Jonas vai morrer - Edson Athayde

Um Romace? Policial... Suspense? Será que Jonas vai morrer?


Autor: Edson Athayde
Ano de publicação Janeiro de 2014
ISBN: 978-989-51-0888-6
Páginas: 152
Coleção: Viagens na Ficção
Gênero: Romance
Editora: Chiado 
Onde comprar:  Chiado Editora
( Livro Cedido pela editora para leitura e resenha)



"Todas as novelas têm um novelo. Todos os crimes têm o seu repertório de culpas. Autores de folhetins, em específico, e criminosos, em geral, trapaceiam ao revelar sempre o que interessa, um truque para esconder o que importa. A dissimulação é o vento que sopra na vela desta galera, o combustível dessa nave. Entre se quiser, acomode-se num canto. A viagem não vai ser tranquila”.“Neste surpreendente romance quase tudo o que parece não é”.



O livro chegou e assim que possível corri para ler. Fiquei curiosa para saber os pormenores desta história, mas antes de sabemos sobre Jonas todas nossas atenções se voltam para Pedro, um homem sem infância, que  trabalha há tempos em uma "casa de repouso" e por isso, começou a ser chamado de enfermeiro. Pedro era um cara reservado, mas tinha lá suas manias... Uma mais surpreendente que a outra. E descobrindo um pouco mais sobre ele fica quase inevitável não lembrar de Macabéa, principal personagem do livro A Hora da Estrela de Clarice Lispector, o que pra mim foi ainda mais interessante já que tenho um carinho especial por ela. A diferença é que Pedro se apresenta mais atento e esperto que a moça e foi ganhando minha atenção de forma bem peculiar até me conquistar por completo. 

O nosso enfermeiro tinha uma vida de rotinas, adorava ler, observar e até para isso criava suas repetições. Entre as leituras dos jornais com noticias antigas, suas visitas à biblioteca e ao parque ele cumpria seus afazeres na casa de repouso.Mas tudo muda quando um dos pacientes, conhecido como 32, o mais rabugento de todos lhe entrega um livro e pede que leia. Jardins de memórias, era o título da obra que Pedro relutou, mas depois começou a ler em doses homeopáticas.
A essa altura entramos em um romance cheio de momentos intrigantes. Um narrador onisciente nos acompanha e intercalando com ele temos os pensamentos de Pedro. Sim, somos guiados por duas vozes.

A cada progresso na leitura o enfermeiro  acrescenta novas atitudes à sua inércia saindo de alguma forma da sua rotina para encaixar as peças dos relatos que tem acompanhado no livro, mas como bem somos alertados no início da obra "quase tudo o que parece não é". Apenas Pedro. Este  sim é o que aparenta. Já as outras personagens, Jonas, Alice C. H.H. e um doente metal, são meio que a sombra de um quebra-cabeça ainda maior. E por isso mesmo, interessantíssimas. Tantos para nós quanto para Pedro. E por que será que justo Jonas vai morrer?

Edson Athayde, o autor, nos apresenta um Romance com muitas qualidades carregado de suspense. A começar pelo título. Confesso que fiquei intrigada com aquela afirmação tão veemente e resolvi descobrir do que se tratava. E depois de algumas páginas, certas linhas, fui percebendo que estava muito além de um romance. Estava diante de uma história recheada de outras histórias todas interligadas por um mistério. E para além disso, estava diante de um livro lírico, cheio de cultura e cuidado, tentando a todo tempo nos levar a refletir sobre realidade, ficção, desejos e decisões. Sem falar na criatividade!

Mesmo sendo um livro relativamente curto, pude lê-lo em duas horas, chego à conclusão de que temos nesta obra um gancho para muitas reviravoltas. A principal delas sendo a sensibilidade àquilo que o outro é. 

Me interessou bastante a forma escolhida para a apresentação do enredo, a troca das vozes, uma que se preocupa com os fatos mais amplos e outra que se detêm nos pensamentos e atitudes de Pedro. Caminhamos com histórias interligadas onde todos os cuidados foram tomados para não nos perdermos. E, alguém pode achar que esta apresentação é ingênua como pode nos parecer no início, mas ela tem lá sua significação.

Minha ideia é que Athayde conseguiu fazer de uma história simples, algo bem interessante, reunindo romance, suspense e o lirismo da escrita. Que eu costumo de chamar, sem medo, de poesia.

Saudações para esta capa provocadora, este título que já é uma incógnita, esta redação que me fez suspirar em muitos momentos. Por esta história doce que foge de clichês e nos traz uma trama  belíssima e, para aqueles que chegarem ao final dela,  um tanto quanto reveladora! Será!?

É um livro que com certeza buscarei ler outras vezes, porque possui algumas passagens lindas. Fica então a minha recomendação à leitura!



Comentários
9 Comentários

9 Comentários:

  1. Esse livro que o personagem lê deve ser o Os Jardins da Memória, de Orhan Pamuk. Caramba gostei muito da proposta do livro e fiquei bem curioso também. Olhei o preço no site da editora, mas acabei não entendendo se é doze reais ou outra coisa, tem um simbolo que não conheço na frente do valor. Eu fui gostar mesmo de mistérios depois de conhecer o trabalho do autor Leonardo Nóbrega. Vou procurar mais sobre o Edson.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente é o preço eu euro (a Chiado é portuguesa). Teremos que encontrar o livro no Brasil. Por aqui é mais barato. Pelo menos com o meu livro é assim (aqui ele custa R$30,00 e em Portugal Euro11.00). Se eu descobrir onde comprá-lo, comento aqui, OK?

      Excluir
    2. Augusto, na Saraiva ele custa R$65,00 e na Cultura um pouco mais caro...

      Excluir
  2. Tô mega curiosa e vou ter que ler o livro. Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Adoro romances com mistérios, que me prendem deste o inicio. E se tem reviravoltas, gosto mais ainda. Principalmente quando você pensa que sabe algo, e o autor joga na sua cara que não é nada disso. Gostei da premissa do livro e curti a capa também.

    beijos
    http://www.livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oii,

    A história parece interessante e ainda tem um certo suspense, pelo que pude perceber.
    Fiquei curiosa para lê-lo.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Vanessa, o livro chama atenção por vários aspectos apontados na sua resenha. O mistério é um deles. Fiquei aqui toda me coçando para saber quem é Jonas. Outra coisa muita interessante é a escolha da estrutura narrativa. Adoro livros assim, eles desafiam mais o leitor.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oiie
    parece ser um livro muito legal, a capa está muito legal, sua resenha me deixou curiosa pela leitura, espero poder ler em breve e gostar

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, flor.
    Amei o livro desde a capa. A trama parece ser bem trabalhada e a sinopse me intrigou. Athayde ganhará um espaço entre meus autores favoritos? Suspeito que sim. Espero conseguir comprar o livro em breve, porque dificilmente fiquei tão louca pra ler algum. Bela resenha!

    Beijos,
    Celly.

    ResponderExcluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Arquivo do Blog

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas