de falar sobre a paixão que eu tenho pela trilogia. Acredito que o aprendizado maior com obras brasileiras como essa é o de poder visionar, ao contrário do que muitos acreditam, que o país tem sim material literário de qualidade, e sem dúvida alguma, essa trilogia está enquadrada a este rol (extenso).

A narrativa do autor atrai minha atenção pela capacidade de criar situações as quais os leitores não esperam. Quando chegamos a algumas partes, vemos que ainda faltam bastantes páginas e nosso cérebro acredita que está prestes ao fim, mas, adivinhe o que nosso queridíssimo autor consegue fazer? Criar situações, muito bem construídas, para levar a história adiante e dar o ar diferencial da qual esta carrega.

A simplicidade e a capacidade descritiva do autor são, sem dúvidas, um charme encantador para a obra. Sabe aquele livro "gente como a gente", sem dificuldade para a leitura e que te possibilita viajar e imaginar só pelo detalhamento das descrições? Gente, sem dúvidas, essa parte é de chamar atenção porque você consegue criar perfeitamente os personagens e cenários na sua mente, ainda, este segue um processo lógico incrível. Não há confusões na história (ou talvez tenha, mas quem leu vai entender que talvez sejam meras alucinações e algumas gemas (poderes) utilizadas, não?
"A janela panorâmica dava para o jardim da frente. A maior TV holográfica que Marcel já vira ocupava um espaço enorme na parede branca. Uma bela guirlanda fora posicionada acima do aparelho, combinando com a decoração presa à parede.
O canto da sala ganhava vida com uma árvore de Natal de dois metros, enfeitada com bolas coloridas, luzinhas, estrelas, pequenos Papais Noéis, sininhos, fitas de seda e tudo que tinha direito."  
Posso adiantar umas informações bombásticas que, primeiramente, temos a definição de com quem efetivamente Marcel Seedar ficará: Beatriz ou Camilla? Em quem você aposta? Tenho que dizer que, eu, particularmente, apostaria no romance que se desenrola na trama e que fui uma das que amaram o desfecho desse triângulo, quanto a escolha de Marcel.

Quer mais? Não caia na sensação de que é um livro cheio de vitórias aos nossos grandes protagonistas. Se engana quem assim pensa... Os "perrengues" prolongam-se na trama e prepara o lenço que as perdas são de chorar e partir o coração...
"O king's Gambit reduziua altitude e pairou no ar, girando sobre o próprio eixo. Já era possível divisar claramente seu design em forma de seta, voando na direção oposta à qual apontava, bem como as três hélices horizontais no interior de cada asa. Os dois canhões, um de cada lado do corpo principal pareciam mover-se.
Marcel viu meia dúzia de rastros de fumaça surgir na parte inferior do bombardeiro e avançarem na direção da ponte.
-Mísseis!"
Acredito que uma coisa atrativa são os trechos reflexivos, onde vemos um certo lado "pensativo" e cheio de ensinamentos dentro de cada personagem. Conseguimos ver o porquê de algumas pessoas serem e agirem como o são. As motivações por trás de cada personagem. Seu lado humano de erros e acertos. Suas incertezas e dúvidas. Suas mudanças. Seus medos. Vemos um pouco mais íntimo cada personagem e querendo ou não, há um certo ar de livro final que deixa uma saudade imensa...
"-Você não entende, mãe. Todos perto de mim acabam machucados. Olha o seu estado e o do Nil. E isso foi por serem minha família.
- Você é que não entende. Quando uma pessoa é roubada, a culpa não é dela, é do ladrão. As coisas ruins não foram culpa sua. Está indo bem, só pare de tentar carregar o mundo nas costas, é pesado demais - ela tossiu novamente. Voltou a limpar a garganta. Ao recuperar o fôlego, tocou na bochecha de Marcel. - Estou orgulhosa de você, meu filho. O que faz por essas pessoas conta muito. Vou ficar com o coração na mão cada vez que estiver em perigo, mesmo assim, nunca pare. Porque é isso que você é. Um herói."
Porém, por mais que tenha um milhão de elogios, preciso apontar o aspecto que há alguns errinhos mínimos de digitação (não é ortográfico, fica visível que são erros de digitação). Mas nada que atrapalhe o brilho próprio que Ativista carrega.

Sem dúvida alguma eu diria a vocês que devem sim ler esta obra. A trilogia traz características que te farão ficar apaixonado. Que trama! Não deixe de conhecer!




Sobre o autor: Nascido em 1981, Joe de Lima sempre gostou de inventar histórias. Após um início trabalhando com fanzines em quadrinhos, passou a se dedicar à literatura. Publicou contos em antologias das editoras Infinitum, Literata e Buriti, na revista digital Nupo e no podcast Desleituras.
Com Ativista, completa sua série Young adult, também é autor da ficção científica Dragão de Gaia.

 

Curta também

Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas