Voos de um outro pássaro

google imagens

Leio e sinto...
Releio e ouço...
Gravo e escrevo...
ConVerso com os versos....

 E estes são os versos que leio:

"Ah! Esses tempos indefinidos que tentam me aprisionar
Buscarei bons tempos
Não quero atrofiar minhas asas"
(Carmen Presotto in Dobras do Tempo)

E isto é o que penso...

Como é fantástica a magia da palavra bem usada... 
Tempo indefinido, prisão... Desafios que nos poe a vida....
Busca por bons tempos... Nosso destino
Não atrofiar as asas... Nosso dever...

                        E continuo pensando...

Agora, sobre o meu voo, sobre o meu pássaro,
Sobre o que sou e o que tenho feito com meu dever/destino...
ConVerso agora com meus sentimentos,
Pois talvez eles possam dizer 
A identidade do pássaro
Perdido que sou....

By Vanessa Vieira


E tudo isso, me lembra Del Picchia...


1 Comentários:

  1. e aqui o poema original de minha querida amiga Carmen....

    VÔOS DE UM PÁSSARO...

    Que céu! Radiante e imenso. Hoje deslizo fácil. Nada de obstáculos. As nuvens sumiram, apesar de que estes ventos podem trazê-las logo. Vou me agilizar e esbaldar com vôos e alongamentos . Quero brincar com o céu, cansei das árvores. Voarei até não aguëntar. Esses tempos indefinidos podem aprisionar-me por um bom tempo e não quero atrofiar minhas asas. Nossa! Como estou trágico para um pássaro. Pareço um urubu, um corvo, sempre carniceiros e negativos, e eu sou tão lindo, tão lindo, tão liiiindo!

    Eis o perigo... Já viram caçar bruxas? Não aquelas - as feiticeiras - mas as verdadeiras? Não! Só colecionam borboletas, das outras fogem, sorte delas! Ah... Por falar em beleza, vou dar um rasante ao lago e mirar o visual, alegrar-me um pouco mais. Narciso sim, mas que fazer se sou tão belo? Voaaaaando, chego à margem e deleito-me com a estonteante imagem, banho-me, retorno e brilho ao sooool. E, epa! Vooooltando. Malditos jurássicos bodoques. Ainda sobraram alguns...

    Também quem manda ser tão liiiiiiiiiindo! E se não fosse uma maravilhosa coruja, poderia voar liiivre...liiindo e sooolto!

    Moral da História: Filho de coruja narciso é, pelo menos até encontar um bodoque ou uma raposa

    Carmen Silvia Presotto

    ResponderExcluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas