"Uns poucos Versos"

Conheci a autora Cristina DeSouza por meio do grupo Vidráguas e desde o lançamento do livro em 2011 tenho-o guardado aqui em minha estante. É daqueles livros que vamos lendo, relendo e sempre nos encantando. Confesso que são muitas as experiências que este livro me proporcionou e hoje venho contar para vocês um pouquinho mais sobre esta linda obra. 


Como o próprio nome já nos menciona o livro é escrito em versos. Cristina compartilha conosco seus Haikais, Haikus e Poesias de uma forma límpida e singular, com versos que quando batemos os olhos seguem direto para a alma.

Não posso deixar de comentar a fluidez da leitura. Os versos são curtos, singelos, mas ao mesmo tempo são profundos e intensos. Em minha particularidade eu diria avassaladores. A autora nos traz uma leveza em suas palavras e versos e por muitas vezes não é possível verbalizar a intensidade com que nos tocam. 

A obra se divide em duas partes, uma para os Haikais e Haikus e outra para a poesia. Em muitos versos a autora fala da natureza e se você estiver atento saberá que na verdade ela fala de vida. De viver a vida.  Perceba:

XII

Floco de neve
Silencioso e só
paira no branco

XIX 
sopro de vento
abraça minha alma
toca-me nua

Não posso deixar de falar desta capa linda que representa tudo que a autora nos mostra ao longo da leitura, paz e inquietação. Sim, uma dualidade de sentimentos sensacional. As páginas são amareladas o que faz a leitura fluir ainda mais prazerosa. 

No início do livro vem um marcador meio "gigante" não sei se é este o nome que devemos dar.  Só sei que me encantei à primeira vista. Basta destacar e marcar as páginas que você está lendo ou que deseja deixar em destaque. Veja:


Entre os poemas que li no livro há um que fica na capa final, que me chamou muito a atenção. E por isso compartilho um trecho com vocês.

ARTE

vai-te 
arte
buscar dedos
de outra mão
procura
direito
quem direto
e ao peito
irá te segurar
[...]

Se você quer se emocionar e mais ainda, se você está começando a ler poesias este livro é uma super indicação para você. A leveza de Cristina nos faz olhar a poesia com os olhos que ela merece e deve ser olhada.

Título: Uns poucos versos
Autora: Cristina DeSouza
Editora: Vidráguas
Ano: 2011
Páginas: 95

Para conhecer mais a obra da autora acesse o site Mix-tura


Ps.: Agradeço à querida poeta Carmen Silvia Presoto por ter me apresentado tão linda obra e à Cristina pela oportunidade de ler seus versos sempre. 





Comentários
9 Comentários

9 Comentários:

  1. Mesmo não sendo acostumado a ler livros assim me interessei bastante.
    A edição do livro dela parece estar maravilhosa em???
    Ótima resenha!

    www.booksever.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie! Adoro poesias. Eu, particularmente, acho haikais tão rigorosos para fazer. Ano passado fiz um curso especifico de poesia e ele foi, para mim, o estilo mais difícil.
    Agora é bem prazeroso de ler.
    =*
    Ana
    Grupo Blogueiros http://goo.gl/CRNI24

    ResponderExcluir
  3. Queria mesmo gostar tanto de poesias como você, mas preciso deizer que a capa do livro em si me chamou atenção e é provavel que eu compraria pra ler mesmo não sendo bem o meu estilo.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Aí Van, tenho um sério problema de não entender versos! Acabo meio que desanimando.....
    Mas essa capa é tão maravilhosa .........
    Bjus

    ResponderExcluir
  5. Uma coisa que aprecio muito em poesias é sua singularidade, e principalmente o fato de serem singelas.
    Gostei muito de conhecer mais sobre esse livro, principalmente pelos trechos escolhidos!

    ResponderExcluir
  6. Olaa
    Adorei a capa, muito simples e fofinha, a resenha esta ótima e os poemas parecem ser bons, ótima dica.

    Reality of Books
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, a capa é simples e encantadora! Porém não sou muito de poemas, mas queria muito conhecer mais esse gênero, estou ficando aos poucos apaixonada por poemas!
    Beijos
    cheireiumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Vanessa, tudo bem?
    Amei essa capa, mas não leio livros de poesia. Na verdade tenho uma relação muito singular com a poesia: ela me encontra. É incrível que sempre aparece na minha frente alguma que se encaixa perfeitamente com o momento que estou vivendo.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu não curto poemas ou poesias, então esse é um livro que eu não leria. Esse "marcador" gigante é fofo mesmo, e a capa é realmente linda.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas