A todos os poetas amigos!


Necessidade poética



O poeta
Vive
E inventa

Em teu  viver
Há palavras
Pulsando
Chamando
Vivas
Em teu peito

E teu Inventar
Há necessidade
Porque
Há chamas
Incontidas
Que se aquietam
com o dizer
e com eles
Trazem de volta
Fôlego.

O poeta
Vive
E recria
Para dar movimento
à palavra
para dar continuidade
aos ditos
e não ditos
para pronunciar
e revolucionar
algo da vida.

.
.
.

Trocas

(...)

E o poeta nasce
Porque há sempre alguém,
Em algum lugar,
Esperando por suas palavras.

Ponto!

Por Vanessa Vieira
Imagem: http://samuelvigiano.files.wordpress.com/2010/09/casa_do_poeta.jpg (não encontrei o autor da imagem, mas não resisti. Tinha que ser esta.)



Comentários
4 Comentários

4 Comentários:

  1. Concordo Vanessa, a imagem é linda. Saudade de você também.
    O poema é lindo.
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  2. Senti-me vivo neste espaço. E todos sabemos como o oxigénio da vida é coisa rara...

    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba!! Que coisa boa! Então, sejas muito bem vindo AC.

      Excluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas