Fúria do Silêncio da indignação


E agora,
O descontentamento...
A fúria.
A indignação,
Todos contra 
O castigo que
Eu mesma me dei...
Pra que a cobrança?
Pra que a vingança?
Pra que???
Minha voz é um estático
Silêncio involuntário.
Razão do meu desespero
Da minha angústia...
A voz,que é bela não sai,
E não contente com isso,
Deixa o seu espaço para aquela
Que muito pouco merece...
A vergonha!
Ah! Descontentamento, fúria e indignação...
Movam! Movam meu silêncio!!!

Comentários
0 Comentários

0 Comentários:

Postar um comentário

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas