Momento Inspirativo #8

Pixabay - Geralt

Eu estou só. Eu não tenho ninguém. E temo nunca ter tido. Abraço minha humilde companhia do eu, e caminho pelas ruas de cabeça baixa. Os olhares me intimidam. Temo que tenha um alguém que veja além do superficial e encontre a solidão que acomete minha alma. Eu não tenho mais ninguém. Eu acho que algum dia tive um ou dois alguém por mim, mas hoje não mais. Eu sou caótica demais, entende? Sequer sei quem sou. Vivo em um mundinho paralelo, que é chato por demais. Ninguém aguenta, ninguém fica. E não é que eu queira tudo isso. Tentei sair em um certo dia, mas aí as companhias me fizeram mal. Mas porque, se hoje temo e sofro pelo só? A companhia me matava. Não era eu. Não estavam por mim. Um personagem fictício alegre, que curte a vida e paixões passageiras era tão bem aceito. Mas meu eu, tristonho, chateado, cansado. Paranoico e fissurado em escrever textos tristes. Que vive só, que mal sai de casa e nem um amorzinho meia boca bem vivido tem, não chama a atenção. Eu sou marginalizada. A escória das pessoas do mundo. Eu sou só.

Até!

Lançamentos Editora Paulinas - Julho/Agosto


E hoje é dia de conhecer um pouquinho das novidades da Editora Paulinas

Como sempre a editora nos presenteia com livros infantis, livros com temas Gerais e temas Religiosos. Este mês escolhi quatro obras para compartilhar um pouco mais com vocês. As duas primeiras catalogadas nos temas gerais e as últimas nos temas infantis, que vocês já devem ter notado eu amo demais!

Era uma Vez dentro de Nós - Maria Elisa Moreira




A obra aborda a criatividade e a inovação nos contextos nos profissionais, partindo de uma dimensão fundamental: o indivíduo em busca de si mesmo. Para isso, a autora utiliza-se de narrativas infantis, as quais, segundo ela, favorecem o autoconhecimento e o resgate do potencial criativo da pessoa. Ao longo de três partes - pensar, sentir e agir - Maria Elisa Moreira apresenta alguns aspectos teóricos que sustentam o tema da criatividade, bem como ferramentas práticas que ativam a imaginação. Na primeira parte, aborda aspectos teóricos, como a acepção da criatividade, da cultura e do clima organizacional.  Descreve alguns ativadores criativos, trata do autoconhecimento e destaca a importância da autobiografia como recurso para o desenvolvimento humano, ressaltando, por fim, o significado da vida interior e sua correlação com a vida criativa. Examina, então, como as narrativas, de modo geral, e as narrativas infantis, de modo particular, estabelecem conexões tanto com o autoconhecimento quanto com a criatividade. A segunda parte propõe a leitura de quatro contos: "O Rouxinol", "O Pinheirinho", "O Traje Novo do Imperador" e "O Patinho Feio". Por fim, a terceira parte mobiliza o leitor para agir por meio dos ativadores criativos com exercícios simples e práticos para estimular a sua imaginação e a possibilidade de um olhar criativo em sua vida pessoal e profissional. Um conteúdo bastante útil e diferenciado para líderes e empreendedores, mostrando que é possível potencializar a inovação e versatilidade da equipe de trabalho, lidando com as mais variadas situações do contexto organizacional.  



O Meu nome é Metiam - Antonela Nopoli




O livro narra o caso de Meriam Ibrahim Ishag, uma jovem cristã, condenada a cem chibatadas por adultério, por ser casada com um cristão, e à morte por enforcamento por recusar-se a renegar a sua religião. Denunciada por um suposto meio-irmão, a quem nunca antes vira, seu julgamento mobilizou ativistas ligados aos direitos humanos, levando a notícia a jornais, televisão e redes sociais, na esperança de influenciar a decisão do tribunal. Mãe de um menino de um ano e meio, Meriam estava grávida e deu à luz à pequena Maya na prisão, acorrentada, enquanto seus advogados preparavam um recurso ao Tribunal de Segunda Instância e a jornalista italiana Antonella Napoli entrava novamente em ação, relançando a campanha pela sua libertação, envolvendo políticos e voluntários em defesa dos direitos humanos. Meriam nunca pensou em se tornar um símbolo, mas sua postura, decidida a enfrentar qualquer pena para defender sua dignidade e proteger a liberdade de escolher e crer na própria religião, serve de exemplo e alimenta a fé de todos que sofrem perseguições e violência devido à intolerância religiosa.  


Era uma vez duas casas - Claudio Martins



O novo livro de Cláudio Martins conta a história de uma casa que não tinha paredes, mas possuía muitas janelas. Não tinha teto, mas uma infinidade de telhas. Não tinha chão, mas havia madeira por todos os lados. Uma casa assim chamou atenção de muita gente, e surgiram algumas ideias... Coisas inesperadas podem acontecer quando mudamos o nosso olhar para o que está à nossa volta. Esta narrativa fala de ecologia, preservação ambiental, respeito, sensibilidade e solidariedade.








Reconto que passa





Por que Dona Baratinha está chorando? Tendo como referência a tradicional história infantil da Dona Baratinha, o livro convida o leitor a se divertir com as imagens e associações lúdicas típicas da nossa tradição oral, que atravessam o tempo e alimentam a imaginação das mais diferentes gerações.
   








Aproveitando a oportunidade. Vamos falar de Bienal do Livro? 

Pois é minha gente está chegando a grande festa. Infelizmente não estarei presente, mas vários parceiros nossos estarão e entre eles a escritora Elysanna Louzada que tem um livro infantil, "Eu sou o galo", publicado pela Editora Paulinas. Não poderíamos deixar de mencioná-la neste post!


 Sucesso Editora Paulinas, sucesso Elysanna! 
Vou ficando por aqui minha gente! 

Até breve!

Essential Books - Agosto

Olá pessoal!

Essential books,Foto vanessa Vieira, Blog Pensamentos Valem Ouro, fotografia, blog , literatura, fotos

Hoje temos aqui no blog mais uma edição do Projeto Essential Books. Um projeto fotográfico Literário que  me cativou desde o início porque tem a cara da literatura e nos traz desafios bem interessantes!  

E por falar em desafios o deste mês é fotografar a Essência do escritor favorito, eu confesso que não sei se consegui fotografar a essência dele porém, conseguir mostrar a essência do que ele é para mim. Acho que é uma grande coisa hein! (risos)

O escritor que escolhi foi o Poeta Vinícius de Moraes


Sempre que lembro de Vinícius três palavrinhas me vêm a mente. Amor, música e poesia. Ele foi um escritor que uniu muito bem os encantos da vida e foi pensando nisso que fiz minhas fotos para o desafio deste mês. Três fotos, três palavras, mas com grandes significados pra mim!


Amor, vida, livros, poesias,
AMOR

Amor, vida, livros, poesias,  música
MÚSICA

Amor, vida, livros, poesias,
POESIA

Eis o desafio do mês. E você já pensou qual e a essência do seu escritor favorito? conte pra gente aqui no blog! Vale a pena pensar sobre o assunto.

Até a próxima!

Resenha: Traços- Eduardo Cilto

E aí pessoal! Tudo bem com vocês? Hoje vim indicar mais uma leitura, mas primeiramente eu gostaria de agradecer a Vanessa pela oportunidade de ler e claro resenhar esse livro aqui para vocês... Já adianto que esse livro é nacional e é de um Youtuber.

Título: Traços
Autoria: Eduardo Cilto
Editora: Planeta      Selo: Outro Planeta
Gênero: Aventura / Ficção / Jovem adulto / Literatura Brasileira / Romance / Suspense e Mistério
Ano: 2016
Páginas: 273
ISBN: 9788542207477
Sinopse: Quando Matheus aceitou acompanhar Beatriz na festa do colégio, jamais imaginou que terminaria a noite participando de um ritual místico (de veracidade duvidosa) para saber o que o futuro reservava para ele e a amiga. Assim que as velas que os cercavam se apagam e uma resposta esquisita encerra a cerimônia, Beatriz leva o resultado a sério e entende que deve fugir da cidade pequena para se encontrar com seu destino nas ruas da capital de São Paulo. Perdido no meio de tudo, Matheus é obrigado a repensar o que considera certo ou errado quando é convidado para participar do plano maluco de fuga e decide que precisa passar por cima dos limites impostos pelos pais para finalmente ser capaz de entender quem realmente é. Os dois amigos partem sozinhos para São Paulo e carregam consigo não somente as malas nas costas, mas também o peso de todos os problemas que achavam que estavam deixando para trás. Sem ter ideia do que estão enfrentando, Matheus e Beatriz descobrem mais sobre si mesmos, criam, quebram laços e encaram desafios que jamais pensaram que confrontariam enquanto contavam as moedas para realizar esse grande plano que iria mudar suas vidas para sempre.

Como já disse "logo de início" esse é um livro nacional e é de um Youtuber! Quando soube que esse autor iria lançar um livro, fiquei maluco querendo ler a obra, mesmo não sabendo do que se tratava queria em minha estante. Foi aí que em um bate-papo com a Vanessa comentei sobre o livro e nesse momento ela me convidou para ser seu colaborador.

De início não acreditei, mas aos poucos foi caindo a ficha! Na hora que chegou o livro, fui correndo desfrutar da leitura. Confesso que eu queria que a história continuasse, pois é tão boa que eu não queria parar... Em TRAÇOS conhecemos em primeira pessoa do singular na visão de Matheus como é o seu dia a dia. Ele é aquele tipo de garoto que não se enturma ou melhor fica em casa curtindo a família "que em nossa visão é uma pessoa caseira". Até que um dia sua amiga Beatriz o convence a ir em uma festa para que ela não fique sozinha e com tanta insistência ele acaba aceitando.

Chegando lá ele encontra seu amigo Ivo e sua namorada Fernanda que estavam fazendo um lanche, logo em seguida chega Beatriz que estava "na visão dele" linda! Sim pessoal Matheus é apaixonado pela Beatriz, mas esse amor não é correspondido, pois ela não o vê com outros olhos. Entre um bate-papo e outro eles acabam bebendo Vodca e Matheus fica mal, mas para não aparentar o que estava acontecendo entra em uma sala e alguns minutos depois flagra uma cena que não esperava, mas o fez sair daquele lugar.

"A noite é mais do que o próprio dia, porém escuro."

Ao se reencontrar com seus amigos conversam sobre o destino de cada um deles, Fernanda se vira para Beatriz e diz que, se ela quisesse, poderia descobrir o que aconteceria com ela, mas para isso Beatriz teria que entrar em um ritual... Para você que não está entendendo, Fernanda se considera uma bruxa e por isso falou para Beatriz entrar em um ritual.

Sem pensar Beatriz aceita fazer esse ritual e parte para a casa da Fernanda, mas com medo convence Matheus a fazer também e não tendo outra escolha ele aceita. Nesse ritual a bruxinha entrou em um tipo de transe e pensando que estavam brincando Matheus se virou para ir em bora até que Fernanda começou falar que o destino de Beatriz estava muito longe e ela não estava fazendo nada certo.

"Existe uma estrada a seguir, um coração a afundar e um destino a cumprir! Afaste-se e veja a verdade. Trace seu caminho!"

Em seguida Fernanda acaba desmaiando e parando no Hospital! Já Beatriz ficou pensando sobre o que Fernanda havia falado e não aparece no outro dia na escola. Mas em uma mensagem ela chama Matheus para conversar em uma Igreja abandonada. Nesse lugar ela fala que irá fugir para São Paulo em busca do seu ídolo da internet convidando Matheus para ir junto nessa jornada.

Ao saberem do ocorrido com Fernanda os pais de Matheus acabam por castigá-lo e ficam chateados com o que tinha acontecido, pois não era esse o garoto que eles conheciam. Com todos esses acontecimentos e com a cabeça quente Matheus acaba aceitando o convite de Bia partindo assim para o desconhecido "não tão desconhecido assim, pois Matheus já morou em São Paulo quando era criança, mas com alguns acontecimentos eles acabaram se mudando para o interior"... Nesse caminho para descobrir o destino eles acabam se conhecendo um pouquinho mais e juntos se aventuram em coisas jamais inimagináveis.


Esse é aquele tipo de livro que relatava a nossa realidade, mostra o preconceito na cara dura. Além de mostrar também casos que acontecem hoje em dia "sim esse livro é baseado nos tempos atuais". Podemos perceber que o Edu colocou o seu mundo nesse livro e ficou uma história muito bem elaborada. Confesso que não achei nenhum ponto negativo e olha que reparo muito bem nessas coisas! Quanto a editora esse é o meu primeiro contato que tenho com a Planeta e gostei muito do modo que eles fazem suas obras.

O livro todo é bonito, tem uma fonte muito boa, cada início de capítulo temos o número e o desenho de uma cidade. Já a divisão de cena é tipo uma linha desenhada em circulo e não achamos erros ortográficos. A princípio, está muito bem revisado. Também vemos temos algumas conversas que Matheus faz, mas mostra em um balão preto. Já o final da leitura lhe deixa de boca aberta e você não sabe mais o que fazer.

Enfim o livro é demais! Só não favoritei, pois achei que não merecia tudo isso, mas é muito bom. Mega recomendo para vocês que adoram uma bela leitura e claro para queles que gostam de livro nacional... Não vou falar o que o título tem haver com a história por que se não é Spoiler na certa e assim estragará a leitura de vocês, mas entenderam com o decorrer dos acontecimentos.

Sobre o autor
Eduardo Cilto sempre se identificou mais com personagens de livros do que com as pessoas que conhecia. Nascido em 1996, na cidade de Santo André/SP, ele passa boa parte do seu tempo deslizando os olhos entre as páginas e tem o costume de inventar histórias sobre as pessoas que vê na rua.
Em 2012, sua paixão por livros o levou a criar um canal no youtube (youtube.com/perdidonoslivros), onde expressa suas opiniões e surta sobre seus personagens favoritos junto com mais de 200 mil seguidores.

Então é isso pessoal! Espero que tenham gostado de minha resenha e vamos espelhar alguns Traços por aí.
Até a próxima! Tchaau

Lançamentos Planeta - Agosto


Hoje é dia de falarmos de lançamentos de Agosto da Editora Planeta. São muitos minha gente, mas eu ecolhi alguns que me chamaram a atenção para compartilhar aqui com vocês. Mas fiquem ligados em nossas Redes Sociais por lá vamos compartilhar os demais títulos hein! Por hora se preparem porque vem muitas novidades por aí viu! 


Desejo Concedido - Megan Maxwell








Na Inglaterra do século XIV, após a morte dos pais, a jovem lady Megan Phillips, de vinte anos, segue uma vida tranquila, focada na educação e na criação de seus dois irmãos mais novos.  Para fugir de um casamento arranjado por sua tia, Megan e a irmã, Shelma, vão para o castelo de Dunstaffnage, na Escócia, onde vive seu avô Angus de Atholl, do clã McDougall.   Anos depois, durante o casamento de um de seus primos, Megan – uma mulher aguerrida, pronta a empunhar uma espada pra defender sua família e que não se dobra por nada e nem por ninguém –, conhece o temido guerreiro de olhos verdes Duncan McRae – um homem acostumado a liderar exércitos, mas que nunca esteve preparado para enfrentar o gênio forte de uma mulher. O destino trama contra (ou a favor de) Megan, que, contra a sua vontade, acaba se casando com Duncan.  Conseguirão os dois se entender e seguir a vida como um casal feliz? Ou viverão às turras, como se estivessem num campo de batalha? 



Destino, Liberdade e Alma - Osho








Em Destino, liberdade e alma, Osho aborda questionamentos profundos que vivem na mente de todos os seres humanos, tratando de dúvidas sobre alma, imortalidade, karma, destino, liberdade. Será que nossa vida tem um significado ou um propósito especial?  Baseada em palestras proferidas por Osho ao longo de sua vida, esta série lhe permitirá vivenciar a sabedoria dele diretamente da fonte.







Renato Russo: O filho da Revolução - Carlos Marcelo




A mais completa biografia do vocalista da Legião Urbana ganha edição revista, atualizada e ampliada pelo autor. Escrita a partir de mais de cem entrevistas e de pesquisas realizadas ao longo de nove anos, Renato Russo – o filho da revolução narra, de forma fluente e minuciosa, a transformação do adolescente Renato Manfredini Junior no maior ídolo do rock brasileiro. A vivência intensa em Brasília sob a ditadura militar nos anos 1970 é reconstituída em detalhes neste best-seller lançado em 2009, presença constante na lista dos mais vendidos de não ficção daquele ano. Manuscritos com os planos ambiciosos do iniciante.
Renato e os rascunhos de sucessos como Tempo perdido e Eduardo & Monica também são reproduzidos com exclusividade, bem como as letras vetadas pela Censura Federal. Além dos depoimentos de integrantes da Legião, Capital Inicial, Plebe Rude, Paralamas e de outras bandas da era de ouro do rock nacional, a nova edição inclui capítulo inédito elaborado a partir de entrevistas com amigos e colegas, como Marisa Monte, que trabalharam e conviveram com Renato Russo no período final de sua vida, encerrada prematuramente aos 36 anos, em 11 de outubro de 1996. Lembranças e histórias do maior ídolo de sua geração e que, com a sua poética incisiva e lírica, continua a fascinar – e a emocionar – jovens de todas as idades.



Vencer apesar das dificuldades - Charles Swindoll









O ritmo da vida e suas exigências ficam cada vez mais intensos. E, para muitos, tempos difíceis trazem as crises. Este é um livro de encorajamento, esperança e liberdade, um convite à reflexão e ao entendimento para buscar soluções. Se você foi atingido por um golpe imprevisto ou se está percebendo a aproximação de nuvens agourentas no horizonte, provavelmente precisa de alguém para ajudar a superar as dificuldades.
'Vencer apensar das dificuldades' se apresenta como a ajuda perfeita para resolver qualquer problema. O autor dos best-sellers 'O poder da esperança' e 'Vivendo provérbios' propõe soluções para lidarmos com problemas como o casamento, dúvidas, preconceito, a dor e até mesmo a morte. Muitos problemas são imprevisíveis e fogem de nosso controle, porém a solução só depende de você.


O órfão de Hitler - Paul Dowswell







Piotr é um menino polonês quando os nazistas invadem seu país e matam seus pais. Seu destino parece traçado: viver num orfanato, sendo depois oferecido para trabalho escravo. Mas seus olhos azuis, seu cabelo loiro e sua pele clara fazem dele um exemplo da raça pura, um modelo para a Juventude Hitlerista. Então, os alemães o entregam a uma família nazista.
Só que Piotr, que nunca deixa de se sentir estrangeiro junto a sua nova família, começa a formar seus próprios conceitos sobre o que vê e o que lhe é dito. Ele não quer ser um nazista. E então assume um risco – o mais perigoso que poderia escolher na Berlim de 1942.
Vencedor de seis prêmios e finalista de outros dezesseis, este romance de Paul Dowswell parte de uma pesquisa meticulosa para uma narrativa cheia de reviravoltas, trazendo à tona um ângulo diferente dos horrores da Alemanha nazista. 



Depois do fim - Daniel Vovolento








Como fica a minha vida depois de você? Como é que a gente faz para esquecer alguém? Os primeiros vestígios do fim, as despedidas, deixar alguém, ser deixado, o recomeço, a necessidade de se acostumar a viver sozinho de novo, os flashbacks, as ligações de madrugada, a falta que persiste, os novos encontros, os velhos encontros, a gente encontrando a gente, um mundo novo surgindo, a luz no fim do túnel. Em Depois do fim, Daniel Bovolento conta a trajetória de todo mundo que terminou alguma coisa e tem que aprender a lidar com as diferentes dores e superações de quem perdeu um amor. São 50 textos em que se misturam crônicas e desabafos sobre recomeço, aprendizado e a esperança de um novo final feliz. “Cada um de nós encontra uma maneira diferente de encarar o fim. Cada um de nós passa por fins diferentes, por mais que tenhamos tido histórias parecidas.”


Cavalo de Troia 5 - JJ Benítez









Em 1973, numa operação ultrassecreta chamada Cavalo de Troia, dois astronautas voltaram no tempo e presenciaram a Vida, Paixão, Morte, Ressurreição e “Ascensão” de Jesus de Nazaré. Nessa emocionante viagem, o leitor é transportado à Palestina do ano 30 e compartilha todos os riscos e os intrincados e incríveis acontecimentos, como testemunha ocular dessa grande aventura que envolve a verdadeira história do Mestre.
Em Cavalo de Troia 5, J. J. Benítez segue a transcrição do Diário do Major da Força Aérea dos Estados Unidos. Jasão – o Major –, enterrado vivo, consegue libertar-se e retoma sua missão em Nazaré e depois ruma à Cesareia para reencontrar o governador romano Pôncio Pilatos. O objetivo é aprofundar-se na perturbada personalidade do carrasco de Jesus de Nazaré, o homem que julgou e mudou o rumo dos acontecimentos para sempre... E em sua terceira aparição na Galileia, o Mestre rememora sua mais importante mensagem:
 “Amai aos homens com o mesmo amor com que vos amei. E servi vossos semelhantes como eu os servi. Servi a eles com o exemplo... e ensinai os homens com os frutos espirituais de vossa vida. Ensinai-lhes a grande verdade... Levai-os a crer que o homem é um filho de Deus... um filho de Deus! O homem é um filho de Deus e todos, portanto, sois irmãos... Meu amor vos envolverá. Meu Espírito e minha Paz reinarão sobre vós. Que a paz seja convosco.”


E aí, animados? O mais interessante é que a editora além dos lançamentos está com uma lista muito bacana de reimpressões. Vale a pena se ligar nas redes da editora e conferir de perto as novidades viu! =) 

Nossas escolhas para este mês foram dos livros "Desejo Concedido" que será lido pela Marcelle e "Renato Russo: O filho da Revolução" que será lido pela Luciana! Então, loguinho teremos resenha por aqui hein! 

Beijinhos!

Resenha: Drácula Apaixonado - Karen Essex




Titulo: Drácula Apaixonado
Autoria: Karen Essex
Idioma: Português
Tradução: Márcia Alves
Editora:  Record
Ano: 2013
Números de Páginas: 392
Gênero: Romance estrangeiro
ISBN: 978-85-010-9204-5
Sinopse: O ano é 1980, e a jovem professora Mina Murray está comprometida com o homem dos seus sonhos. Mas seus frequentes pesadelos estão prestes a revelar algo que há séculos atormenta sua alma: ela é objeto de desejo do intrigante conde Drácula. Quando o noivo parte em uma viagem a trabalho, ela decide passar um tempo em Witby com sua querida amiga Lucy e a mãe dela. Mas então coisas terríveis acontecem, e Mina é levada em uma viagem mítica muito além da compreensão humana, na qual se vê obrigada a tomar uma decisão adiada por quase um milênio. 



Fantástico! Se houvesse a obrigatoriedade de descrever tal livro em uma única palavra, usaria desta ou de adjetivos similares a tal. Não há como não terminar a leitura sem estar boquiaberto com o Tudo que é e que envolve a trama. Pois, caros leitores, se vocês assim como eu têm uma quedinha por histórias dominadas pelo sobrenatural, e ainda mais, adoram o bom e tradicional vampiro protagonista, preparem-se para um enredo com boas doses disso tudo e fora de todos os padrões de livros desse estilo do qual já tive o contato ou prazer de ler.

A história se passa no ano de 1980, e conta acerca da professora Mina Murray. Típica exemplo de dama da época, Mina é uma jovem professora que trabalha em um colégio que tem como especificidade ensinar às meninas como “portar-se e ser uma dama”. Ou seja, aulas de bons modos, de comportamento. Ia de postura ao caminhar a como segurar uma xícara. E, obviamente, Mina era dotada de todos os atributos de uma perfeita dama. E como prova de sua exemplar postura, estava noiva de um importante advogado.

Uma vida perfeita, segundo suas concepções. Porém, a jovem desde pequena era amedrontada por uma série de pesadelos, que acreditavam-se pois ser fruto da imaginação desta ou de um pacto seja lá com quem quer que fosse.

Porém, tudo começa a mudar quando, após seu noivo ir fazer uma viagem a trabalho, que aliás prometia melhorar as condições financeiras do apaixonado casal, ela viaja para Witby, em visita a uma antiga e queria amiga, Lucy, e sua mãe. E aí, a vida “perfeita” da nossa protagonista começa a ir por um caminho diverso ao planejado. Terríveis acontecimentos a reservam e inesperadas surpresas surgem, mas acima de tudo, um mundo místico e paralelo abre-lhe as portas, a induzindo a uma difícil escolha (que é de se tirar o fôlego).


A história não é só mais uma acerca de seres sobrenaturais apaixonados por meros mortais, e o tradicional drama. Longe de tudo isso. Nada mais justo que iniciar pela “ferida” mais tocada: a posição da mulher na sociedade. É perceptível que há um ar de transitoriedade de mentalidade que é focado no preconceito e na submissão a que as mulheres viviam e ao nascimento de seus desejos por mudança.

Ao meu ver, na maior parte do livro, Mina é o exemplo perfeito para qual, na época, deveria ser o comportamento da mulher. Mas também a uma série de outros exemplos que destacam diversos pontos da sociedade da época. A mulher não tinha vez, nem voz e nem nada. Eram julgadas muito mais fracas que os homens, que biologicamente estariam predestinadas a submissão e que seriam culpadas pela fraqueza de seus filhos. Aliás, a mulher tinha sim espaço, na posição de boa mãe e esposa. O mercado de trabalho inseria as muito pouco (e ai de quem engravidasse... Demissão, na certa!)

O erotismo vem a acrescentar, ao meu ver, à questão da tentativa feminina de emergir nessa sociedade. Acrescenta pois o quesito de a mulher tanto sentir quando poder sentir prazer. Mas ainda assim, acerca do preconceito e da diferenciação, ficando claro que na época, o homem poderia sair com outras mulheres tendo por julgo apenas o seu eu. Já na situação de a mulher, esta tinha todo um julgado moral-social e julgadas em seus valores. A ressalva vem também, pois, na visão de que o sexo era um complemento ao amor, aos sentimentos relacionados a outra pessoa. Como um elo entre ambos.

"Eu fitava as chamas que faziam ressurgir imagens e lembranças dos meus primeiros dias com ele neste mesmo quarto há tantas vidas passadas. Não existe explicação para o amor; nenhuma palavra que seja dita se compara com sua silenciosa alegria. E se isso era verdade no nível do amor comum entre dois mortais — caso o amor possa ser considerado comum —, então era mais verdadeiro ainda em se tratando de um amor que se metamorfoseou em diferentes corpos e em diferentes eras ao longo dos séculos." (p. 262)

Eu acho difícil ter opiniões acerca de personagens quando a história se passa em uma época diferente. É fácil, aliás, julgar segundo os valores e opiniões que tenho, tanto tempo depois, não? Porém, eu preciso dizer-lhes que há momentos que eu realmente não simpatizava com a protagonista. Talvez pelo meu sempre apego às heroínas valentes e corajosas, há momentos que eu acho ela muito “mimimi”, ou seja, necessitando de boas doses de coragem. Mas assumo que, contradigo-me totalmente quando “esta mulher” me conquista nas últimas páginas. Ela se transforma totalmente e se torna a protagonista que eu tanto esperei que surgisse bem antes.

E o ponto que, dentre tantos, conquistou-me ainda mais foi na utilização de um personagem lendário. Drácula é um clássico histórico, que em todos os cantos se tem conhecimento da história, e eu diria que foi muito bem usado. Foi um perfeito misto entre atributos comuns a ele, mas que ficaram inseridos em uma contextualização e história que o transformava totalmente, deixando um elo entre ambos, mas sem soar mais uma cópia qualquer.

É marcante quando se retrata os hospícios e os tratamentos da época. Não irei expor os motivos que nos levam a tal cenário para não estragar a leitura daqueles que ainda não a fizeram, mas acredito está longe de spoilers dizer que nada é o que parece. Sem dúvidas, é cruel imaginar as atrocidades ocorridas e principalmente, em questão histórica, às atrocidades ocorridas em “prol da ciência”. Quantas bizarrices não foram acobertas? Quantas atrocidades não aconteceram dentro das paredes de hospitais, hospícios e similares? É cruel e difícil pensar a respeito, não?!

O final é arrebatador. Eu fiquei um tanto chocada com o desfecho, para ser mais franca. Como dito, eu não a achava tão valente assim. Eu esperava um clichê qualquer dos quais costumamos ver, mas claro, a autora conseguiu simplesmente encerrar de uma forma a não ter “pecado” em nenhum trecho do livro (estava esperando mais uma decepção no final porque tem uma grande parcela que me aborrece demais com os finais, que estragam todo o enredo). Simplesmente foi concluído de uma forma que o leitor fica boquiaberto, não espera e acaba que faz todo o sentido, sem ficar sem nexo ou inadequado à história. Bom do começo ao fim.


Resenha: Fugitivos - Carlos Barros

Olá!! Hoje venho trazer para vocês, a resenha de um livro incrível. Se preparem, segurem o coração e embarquem comigo nessa incrível aventura.



Título: Fugitivos
Autoria: Carlos Barros
Editora: Giostri
Gênero: Romance
Ano: 2015
Páginas: 647
ISBN: 9781500257415
Sinopse: De onde vem a amizade? O que é necessário para se ter uma vida melhor?  Caio, um carioca de 15 anos, perdeu os pais em uma tragédia e foi morar com a avó em Belo Horizonte. Cheio de traumas, causados pelo incidente que vitimou sua família, ele não tem mais desejo de retomar sua vida. Fernanda, de 15 anos, protege seu irmão Jonas, de 11 anos, do temperamento violento do pai. Ela se apaixona por Caio, e este por ela. O sentimento que nutrem, será o catalizador de uma briga que colocará em risco a segurança dos dois. Gabriel, de 17 anos, e Bianca, sua irmã de 5 anos, perderam a mãe, por ela ser viciada e ter sofrido uma overdose, e o pai está preso. Ficam sob a tutela da Justiça e do irmão mais velho, de 20 anos, que apoia o pai em planos escusos para melhorarem de vida.  Em Fugitivos, acompanhamos o amor nascer entre Caio e Fernanda, e a força da amizade que surge entre os cinco jovens, de forma tão intensa, que o drama de cada um deixa de ser individual e passa a ser de todos. No momento em que suas histórias se misturam, eles precisam fugir para salvarem suas vidas. Nessa corrida emocionante, que atravessa os estados de Minas Gerais, Bahia, Alagoas e Pernambuco, mais de dois mil quilômetros, iremos descobrir seus sonhos, seus medos, suas tristezas e suas alegrias, tudo envolto por muito suspense, perigo, romance e reviravoltas surpreendentes.

Ganhei o livro Fugitivos num sorteio. Quando li a sinopse, a primeira coisa que pensei, foi que deveria ser um livro infanto juvenil e que a sinopse já me contava quase tudo sobre as personagens, então, não me animei muito a ler... 

Quando o livro chegou às minhas mãos, confesso que me deu uma preguiça enorme de ler, por conta das mais de 600 páginas. E aí como eu precisava de um livro de mais de 400 páginas para ler em um desafio literário, resolvi resgatá- lo da estante e começar a leitura. E quão grata foi minha surpresa!!! A leitura fluiu rapidamente e em poucos dias o livro estava terminado e eu apaixonada. 

O livro conta a história de 5 amigos: Caio, Fernanda, Jonas, Gabriel e Bianca. Crianças e jovens que se unem em busca de superar suas dificuldades e constroem uma sólida e encantadora amizade.

Caio chega a BH, para morar com sua avó e logo conhece Fernanda e eles se apaixonam à primeira vista. É muito bonito acompanhar como esse amor vai se construindo aos poucos. Aqueles momentos em que você fica com o sorriso torto, lembrando de como foi quando você descobriu o amor. 

"Com hesitação, Fernanda aproximou-se e o abraçou. Alguns fios de cabelo resvalaram nos olhos de Caio, ao mesmo tempo em que ele sentiu o aroma do perfume e o toque do rosto dela no seu. Eles piscaram e, por um momento que desejaram ser mais duradouro do que apenas um segundo, sentiram um pequeno choque, que fez seus corações aumentarem o compasso da batida."

Caio é um sobrevivente. E ele se agarra ao amor de Fernanda para conseguir seguir em frente. Fernanda é forte. Luta como uma leoa pra proteger o irmão menor, do próprio pai.  

Jonas, me fez rir muito. Ele parece tanto com meu filho! Aquele momento da vida em que não se é nem criança e nem adolescente e em que eles vivem naquele meio termo. E é suportando as piores dores, que ele cuida da irmã também.

Bianca é uma fofa. Apenas 5 anos, é alegria do grupo. A inocência da infância, manchada pelas dores da vida é muito forte nela. Duvido seu coração não derreter com essa menina.

Gabriel é só um menino de 17 anos, mas ainda assim é um homem. Trabalha, sustenta a casa, cuida e cria a irmanzinha. É uma fortaleza para todos eles.

A verdade é que ainda que eu tenha achado que a sinopse me contava muito, o livro encanta com muuuuuitas outras surpresas. A história vai se desenrolando e acontecimentos inesperados vão surgindo! 

Essas 5 crianças passam por tantas coisas... E em muitos momentos me perguntei se eles conseguiriam ser felizes. O autor quebra o nosso coração muitas vezes, mas logo depois, ele dá um jeito de reconstruir... 

Eu chorei em muitas partes. Reconheci tantas histórias de verdade. Quantas e quantas crianças não passaram por coisas assim? Quantos relatos tristes eu já ouvi de crianças? A diferença das minhas crianças, da vida aqui de fora, é que eles não têm a força de se reconstruir que os meninos de Fugitivos têm. Porque eles lutam, viu? E como lutam!

Mas ainda que a vida deles seja mais do que muito de nós suportaríamos, eles ainda são crianças que brincam, se divertem, descobrem o amor... E ainda vivem imensas aventuras no caminho! Eles vão se conhecendo, a amizade vai se solidificando, vão aprendendo a confiar e a contar uns com os outros. E é quando eventos levam à que eles corram perigo de vida, que eles começam sua grande trajetória!!!

Você vai conhecer muitos lugares do Brasil. Se já os conhece, vai se reconhecer neles, e se como eu, nunca foi muito além, descobrirá os prazeres de viajar pelo país. Conhecer cada cidade, lugares especiais... Carlos nos conta com maestria, e faz realmente que a gente viaje pra dentro do livro...

Fugitivos vai te fazer rir, se emocionar, ficar com raiva, de boca aberta, apreensiva, de coração apertado.... Enfim, encantada e com uma saudade enorme da simplicidade da infância e das descobertas da adolescência.. Vai te fazer lembrar das verdadeiras amizades, do que isso significa. 

Você vai se pegar mandando uma mensagem para aquele amigo que não vê há muito tempo, mas que viveu tanto contigo e se dar conta do valor de quem está ao seu lado... 

Não, meus amigos. Não dá pra não ter o coração tocado por esses meninos. 
Ninguém é o mesmo, depois de ler Fugitivos...

Leiam, leiam rápido e se preparem para vivenciar enormes emoções!

Abraço!

Parceria com autores: Camila Pelegrini


Olá! Estamos aqui para apresentar a vocês a autora Camila Pelegrini, nova autora parceira aqui do Pensamentos. Tive a oportunidade de conhecer o trabalho da Camila pelo Facebook fiquei encantada com o carisma dela não pensei duas vezes em me inscrever para a seleção de parceiros. E aqui estamos nós apresentando a vocês um pouquinho do trabalho dela e nos preparando para muitas novidades! 



Sobre a autora:


Com um sonho na cabeça, uma caneta na mão e alguns cachorros nos pés, Camila Pelegrini (23 anos), estudante de direito e professora de inglês, descobriu-se também escritora. A jovem autora de Sombras do Medo acredita que livros possuem mais força do que todos os X-MEN reunidos, e por isso, une em suas obras as suas maiores paixões: literatura, animais, mistério e a esperança de um mundo melhor.

Neste primeiro momento de parceria com a autor traremos para vocês nossa impressões sobre o livro Zoe. Deixei a sinopse aqui abaixo para que vocês já possam se familiarizar com obra! Vejam:






Sinopse:
O que você acha que seu cachorro diria sobre a sua vida? Como ele contaria sua história?  Bem, a sua eu não sei, mas a de Melissa, Zoe revelou perfeitamente. Após ser resgatada da rua, a cachorrinha mais sábia de todos os tempos acompanha a trajetória de sua nova família, relatando a história do fim de um amor e do começo de outro, apontando suas dúvidas sobre os erros humanos e fazendo das menores coisas do dia a dia a sua felicidade infinita.  É mais do que um romance. É um ensaio sobre a amizade, a fidelidade e o amor em sua forma mais pura. É Zoe salvando aqueles que um dia a resgataram. Seja bem vindo à história de uma vida retratada "Aos olhos de Zoe".

Skoob

E aí! Curiosos!? Já leram alguma obra da Camila? Conte pra gente ali nos comentários!

Ahh!!! Aproveitando este momento aproveito para agradecer à camila pelo carinho e pela confiança. um prazer fazer parte deste grupo de parceiros! Beijinhos! 

Até breve!

Lançamentos Valentina - Agosto de 2016


Oi Gente! Hoje é dia de conversarmos sobre lançamentos! E as novidades da vez vem direto da Editora Valentina! Preparados para conhecer os título as capas e os projetos para este mês?

Acho que vocês vão gostar dos lançamentos. Eu amei e vou dizer que ficou difícil escolher um para ler viu! Nota dez pra editora! 

Veja:



Desejo Insaciável – Kresley Cole







Sinopse: Um incansável guerreiro mítico. Nada o deterá até que possua a...  Depois de suportar anos a fio torturas constantes comandadas pela Horda dos vampiros, Lachlain MacRieve, líder do clã dos Lykae, fica enfurecido ao descobrir que sua parceira, há tanto tempo profetizada e pela qual espera há mais de um milênio, é uma vampira, assim como seus captores. Na verdade, Emmaline Troy é metade Valquíria, metade vampira. Jovem delicada e etérea que, com seu jeito todo especial de ser, é a única que pode suavizar a fúria que incendeia o faminto Lykae. Uma vampira prisioneira de sua fantasia mais selvagem... A doce Emmaline decide sair pelo mundo em busca da verdade sobre seus pais desaparecidos. Em Paris, um poderoso espécime Lykae a encontra, determina que ela será a sua parceira por toda a eternidade e a leva para o castelo escocês dos seus ancestrais. Lá, o pavor que Emmaline sente do Lykae – e da sua insaciável fome de prazer – faz com que ele inicie um lento e envolvente jogo de sedução e ela liberte suas mais sombrias fantasias.


A Cor da Coragem - Julian Kulski





Sinopse: "Afinal, o que fica para um homem, além da sua honra… e da coragem de viver por ela?" Julian Kulski Em 1º de setembro de 1939, a Alemanha invade a Polônia. É o início da Segunda Guerra Mundial. Em poucos dias, Varsóvia se rende aos alemães, soldados poloneses depõem suas armas, a cidade já é um amontoado de escombros. Julian Kulski é um menino polonês de apenas 10 anos de idade. Filho do vice-prefeito de Varsóvia, escoteiro ousado e entusiástico, ele tem a firme convicção de que deverá lutar contra o Invasor. A cor da coragem é o diário de Julian Kulski, a história de seu amadurecimento durante os cinco anos da brutal ocupação alemã. Diferentemente do diário de Anne Frank, narrado a partir da sua clausura no esconderijo de um prédio em Amsterdã, o de Julian Kulski se passa nas ruas de Varsóvia, no front, no combate cara a cara com o inimigo, no infame Gueto onde se encontram seres humanos famintos, desesperados e doentes à mercê de todo tipo de tortura, do enforcamento, do fuzilamento, da câmara de gás... "Este diário, escrito com o coração e pela mão de um adolescente, nos proporciona uma visão única e comovente da Segunda Guerra Mundial". Lech Walesa, Prêmio Nobel da Paz


Sem Olhar para Trás - Lycia Barros







Sinopse: O novo romance da escritora Lycia Barros narra um drama super comum da sociedade ao longo dos séculos. Um mal que acomete, principalmente, as mulheres. Afinal, quando coagidas, agimos de forma equivocada e facilmente somos influenciadas por nossos medos. No entanto, muitas vezes o sofrimento é o melhor remédio para acordar o espírito. E sempre há tempo para refazermos a nossa trajetória, onde algo surpreendente pode estar nos esperando no fim da linha. Esse é o foco da história de Agatha: é preciso força para recomeçar. As cicatrizes ficam, mas a força de reação é maior.


Ônix – Jennifer L. Armentrout








Sinopse: Estar conectada a ele é uma droga! Graças ao seu abracadabra alienígena, Daemon está determinado a provar que o que sente por mim é mais do que um efeito colateral da nossa bizarra conexão. Em vista disso, fui obrigada a dar um “chega pra lá” nele, ainda que ultimamente nossa relação esteja... esquentando. Algo pior do que os Arum ronda a cidade. O Departamento de Defesa está aqui. Se eles descobrirem o que o Daemon pode fazer e que nós estamos conectados, vou me ferrar. Ele também. Além disso, tem um garoto novo na escola que, tal como a gente, guarda um segredo. Ele sabe o que aconteceu comigo e pode ajudar, mas, para fazer isso, preciso mentir para o Daemon e ficar longe dele. Como se isso fosse possível! Até que, de repente, tudo muda. Vi alguém que não deveria estar vivo. E tenho que contar ao Daemon, mesmo sabendo que ele não vai parar de investigar até descobrir toda a verdade. Ninguém é o que parece ser. E nem todo mundo irá sobreviver às mentiras.


Por um Triz - Andé Ilha






Sinopse: A escalada, incluídas todas as suas modalidades, é de longe o esporte que rendeu o maior número de livros em todo o mundo. Contam-se aos milhares os relatos publicados de viagens, expedições e escaladas avulsas, e há até prêmios específicos para este florescente gênero literário. No Brasil, a produção é ainda bem modesta, e quase toda centrada em expedições ao Everest ou a algumas poucas outras grandes montanhas geladas no exterior.
Por um triz, no entanto, reúne uma impressionante coletânea de histórias vividas por um dos mais experientes escaladores do país nas suas montanhas domésticas, com belezas e dificuldades próprias que em nada ficam devendo, em termos de emoção, às vividas pelos escaladores de maciços rochosos mais famosos, embora sejam certamente diferentes em muitos aspectos. Assim, os relatos das famosas ascensões invernais aqui se veem substituídos por escaladas sob um calor debilitante, e a travessia de paredes instáveis de gelo e neve dá lugar a passagens igualmente precárias em vegetação. E há ainda, no caso do Rio de Janeiro, o maior centro de escaladas urbanas do mundo, situações tensas típicas (e, às vezes, bizarras) decorrentes de encontros na mata ou no acesso a elas com bandos de traficantes ou outros tipos portando uma arma em suas mãos.
É um livro, portanto, que deve agradar tanto a praticantes dedicados, que se identificarão com as situações nele descritas, quanto a leigos, que terão a chance de conhecer as peculiaridades de um esporte fascinante, que cresceu muito no Brasil nas últimas duas décadas.


Pensei que Fosse Verdade –  Huntley Fitzpatrick








Sinopse: Um passado a ser esquecido. Um presente nada promissor. Um futuro a ser conquistado. A ilha de Seashell, onde passei minha vida inteira, é tudo isso e muito mais. No entanto, a única coisa que eu quero é ir embora daqui. Gwen Castle nunca quis tanto dizer adeus à sua ilha natal quanto agora: o verão em que o Maior Erro da Sua Vida, Cassidy Somers, aceita um emprego lá como faz-tudo. Ele é um garoto rico da cidade grande, e ela é filha de uma faxineira que trabalha para os veranistas da ilha. Gwen tem medo de que esse também venha a ser o seu destino, mas, justamente quando parece que ela nunca vai conseguir escapar do que aconteceu – ou da ilha –, o passado explode no presente, redefinindo os limites de sua vida. Emoções correm soltas e histórias secretas se desenrolam, enquanto Gwen passa um lindo e agitado verão lutando para conciliar o que pensou que fosse verdade – sobre o lugar onde vive, as pessoas que ama, e até ela mesma – com o que de fato é.

E aí, curtiram?

#LeituraColetivaValentina


Mas não para por aqui viu! A editora este mês está com um projeto muito bacana de Leitura Coletiva.  O livro escolhido foi Pensei que Fosse Verdade. O desafio é que todos os interessados leiam o livro do dia 15/08 ao dia 15/09. Claro que não fiquei de fora né! Adoro desafios! rsrs 


O legal é que para interação sobre a leitura foi criado um evento no Facebook onde poderemos falar sobre nossas primeiras impressões da obra. Estou apaixonada pela iniciativa dos organizadores! Carina arrasa nas ideias! =) Vem participar você também! Além do formato físico o livro possui o formato em Ebook. Veeem 

Vou contar sobre meu desenvolvimento da leitura também lá no Instagram do blog o @pensamentosvalemouro Segue lá para ficar por dentro. =) 


Quer ficar por dentro das novidades da editora?



Resenha: Transformações - Valéria Torres


Título: Transformações
Autoria: Valéria Torres
Editora: Letteris
Páginas: 64
2ª Edição
Ano: 2013
ISBN: 9788537402238
Skoob
Sinopse: Érika é uma moça bonita, rica e casada com um jovem industrial. A vida do casal é perfeita, como imaginamos ser a vida de recém-casados de famílias abastadas e tradicionais.
Érika nunca precisou lutar pelo que desejou. Cercada de cuidados e atenção, ela sempre teve tudo o que sonhou. Até que um dia a vida, resolve dar à jovem um grande desafio. Algo muito importante pelo que lutar.
No limite da resistência, Érika descobre suas potencialidades, revelando-se uma outra pessoa que, ao superar muitos obstáculos, passa por várias transformações.


Confesso que ainda não sei muito bem como começar esta resenha, porque foram muitos os sentimentos e reflexões que esta leitura me  trouxe. A autora nos inicia na vida de Érika e Gilberto exatamente em um momento de festa. Aquele momento em que nos preparamos pra um novo ano planejamos mudanças, somos tomados de lembranças...

Erika vai nos contando suas percepções destes momentos e mostrando como está sendo esta virada de ano em sua casa. Como bem nos diz a sinopse estamos diante de, aparentemente, um casal perfeito. Mas os dias vão passando e algumas coisas estranhas começam a acontecer com a nossa protagonista. A princípio ela e o marido pensam ser uma gravidez. Mas sem contar ao esposo Érika vai atrás para confirmar ou não as suspeitas e acaba tendo uma grande surpresa. E é a partir daqui que as coisas começam a mudar na vida dela.

Por conta da tal revelão ela começa a ficar cada dia mais distante de seu esposo, de sua mãe e vai se aproximando de sua irmã, considerada por todos a ovelha negra da família, porque se separou do esposo.

E assim, na primeira fase do livro somos apresentados à uma moça bonita rodeada de pessoas, bem vivida e feliz com seu casamento. Mas depois estaremos diante de uma Érika que começa a questionar todas as "naturalidades" dessa sua vida. 


A sensação que tive é que depois de uma descoberta impactante sobre sua saúde Érika começa a rever seus valores e por isso muda completamente suas atitudes em poucas semanas. Se formos analisar pontualmente os acontecimentos poderia perecer algo forçado pela autora, mas depois de finalizar a leitura e observando a obra por completo, achei muito interessante a proposta. 

Explico o porquê. Como vocês puderam observar estamos diante de um livro bem curto. 64 páginas apenas. Mas mesmo sendo uma obra curta a autora conseguiu trazer um enredo forte e contado de maneira bem direta, sem muitos rodeios.  Ela foi direto no calcanhar de aquiles da personagem e trabalhou bem as reviravoltas que lhe aconteciam. 

Ok! Em alguns momentos fiquei muito irritada com a Érika. Cheguei a sentir pena de Gilberto. Sei lá, pensei que ela poderia ter sido mais direta com ele. Mas até isso me chamou a atenção, porque nem sempre na vida fora das páginas nós conseguimos fazer as coisas da maneira que precisam ser feitas. E a Valéria me fez pensar sobre isso.

Achei bacana a relação que a personagem desenvolve com a natureza e com os os bichinhos. Algo que por sinal é bem característico da autora. Incondicionalmente apaixonada pelos animais. 

Tenho que dizer aqui da minha alegria de ler este livro. A Valéria tem um jeito muito lindo de escrever e quem a conhece pessoalmente consegue enxergá-la nas páginas achei fantástico poder vivenciar este momento e deixo aqui a dica de leitura para todos vocês que estão procurando uma historia bacana com um toque de suavidade e reflexão.

Sobre a parte física da obra achei sensacional, a revisão impecável, a capa um amor de delicadeza. As páginas são amareladas e com letras bem favoráveis a leitura. A editora está de parabéns pelo trabalho! 


Sobre a escritora:

Valéria Torres nasceu na cidade do Rio de Janeiro. Graduou-se em letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Morou em Londres, Estados Unidos e Suíça onde lecionou Português para estrangeiros e aprendeu muito com as diversas culturas, ampliando tanto o seu conhecimento geral como o pessoal. Estreou na Literatura em 1995 com o livro "A eterna luz do ser", no qual narra a histporia de uma cientista que volta ao passado com o objetivo de estudar uma antiga civilização. Em 1997 escreveu "Uma história pouco comum" em que retrata a vida da cadela Betina, uma vira-lata que evoluiu com suas próprias experiências. Publicou ainda "Aventura Inesquecível" pela Litteris Editora e "Presente de Grego" pela Quártica Editora. 

Até mais!

Resenha: Vôvó - Cacau Vilardo



Título: Vôvó
Autoria: Cacau Vilardo
Ilustrações: Alexandre Rampazo
Editora: Paulinas
Coleção: Esconde-esconde
Ano: 2015
Páginas: 24
Sinopse: Com muita sensibilidade, Cacau Vilardo neste seu novo livro dá voz à pequena Maria Madalena que relata, em primeira pessoa, com humor, leveza e imaginação, fatos do seu cotidiano: o nascimento da irmã caçula, a convivência com os avôs, a escolha dos bichos de estimação e o medo das perdas.





Vôvó é um livro infantil recheado de coisas interessantes! Escrito pela autora Cacau Vilardo nos conta a história de Maria Madalena, uma menina que mora com os pais, a irmã mais velha e a caçula que é recém nascida. 

A pequena fala um pouco de sua vida com os pais o processo de escola do seu nome e os das irmãs; Também falda da chegada de caçula e na ausência que sente de sua mãe, por conta dos cuidados que o bebê precisa.

Nana, também conta sobre o relacionamento com os avós, que estão ajudando seus pais nesta jornada de criança pequena e mais duas meninas para cuidar. Por conta disso eles sempre levam ela e sua irmã Maria Luiza (Pisa) para o sítio onde moram.

Passar uma parte do tempo com os avós traz boas experiências para as meninas. Elas aprendem muitas coisas e dentre as diversões e presentes ganham o direito de escolher um animal de estimação. Maria Madalena conta tudinho pra gente de uma forma muito graciosa!


A história é bem curtinha, mas mexe com vários sentimentos infantis e achei muito fantástica a forma com que a autora a conduziu. Senti mesmo como se estivesse diante de uma criança contando sobre sua vida e questões.

Gostei bastante das ilustrações elas envolvem o texto e o complementam de uma maneira singular! Confesso que viajei nas imagens e fiquei aqui só imaginando a reação de meus alunos ao ouvi-la

Esse carinho todo me fez lembrar dos meus avós. Que são e foram muito importantes para mim. Então acho que vocês podem imaginar o love que estou com esta obra né!


Meus parabéns à Cacau Vilardo pela Linda história, ao Alexandre Lampazo pelas lindas ilustrações e à Editora Paulinas por nos apresentar este lindo resultado.

Simplesmente apaixonante! Indico para todos os papais e mamães que estão grávidos ou que já tem pequeninos em casa e também para você que gosta de uma história bem escrita com gostinho mesmo de infância!


Espero que tenham gostado! 
Até breve!

 

Curta também

Arquivo do Blog

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas