Conjunto



O poema pede
a palavra
conta 
a história
encanta
o menino
sente
a vida passa
o poema...

Vanessa Vieira

O Passarinho!




Um passarinho angustiado
pousou em minha janela

Por respeito, sentei perto
e pus-me à conversa

Mas com olhar atento
a ave me interpelou:

-Não fale!
Escreva!!

Vanessa Vieira
imagem: Tumblr

Tecidos


Poema do poema do poema
Um presente lindo da Patrícia Porto, uma poeta admirável


Alejandra Karageorgiu

Para Vanessa:

Se usas do meu tecido
para destecer-me o sentido
te ouço e assobio

se usas dos fios de meus retalhos
quero logo o ponto novo

o ovo do novo
que fias no coração velho...


Patricia Porto em resposta ao poema meu poema Medo 
que foi escrito depois de ler o poema dela Torre de Caim



Maravilhosas as construções 
que vamos fazendo 
com nossos Nós afetivos! 

CasórioS




Casei-me com a solidão
mas foi inútil a união

Buscava eu a paz
mas ela não!

Os humores eram trágicos
convivência insuportável
Rumamos à desilusão!

nem dor de corno, nem viuvez
à nenhum tipo de mágoa me dei

Abri a janela
casei-me outra vez

O encontro de agora 
foi com a magia
que sonho novo me traz ao raiar dia!

Vanessa Vieira
Imagem: tumblr

Medo



Esperto
Vem perto

Excesso 
vai longe (bem longe)

Equilíbrio te quero
vem certo



Vanessa Vieira 
Imagem: Tumblr


Ps.: Poema inspirado na  leitura de "A torre de Caim" de Patrícia Porto 

Menina Poeta




Brinca com o verso
Espalha-Se tinta sobre o papel

Livre,
voa como folha ao vento

Conversa com o mundo
jogando cartas com o pensamento

Faz o ponto e o contraponto
o verso e o converXo

Sim,
Brinca a menina com o verso

E faz da vida
Um palco aberto

Por Vanessa Vieira
Imagem: Tumblr

SeR musicAlma




SeR musicAlma


Ela está em mim
sinto-a correndo nas veias...

Junta-se ao balanço
do meu sangue

e...
me faz mover!

Ela é o que sou
o que sinto (e faço)

em síntese:
meu compasso!

Somos  assim:
em cada gesto um ritmo, um espaço.

Vamos somando tempos
e contratempos

trabalhando juntas
em busca da melodia

...
...
...

Que juntas,
somos!!


Poema e imagem
Vanessa Vieira


F(L)or



Pois se estou no jardim
tenho o acalento do vento
sinto, a brisa suave do tempo.

Sou pólen 
sou ar 
sou flor...

Sou fauna/flora
esperando...
o que f(L)or

Vanessa Vieira 
e sendo inspirada por suas poesias encantadas!!! 
Imagem: Tumblr

Encontros



Estava aqui pensando sobre encontros. Sobre movimentos e pensamentos que nos direcionam a agir ( "assim" ou "assado") . 

E meu  grande questionamento era sobre os olhares que estes encontros possibilitam. O eu sobre o tu / o tu sobre eu e estes dois sobre o nós dos nós que complexamente vivenciamos. 

E, enquanto refletia encontrei por aqui o seguinte argumento: 

"Eu, vista pelo outro, nem sempre sou eu mesma. Ou porque sou projetada melhor do que sou, ou porque projetada pior. Não quero nenhum dos dois. Eu sei quem eu sou. Os outros me imaginam" (Patrícia Ghetti)

Estava fresquinho lá mural de um lado de meu contexto afetivo chamado  Rosane Marendino,  que tem um nó afetivo com a  Patrícia Ghetti. 

Foi então que descobri os motivos destes encontros. Pode ser simplista, ou não, esta minha conclusão. Mas descobri que é assim:

Nos encontramos para imaginar-mo-nos, para formatar e REformar nossos saberes. Para decidir ou não os caminhos a seguir.  É esta imaginação que nos move. 

Nós nos imaginamos e os outros também, e, neste movimento é que vamos  constituindo-nos. 

Bom encontro a todos!

Vanessa Vieira

Interações com Vinícius!

Que bom momento lembrar que tudo começou quando me encontrei com a poesia! A intensa poesia de Vinícius... Aquele que era De Moraes!!!!!

***


Primeiro veio "A Casa"
depois me encontrei com "O pato"
Em seguida com "As borboletas"
Que enaltecem o nome que levo pra vida...

No momento seguinte
a pergunta...
E o poeta?? (...)
Tinha que ser Vinícius!!!!!

Deste então nadei no mar de poesia
"Anfirguri"
"Soneto do amor total"
"A Rosa de hiroxima"...

chorei
Sorri
sofri
nas "baladas" de uma bela Antologia!

E hoje,
apenas celebro
sua chegada e sua partida...
São 100 anos de história.

.
.
.

E "tomara"
Que seja um exemplo
para construir
a vida!



Em Homenagem aos 100 anos de Vinicius de Moraes 

Surpreendente viver




O  tempo passa
e vai nos mostrando:

Que há momentos bem vividos
Que há dores ainda não conhecidas

Que a vida é curta e longa 
( porque se encontra nos sentidos) 
Que o vento não tem lado para soprar.

.
.
.

O tempo é sábio e no meio do caminho
Sabe dizer, bem, qual é o "tempo" de voltar.

poema e foto: Vanessa Vieira

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas