Dicas Literárias: Estantes feitas com caixotes de madeira

Olá pessoal!

Hoje daremos início a uma nova assinatura aqui no blog. A partir de hoje uma ou duas vezes no mês oficializaremos a coluna "Dicas literárias", onde vamos disponibilizar dicas sobre organização, arrumação, diy, leituras pontuais, entre outras coisas bacanas. 


E para começar decidimos trazer dicas interessantes de organização para estantes. Muita gente já conseguiu atingir o sonho da estante perfeita, mas os livros sempre aumentam e às vezes a gente quer dar um charme a mais não é? Ou mesmo faz parte daquele grupo que vira  mexe precisa dar uma mudada pra dar aquele gostinho de novidade.

Há algum tempo que fico namorando no Pinterest algumas dicas de organização de casa e me deparei com  ideias riquíssimas de aproveitamento daqueles caixotes de madeiras não via a hora de compartilhar algumas dessas ideias com vocês, então vamos nessa


 💜💜💜💜💜

Estante de livros com caixotes de madeira,escritório

 💜💜💜💜💜

Estante de livros com caixotes de madeira,escritório

 💜💜💜💜💜

Estante de livros com caixotes de madeira,escritório

  💜💜💜💜💜

Estante de livros com caixotes de madeira,


 💜💜💜💜💜


Estante de livros com caixotes de madeira,escritório, quarto

 E aí, pessoal curtiam as ideias? Espero que sim. =) Eu já estou me preparando para colocar algumas delas na prática. Super beijo! 



Resenha: A guardiã (Diários de Extermínio) - B.R. Peruzzo

Título: A Guardiã - Diários de Extermínio
Autoria: B. R. Peruzzo
Editora: Arwen
Páginas: 212
Idioma: Português
Ano: 2015
ISBN: 856-8-2552-80
Sinopse: DESCUBRA, SOBREVIVA E DESEJE. O crepúsculo de todas as batalhas se dá nos momentos mais tenebrosos que existem. Assim como as noites mais obscuras, o mundo é um lugar sombrio, cheio de segredos. Quando o universo estava afundando em seu momento de maior lástima, os Guardiões surgiram para trazer o alvorecer, a luz e a paz de volta ao universo, ao nosso mundo e à Terra. Meu planeta natal, Zodark, foi destruído pela ganância de meu povo, e a Terra está prestes a ser destruída também, pelo mesmo motivo. Mas eu não permitirei. Meu nome é Lilian Moore, eu sou uma Guardiã, a que salvará a Terra e Zodark. Pelo menos é isso que eu espero! A Guardiã traz uma história épica, cheia de ação, aventura e ficção. Uma distopia feita para agradar a todos os públicos.


Em A Guardiã, somos inseridos ao diário da personagem protagonista, Lilian Moore. Esta ficou em um orfanato até completar a maioridade, 18 anos, carregando a lembrança da perca dos pais em um acidente fatal e o desejo por recomeçar sua história.

Ao mudar-se para o Rio de Janeiro e ingressar na faculdade, em meio de se acostumar-se com a rotina e a nova vida, ela conhece Daniel, um colega de sala pelo qual acaba atraída e apaixonada. É, meus caros, mal sabia que ele transformaria sua vida. Em uma noite na qual eles combinam de se encontrar para estudar, uma sucessão de fatos levam-na a conhecer uma nova realidade, totalmente diferente da que estava acostumada e que a levará a descobrir o peso de ser uma Guardiã. Ou melhor, o que é ser uma.

 "Os Guardiões evitavam até mesmo a troca de olhares. Talvez toda aquela determinação que vemos nos filmes ou lemos nos livros de pessoas indo felizes e encorajadas para a batalha seja mentira... Nós estávamos apavorados."

Recém saindo de uma excelente obra distópica, o qual tem sido o único gênero que li nesse primeiro mês do ano, iniciei a leitura repleta de expectativas. Diria que foram saciadas, mas sem aquela "surpresa" ao que esperava, como tenho tido com muitas obras que tenho lido.

O autor realmente se supera quanto ao enredo. Há uma série de elementos surpresas que nos deixam cheios de curiosidade pelos fatos que ocorrerão posterior a tal. Dá aquele desejo por saber como ele desenvolverá, não se perdendo na trama e colocando fatores atrativos e surpreendentes. Achei de interesse o mundo de Zodark e toda a história envolta, onde, particularmente, tive um apreço especial pela forma com que ele a constituiu e transmitiu para nós, leitores.


Mas, vejo um ponto negativo em algumas partes da obra. Senti falta de uma melhor conclusão, especificamente que não houvessem sido tão objetivas, porque soa como "vou concluir assim para não me estender muito", enquanto eu, como leitora, realmente esperava que este se estendesse. (Não que o fator apontado desmereça a obra, que é, realmente, muito bem desenvolvida.)

"Nenhum deles imagina o que aconteceu na Terra, mas eu sei.
Em alguns momentos me vejo arrependida por ter feito aquilo, não sei bem por que; talvez seja por causa do que perdi e do que descobri no processo. Contudo, quando olhava para toda aquela gente, vivendo de um eito que eu sempre quis mas nunca consegui viver e nem sei se um dia conseguirei, graças àquela decisão; tendo as bênçãos que são a vida e a liberdade de escolha, o arrependimento passa e eu me sentia até leve [...]"

Um ponto que ressalvo e foi um diferencial que me trazia aquele sentimento nostálgico de todo leitor é o fato de haver citações à séries, filmes e similares durante fala dos personagens; e o evidente sarcasmo e ironia que eu costumo amar quanto posto e que o autor não pecou no uso, como às vezes pode ocorrer, quanto a identificação do leitor, por exemplo, de ser um sarcasmo.

Eu acho empolgante o misto de características presentes na  trama, havendo um enlace entre a ação, a comicidade, personagens construídos de forma cuidadosa e bem caracterizados. Eu indicaria, sem dúvidas, a obra. É uma leitura atraente por seu caráter distópico e como apontado, pelo mundo fictício muito bem desenvolvido, com um enredo graciosamente envolvente!


Café Poético - Carmen Silvia Presotto

Café poético, Vanessa Vieira, Blog Pensamentos valem ouor, poesia, café  epoesia, versos

Olá pessoal!

Vamos ao primeiro Café Poético do ano!?

Pois é minha gente vamos ter muita poesia por aqui ao longo deste ano e com uma novidade. Ano passado a proposta era trazer poemas de autores aqui na minha cidade e região, mas a partir de agora estou ampliando a coluna pra poder conhecer e divulgar outros poetas que conheço e que não moram assim tão pertinho de mim. 

E para começar esta viagem poética eu não poderia escolher outra pessoa se não aquela que cuidou, lapidou e me fez enxergar a poesia de uma forma bem diferente. Por isso, tenho muito prazer de trazer para vocês a poesia da queria PoetAmiga Carmen Silvia Presotto. 

Carmen tem a poesia nas veias e não contente de ter a poesia pra si está por aí espalhando versos por todo lugar onde se apresenta. É lindo demais ver a garra e a fé que ela colocar quando o tema é a leitura e a poesia!

Simbora conhecer seus versos!? 

Carmen Silvia Presotto, poesia, poemas, pensamentos valem ouro, blog, literatura
E o que dizer da escrita de Carmen? Não consigo! Sou apaixonada pela leveza que ela põe no verso. Há uma mistura de sutileza com profundidade que me encantam e, sem dúvida, deixa difícil a escolha de um poema só! 

Por isso recomendo a vocês a leitura de Encaixes e Postigos duas obras poéticas publicadas pela autora que já mencionamos aqui no blog. Além disso, recomendo que conheçam seu trabalho em Vidráguas, uma linda revista eletrônica que transborda poesia.


Carmen Silvia Presotto

Carmen Silvia Presotto, poesia, poemas, pensamentos valem ouro, blog, literatura

Carmen Silvia nome de calendário. Escolha ao acaso, no dia 27 de agosto de 1957, junto a tônicos e elixires, surgiu uma pessoa, uma vida, uma personalidade, uma história... Nome de miss, nome de atriz, nome de gente, simples ou imponente, que, de repente, é única, geminada ou separada, será sempre a filha da Santa, mãe de Carolina e Júlia e, tomara, a amada do Alexandre e de amigos! Poeta, escritora, psicanalista, professora, coordenadora cultural, autora de Encaixes, Dobras do Tempo, poemas, crônicas, photoPoemas, photoCrônicas publicadas em Vidráguas, entre outras obras literárias, acredita "que Escrever é um ato humano por excelência e por saber que a Escritura é um legado à humanidade, acreditamos que a Poesia é como aquela besta que não quer parar. Transcende em linhas, segue às sombras de outras linhas e se busca num traçar de Pegásus, de um tempo onde todos cantam. Acreditamos que é desse canto que surge um côro que encontra acordes, palavras, ecos que por sentir que um dia sempre terá seu fim, por saber que para cada Lua sempre haverá um novo Sol, desejará seguir, infinitamente cantando, conVersando, amando por ser encontro . Assim,  talvez  um dia seja porque escreveu e virou existência. E nesse contexto, a Poesia abraça todos os gêneros literários e se universaliza, já que é sabedora de que ser só é uma ilusão e de que o verdadeiro amor, o verdadeiro ato escritural é uma construção. Criação e trabalho de quem se constrói verso a verso, passo a passo, ponto a ponte". - Carmen Silvia Presotto - Vidráguas

Pensando em Livros - Desafio Fotográfico (resultado)


Olá!

Vocês lembram do post que fiz aqui no blog falando sobre o Desafio Pensando em Livros?  Pois bem, no post falei do desafio que duraria 15 dias no Instagram e que depois eu viria aqui para postar as 8 fotos mais curtidas do desafio e é por isso que estamos aqui hoje. 

Acontece que, tirando a minha participação, nove pessoas conseguiram levar o desafio até o final. Então, ao invés de escolher as 8 fotos mais curtidas do desafio resolvi escolher a foto mais curtida de cada um dos participantes. Porque eles merecem né minha gente! =D

Vem comigo!


Segue abaixo a listagem com os Instas responsáveis pelas fotos. 
(na ordem das fotos) 

Gostaria de agradecer a todos que participaram! 
Foi lindo demais estar com vocês durante estes dias! 

E vocês que não participaram deste desafio e quiserem ver estas e as outras fotos 
Procurem  #Dfpensamendoemlivros lá no Instagram.


Minha foto mais curtida no desafio 💓
 
E se preparem porque já estamos planejando a 2ª edição do desafio! 

💙💜💚💓


Resenha: Mulheres que Não Sabem Chorar - Lilian Farias

Olá Pessoal! Hoje vim dividir com vocês uma leitura pra lá de especial. Mulheres que não sabem chorar é o segundo Livro que recebi em parceria com a Escritora Lílian Farias. Um livro que eu desde o início fiquei curiosa para ler e que deveria ter liberado a resenha no ano que passou, mas infelizmente não consegui. Quer saber o porquê, vem comigo!?


Mulheres que não sabem chorar, Lilian farias, resenha, autores nacionais, blog, pensamentos valem ouro, Vanessa Vieira, autores nacionais, literatura, books, leitura


Título: Mulheres que não sabem chorar
Autoria: Lílian Farias
Editora: Giz
Páginas: 210
Idioma: português
Ano: 2016
ISBN: 9788578552619
Sinopse: A vida de Marisa é regida pelo controle. Seja à frente do seu trabalho ou da vida dos filhos, ela é racional, mantendo-se sempre fria, um ser à parte das banalidades, cuja única preocupação é ser um exemplo. Olga é sua antítese. Sentimentos à flor da pele, dor flagelando a carne, pensamentos embaçados pelo esquecimento proporcionado pelo álcool. Sozinha, preocupa-se em apenas ser, em um mundo cercado por fatos que não reconhece mais como seus. Enquanto isso, Ana e Verônica esbarram com o acaso.
Duas senhoras solitárias, vizinhas e antagônicas. Será que um dia alguém acharia que poderiam viver em paz? Mais ainda, será que poderiam se apaixonar? Duas jovens livres e independentes. O que as impede de ficar juntas?
Mulheres que não sabem chorar é mais que uma história de amor entre iguais. Junto a estas personagens tão humanas, o leitor vê-se despido dos preconceitos, pudores e medos. Ora crua, ora poética, a trama nos obriga a enfrentar o espelho e se ver como nunca imaginou antes. Pois ao mergulhar neste romance, o que fará você pensar não é a forma como vê o amor, mas sim a forma com que ele se volta em sua direção. Esteja preparado. (Danilo Barbosa - Autor de Arma de Vingança).



Mulheres que não sabem chorar é uma obra que nos conta as histórias de Marisa, Olga, Ana e Verônica. Quatro mulheres que, no meio de muitas diferenças e semelhanças, acabam tendo suas vidas interligadas pelo destino.  Mulheres que batalham pela vida e pelos seus ideais, mulheres fortes que lutam para conquistar seus espaços mulheres que sofrem pelo simples fato de serem mulheres.

Lilian nos apresenta um texto baseado em fatos reais onde a história de cada uma dessas mulheres vai se desenrolando e mostrando para o leitor algumas realidades vivenciadas diariamente por muitas mulheres de nossa sociedade.

Um traço forte que interliga as mulheres desta obra é o amor, amor pela vida, amor pelo outro, amor próprio que, querendo ou não, cada uma das personagens vai adquirindo ao longo das histórias relatadas.

E não para por aí, o livro também nos fala do amor entre iguais. E aí somos postos diante de aceitações, preconceitos, ideais que se tornam pontos interessantes de reflexões sobre os quais a autora soube muito bem nos conduzir.

Mulheres que não sabem chorar, Lilian farias, resenha, autores nacionais, blog, pensamentos valem ouro, Vanessa Vieira, autores nacionais, literatura, books, leitura


Como disse anteriormente estamos diante de histórias diferentes que se cruzam. Sendo assim os capítulos são intercalados e por isso nossos narradores vão mudando e nossas perspectivas também. Cada capítulo tem no título o nome de uma flor, fato que causa curiosidade no leitor, mas a questão é explicada logo no final da história e faz grandes revelações sobre os capítulos lidos. Que sensibilidade mais linda!

Confesso que todas as histórias mexeram comigo, mas Olga me deixou sem chão. O sofrimento desta mulher me fez repensar muitas coisas da vida. Principalmente sobre a importância de parar e se voltar para conhecer as histórias por traz das atitudes de uma pessoa antes de fazermos qualquer julgamento que seja. Somos muito acostumados a julgar pelo que vemos, e acabamos esquecendo que por mais estanho e bizarro que possa parecer tudo na vida tem suas razões e consequências. 

- "Todo mundo tem algo a dizer, todos nós temos experiências fabulosas, só que em algum lugar do mundo a arte de ouvir fora perdida com a própria arte de viver"

Lilian conseguiu novamente me surpreender e  me deixar sem palavras. Mulheres que não sabem chorar, pra mim, foi uma leitura muito importante e ao mesmo tempo muito difícil. Os motivos são diversos, mas o principal deles está no fato de que as histórias que ele nos traz são reais e se repetem diariamente e por conta disso pessoas morrem sem ao menos poder se defender, muitas nem sequer são conhecidas e o pior, há quem as ache natural.

A Editora caprichou na diagramação do livro e ele é lindo desde a capa até os mínimos detalhes. gente, não tem como não se apaixonar pela físico desta obra. Parabéns pelos responsáveis, curti muito ele é um dos mais lindos da minha estante.

Mulheres que não sabem chorar, Lilian farias, resenha, autores nacionais, blog, pensamentos valem ouro, Vanessa Vieira, autores nacionais, literatura, books, leitura


Indico a leitura para todos que se interessam por histórias que trazem boas reflexões e que nos tirem da zona de conforto. Mas também indico para leitores maduros que se sentem capazes de ler e não fazer julgamentos precipitados. Este é um livro que requer atenção e reflexão. 

Vou terminar explicando para vocês o comentário que fiz no inicio da resenha. o livro estava comigo há algum tempo, mas eu não conseguia me conectar com as histórias então acabei tenho que retornar à leitura e então, agora no inicio do ano sentei para ler e ora vejam um dia foi muito porque não consegui levantar enquanto não conclui a leitura de todas as páginas.  e posso dizer sem dúvida que foi uma das melhores do ano. Sem falar que além de uma das melhores foi também uma leitura arrebatadora. Demorei mais dias semanas para conseguir concluir esta resenha.

Lílian, parabéns por mais esta linda obra e pela linda escrita que você tem. Nem preciso dizer que adoro né. Acho que foi bom dar um espaço entre a leitura dos livros. Acho que meu coração não aguentaria tanta emoção junto! srsr Muito sucesso!


Leia Mais_________________________

Sobre a autora
Resenha do livro O céu é logo ali - Lilian Farias

Nuccia faz aniversáario e o presente vai para você!

Olá gente! Hoje temos um post super especial aqui no blog. Nossa autora querida e parceira Nuccia preparou uma super novidade para nós. Vejam:

No dia 28/01, a autora Nuccia De Cicco coloca mais uma velinha no bolo e se virem pra descobrir quantas velinhas são e resolveu presentear todos os seus leitores, em especial a galera que curte contos e e-books da Amazon. 

São 2 presentinhos lindos: lançamento do conto Lenço Vermelho e... todos os contos na Amazon estarão gratuitos nesse dia! Mas atenção: Somente no dia 28/01!!

Vem conferir quais contos e salvar os links para poder baixar tudinho!



O EVENTO:

Para facilitar, a autora criou um evento no Facebook. 

Lá estão basicamente as mesmas informações que aqui na postagem, mas... lá tem sorteio!!!



Como vai rolar:

1 - Apenas participantes do evento poderão concorrer no sorteio. Portanto, confirme sua presença!

2 - Você vai precisar baixar todos os contos. No dia 28/01 estarão gratuitos, após retornarão ao valor original.

2 - Daí, vai precisar enviar os prints dos 5 contos já baixados na sua biblioteca kindle para o e-mail: nucciadecicco@gmail.com. E-mails com prints faltando serão desconsiderados.

3 - A autora aceitará e-mails até o dia 30/01, às 23h.

4 - Após conferir os prints no e-mail recebido, colocará o nome do leitor em uma lista na legenda da imagem do sorteio no evento. A numeração será por data/hora de recebimento do mail.

5 - Dia 31/01, será feito o sorteio via sorteador, usando a ordem listada, para definir 2 ganhadores.

6 - Prêmios:

- 01 livro Pérolas da minha surdez
- 01 livro Bastidores - um dia na vida de um blog literário
+ marcadores

Então, já viu que não pode dar bobeira! Fique atento e participe!

>> EVENTO <<


OS CONTOS:

São 5 contos no total. Todos eles estarão disponíveis gratuitamente aos leitores no dia 28 de janeiro, aniversário da autora.

Abaixo, capas e sinopses:

O urso do meu vizinho
Gênero: juvenil
Ano: 2016

Sinopse:
Um grupo de amigos joga futebol na rua em todas as férias. Quando chega o Urso para morar no terreno do Seu Almeida e uma nova família com duas lindas filhas para morar na única casa vazia da rua, uma nova aventura se inicia, uma única oportunidade de demonstrar coragem frente ao perigo.

Ariovaldo Teixeira
Gênero: tragédia
Ano: 2016

Sinopse:
Ariovaldo Teixeira era um homem simples, trabalhador e honrado que aguardava ansiosamente o nascimento de seu primeiro filho. Uma única noite em seu trabalho no cais, uma pequena dúvida, foi suficiente para mudar toda sua vida.

Curiosidade
Gênero: suspense
Ano: 2016

Sinopse:
Ana trabalhava como chef em um badalado restaurante no centro da sua cidade, especializada em culinária mexicana. Ao deixar cair um vidro de azeitonas em seu quarto, um mezanino de um loft, acaba por descobrir a existência de um alçapão sob a cama. O mistério daquele alçapão quase a consome. Mas tudo muda quando a porta se abre e Ana desce até o interior obscuro e gélido do estranho porão.

Pendências
Gênero: romance
Ano: 2016

Sinopse:
Atos desesperados não podem ser mudados. Um romance. Uma escolha. Uma vida. 

Ana Beatriz detesta ter situações mal resolvidas e assuntos pendentes. Agora, está de volta à sua casa de infância, abandonada há pouco tempo, logo após brigar com seu quase-futuro noivo. Mas, as circunstâncias de seu retorno não são nada amigáveis: na casa, tudo que encontra são móveis poeirentos e papéis. Melancolia, desespero e solidão é tudo que sente, até ver seu namorado abrir a porta da frente.

e o lançamento:

Lenço Vermelho
Gênero: romance sensual
Ano: 2017

Sinopse:
Em meio ao caos de uma guerra, eles se encontraram. Porém, ela nunca soube como era sua fisionomia, pois em todos os seus encontros devia usar uma venda. Cada encontro é intenso e cheio de prazer e essas sensações poderiam se estender por anos se ela já não estivesse cansada desse mistério todo. Uma decisão que pode mudar tudo.





SOBRE A AUTORA:

Nuccia De Cicco é bióloga, Doutora em Bioquímica, escritora, poetisa, bailarina e blogueira. Carioca de paixão de Santa Teresa, é apaixonada por livros, seriados, tatuagens e lambidas caninas, além de ter uma queda saudável por cafajestes. Surda desde os 27 anos, é co-autora em nove antologias e publicou o livro “Pérolas da minha surdez”, uma obra sobre luta e força de vontade. Todas as suas facetas são mostradas no blog “As 1001 Nuccias”. Nele, a literatura impera!


FACEBOOK | FANPAGE | TWITTER | INSTAGRAM | WATTPAD | SKOOB | 



É isso aí!


E não esqueçam de avaliar cada conto depois de lido! É muito importante o feed-back dos leitores!

Anotem tudinho e não deixem de comparecer ao evento!
Beijinhos!

Momento Pipoca: Rota de Fuga

Fala pessoal! Tudo bem com vocês? A partir de hoje estarei inovando o Momento Pipoca aqui no Pensamentos Valem Ouro. A Vanessa me pediu para indicar regularmente alguns filmes para assistirem quando tiverem vontade.

No final dessa postagem explico como vai funcionar! Não se preocupem, também indicarei sempre que possível novas leituras para vocês, inclusive estão a caminho duas obras que vocês saberão assim que chegar a hora... Nessa postagem venho sugerir o filme Rota de Fuga do Netflix.









Sinopse: Ray Breslin (Sylvester Stallone) é a maior autoridade existente ao se falar em segurança. Após analisar diversas prisões de segurança máxima, ele desenvolve um modelo à prova de fugas. Quando é preso, Ray é enviado justamente para a prisão que criou. Lá ele precisa encontrar uma brecha não imaginada até então, que permita sua fuga.

Nesse filme conhecemos Ray Breslin "interpretado por Sylvester Stallone" um ex advogado que decidiu abandonar sua profissão para se infiltrar em prisões e assim, descobrir suas falhas de segurança na fuga dos condenados a viver naquele lugar.


De início vemos Ray em uma prisão elaborando sua fuga. Até que em um descuido dos guardas consegue escapar. O diretor do local sem entender como isso aconteceu, pede que ele explique como conseguiu sair de sua prisão.

Ray detalha os acontecimentos e diz que aquele local não é a base de fugas, pois é muito fácil sair! Retornando a sua rotina, recebe mais um trabalho e esse ele não poderia saber em que lugar seria. Elaborando um plano ele aceita o desafio. Implanta um localizador em sua pele vai para o desconhecido, mas o que não esperava é que para onde ia as pessoas já sabiam sabiam o que ele iria fazer.



Ao chegar na prisão, Ray começa a analisar para saber onde estava, mas não consegue nem sequer descobrir quem eram os guardas vestidos com roupas que cobriam o corpo inteiro. Sem outra opção faz amizade com Emil Rottmayer "interpretado pelo ator Arnold Schwarzenegger" que o ajuda em tudo o que era pedido.

Em um plano bem sucedido Ray descobre que não estão em terra firme e sim em um navio no meio do Oceano, bastava descobrir suas coordenadas. Fazendo amizades e inimigos, Ray e Emil vão decifrando aos poucos o enigma daquele lugar, bastava apenas zarpar "fugir".



Confesso para vocês que não sabia que filme iria indicar aqui no PVO. Pesquisei no youtube acabei indo para no canal do Joel Santos que em um Top Five mostrava esse filme que o Netflix lançou há algum tempo.

Na indicação Joel diz que o protagonista "Ray" criou essa prisão a prova de fugas. O que ele não entendeu é que como Ray era um especialista em fugir de prisões, mostrando suas falhas em um relatório disponibilizado pelo governo... Willard Hobbes "Jim Caviezel" aproveitando esse ocorrido, cria uma prisão a prova de fugas e faz da vida das pessoas um inferno.



Um filme que te deixa maluco do início ao fim e sem sombra de dúvidas é favoritado. Mega recomendo para todos. Eu só queria pedir uma coisa para vocês: NÃO ESQUEÇAM A PIPOCA (risos).



Agora irei falar como irá funcionar o Momento Pipoca. Ele será avaliado como se fosse um livro e no final de cada postagem irei disponibilizar um formulário para me indicarem filmes que  caso EU goste, irei indicar aqui para vocês! Tudo bem?



Espero que tenham gostado de minha indicação, comentem aí em baixo o que acharam, logo logo volto com mais dicas para vocês e como dito também voltarei com indicações de livros... Então é isso! Muito obrigado pela sua atenção e até a próxima.

Tchaau

Resenha: Cartas a povos distantes - Fábio Monteiro

Primeira leitura do ano de 2017, acho que já comecei bem o ano e vou loguinho contar tudo para vocês. Senta aí pega um café e vem com o coração cheio de ternura porque este infantojuvenil tem história para contar viu!  



Titulo: Cartas a povos Distantes
Autoria: Fábio Monteiro
Editora: Paulinas
Páginas: 96
Edição: 1
Idioma: Português
Formato: (19,0 x 23,0)
ISBN: 9788535639094
Sinopse: Giramundo, um inventivo menino, recebe uma carta misteriosa, de "um amigo" de Luanda, Angola. Curioso, ele responde com muitas perguntas ao inusitado destinatário, na ânsia de descobrir seu nome, como é o lugar onde vive, qual é sua história. (...) Esse é o início de uma bela amizade, de uma linda troca de correspondências e da descoberta de lugares distantes. 



Este livro me chamou atenção primeiro pelo título depois pela capa. Gosto muito quando o tema é  correspondência. Fico imaginando aqui como é bom receber uma cartinha, lembrei logo da primeira que recebi ainda adolescente.

Mas... Vamos à história do livro? Fábio Monteiro conta em primeira pessoa a as aventuras do menino Giramundo, uma criança muito esperta que gostava de inventar e reinventar histórias para seus amigos.

O menino contava histórias mirabolantes sobre lugares e pessoas que nunca visitou ou conheceu. O que para ele era uma festa e para os meninos da rua mais uma possibilidade de brincar com a imaginação.




Giramundo, vai levando bem as suas histórias até que recebe uma carta onde alguém que, sem revelar muito de si, o convida para uma amizade. Giramundo depois de muito pensar decide descobrir mais sobre este novo amigo e então começa uma aventura.

"O que aconteceria  a partir desta confirmação de amizade era algo impensável (p.26)"

Eu sempre me encanto com livros bem escritos para o público infantojuvenil. E desta vez não foi diferente Fábio Monteiro nos deu um banho de sutileza e nos presenteou com um livro recheado de pequenas grandes emoções.

Primeiro, nos fala sobre a grandeza da imaginação dos pequenos, que aos poucos vão tentando decifrar o mundo em que vivem e que por isso mesmo se permitem criar, inventar, acreditar sem medo em suas próprias histórias.

Depois nos brinda com um toque de realidade onde esta mesma criança é levada a lidar com questões reais da vida equilibrando suas emoções ao mesmo tempo que procura as razões.

"E quando não aguentou mais o peso do conhecimento, 
dormiu dobrado pela certeza de querer ainda mais conhecer esse amigo." (p46) 

O texto é intercalado por ilustrações de André Neves. Ao meu ver Ilustrações belíssimas e curiosas que complementam o texto e que puxam o leitor ainda mais para dentro da história e também para dentro da própria imaginação. 


Sim estou encantada com a beleza deste trabalho. E feliz porque mais uma vez tive a oportunidade de estar diante de uma obra do autor e reafirmar a lindeza do seu trabalho e mencionar a alegria de saber que esta linda obra chegará às mãos de algumas crianças. 

Acho que esta é daquelas leituras que prendem desde o pequeno até o mais ancião. Vale a pena ler, refletir e passar adiante! 


Dessa vez só fiquei triste com a sinopse, achei que revela um pouco mais do que devia, mas ainda bem que só li ela por completo após a leitura do livro. Se você ainda não leu e gosta de se surpreender, fica aí a minha dica! 

Parabéns à Editora Paulinas , ao autor e ao ilustrador pelo belíssimo trabalho! 
Ficou muito lindo! 


LEIA MAIS                


[Novidades] Editora Paulinas


Hoje vamos conversar um pouco sobre as últimas novidades da Editora Paulinas
Preparados!?


O Pequeno Príncipe



 
O Pequeno Príncipe é um dos livros mais lidos do mundo. Ele conta a história de um pequeno príncipe de um planeta desconhecido que encontra um aviador forçado a fazer um pouso de emergência no deserto. A partir desse encontro inusitado, feito de diálogos e silêncios, laços de amizade vão sendo construídos na medida em que se aprende a ver com o coração. Um livro poético que provoca, em leitores de todas as idades, reflexões importantes sobre valores universais. 




Diálogo Profético - Reflexões sobre a missão Cristã Hoje



O tema da missão aos povos não é algo marginal para a reflexão teológica e para a vida da Igreja: em torno desta dimensão essencial se joga o futuro do cristianismo chamado a redescobrir sua identidade na saída missionária além-fronteiras (cf. EG 27).
Essa saída representa um renascer, um êxodo pascal de morte e ressurreição, uma dinâmica fundamental do encontro da comunidade discipular consigo mesma no seu Senhor: "A intimidade da Igreja com Jesus é uma intimidade itinerante, e a comunhão reveste essencialmente a forma de comunhão missionária (ChL 32). Fiel ao modelo do Mestre, é vital que hoje a Igreja saia para anunciar o Evangelho a todos, em todos os lugares, em todas as ocasiões, sem demora, sem repugnâncias e sem medo" (EG 23).
Apesar de possuir uma matriz religiosa predominantemente cristã, observamos, no Brasil, certas lacunas no campo da missiologia e no modo de atuar na missão. As fronteiras missionárias são variadas, mas as pistas para aproximar essas fronteiras são poucas.
Esta obra tem como objetivo abrir veredas de novas práticas, novos testemunhos, novas ousadias, da América Latina até os confins do mundo, e que o Espírito Santo "venha renovar, sacudir, impelir a Igreja numa decidida saída para fora de si mesma a fim de evangelizar todos os povos" (EG 261).

Entre As Sombras e a Luz




Este romance mistura ficção e eventos reais em uma narrativa envolvente e repleta de suspense que conduz o leitor por um dos mais ricos capítulos da história da humanidade - o Império Romano, no início do Cristianismo.
Octavius, filho de um próspero judeu liberto, apaixona-se pela bela Valeriana, filha de um senador, convertida ao Cristianismo. Indiferente a qualquer crença, a conduta de Octavius a respeito das questões da fé começa a mudar, inicialmente apenas pelo interesse na jovem. Porém, muitas reviravoltas o levarão, finalmente, a entender que a força dos cristãos está justamente em sua suposta fraqueza e que nem mesmo as piores atrocidades freariam a multiplicação do rebanho do Criador.
A leitura deve despertar a atenção de um amplo público, de jovens e adultos aos leitores mais velhos, seja pela história de amor envolvendo os personagens principais, seja pelos fatos históricos, seja ainda pela reflexão a respeito das origens da fé cristã.

Cura dos sentimentos em mim e no mundo






Este livro trata das dores profundas, traumas e posicionamentos que as pessoas tomam ao longo da vida para "se proteger". O problema acontece quando se protegem tanto a ponto de se fecharem, cruzando os braços para a vida, para o cônjuge, para os filhos, para o mundo. Tais sofrimentos afetam o corpo, o cérebro, mas milagres podem acontecer quando a criança divina, que todos trazem dentro de si, é acordada. Para acordar essa criança, ao longo de sete capítulos, a autora trata da linguagem dos sentimentos, do trauma e os segredos do nosso cérebro, da vontade interna para vencer as dificuldades e doenças, da força que se obtém com o casamento e da necessidade de vencer os problemas de ordem sexual, da importância dos sonhos e dos ideais que nos orientam no caminho a seguir e geram esperança e amor, e da decisão de querer mudar, superar e livrar-se das dores do passado e abrir-se para o futuro, com confiança e sem medo de amar.

Veja esta e outras novidades no site da editora
Até breve!

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas