Sonhos - à Fernando Pessoa



Persisto no sonho
Porque de longe bebo
da fonte. Me reAlizo.

Sonhos muitos
Sonhos tantos
Sonhos loucos

Não tantos...
Nem poucos......
Não muitos

suficientes,
iNcontentes,
ardentes,
e meus!

Desassossegos
de um viver intenso.

Vanessa Vieira
Imagem: Tumblr

Versos do desassossego:

"Tenho mais pena dos que sonham o provável e o próximo, do que dos que devaneiam sobre o longínquo e o estranho. Os que sonham grandemente, ou são doidos e acreditam no que sonham e são felizes, ou são devaneadores simples, para quem o devaneio é uma música da alma, que os embala sem lhes dizer nada. Mas o que sonha o possível tem a possibilidade real da verdadeira desilusão."

Fernando Pessoa feito Bernardo Soares em O Livro do Desassossego, Companhia das Letras, 2011, p.161

Comentários
0 Comentários

0 Comentários:

Postar um comentário

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas