O cidadão de papelão



Ouço, reflito e escrevo... Sou da música... 

E escrevo

O Papel e o Não


Viver no templo
Sem a ele pertencer
Estado de papel
quando o papel é não.

Cria, Habitua
porque a vida
Está branca,
Quase escrita 
no papel e não
(H)áquele que vive 
a margem da vida
(se não)
por conta de um "simples"
Papelão. 

Vanessa Vieira






Comentários
0 Comentários

0 Comentários:

Postar um comentário

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas