Nuvens



Sensível ,
o tempo voa,
o dia passa,
a noite chega,
e a vida entoa!

Por Vanessa Vieira
Imagem: Tumblr

Estados de ser (ou não ser)




Em seu mundo a igualdade era plena
(Plena) de sentidos!

Dançava-se a mesma música
Mas os passos eram diversos

O porto seguro das velas
era prioridade de todos os cais!

A vida era calma e estranhamente agitada!
E cheia de indagações

E assim,
entre igualdades e liberdades
contemplava-se a vida!

Vanessa Vieira
imagem: Tumblr

Feliz Natal ( de verdade!!!)

Está ai uma data que muito me faz refletir. Não me anima muito o lado das festas. Neste lado sou como as tartarugas vou curtindo aos poucos, sem muito embalo.

Nesta época ouço muito falar em renovação, laços de amizade, reuniões familiares... Isso preocupa-me um pouco, pois pode ser que este espirito de bons sentimentos fique estacionado na esquina do dia 26. 


E eu!? Bom, eu gosto de laços vindouros que vão sendo cultivados ao longo do tempo! Laços como este que estabelecemos por aqui na blogosfera, de leitor para leitor, laços como os de uma família unida e como aqueles de amigos mais chagados. E que portanto são constantemente declarados! 

Por conta desses laços que hoje aqui venho reforçar a parceria que viemos estabelecendo aos longo dos dias que nos andamos a ler e essencialmente agradecer pelas visitas, pois sem elas estre espaço seria apenas mais um no mundo da internet. 

A todos o meu muito obrigada. 
Que o Natal de vocês seja repleto de sentidos e de alegrias verdadeiros! 

Um abraço! 
Vanessa Vieira


LetrALinha




As letras juntas
São minhas
aLinhas!

O verso
Ponto
Meu
Acerto
Econtro

Sou assim
E
no entanto
OpontoeaLinha

Por Vanessa Vieira
Imagem: Foto divulgação do filme "Livro de Cabeceira" que retrata a história de Nagiko que cultiva o ritual da escrita corporal.

Paciência















Penso com Lenine
E indo e vindo
Chego ao acerto de que
É mais do que preciso

“Um pouco mais de paciência”

Corre a vida,
As águas lavam as pedras
dispostas em baixo das pontes.
Vão-se, os bois e os pássaros os elefantes
Algumas vezes também as forças…

Mas é preciso ter paciência.

É preciso levar e ser levado
vivenciar e ser vivenciado
Estarmos e buscarmos.

A vida é sábia,
em seguir pedindo paciência.

Que os ouvidos se abram
Para entender o pedido da vida!

Poema de Vanessa Vieira
Imagem: Binho Martins
*inspiração: música Paciência de Lenine


Poema publicado    19/12/2012   in VIDRÁGUAS
Confiram!

Olhares




Queria dizer que o amava, queria abraçá-lo, beijá-lo... Queria sentir nele o desejo de amá-la. Que ele lhe olhasse com olhos de amor  e não amigo,  Ah, como queria!!! Mas o que recebia eram olhares de quem ama uma imã e isso, diariamente, a consumia!


Vanessa Vieira

Vicioso ciclo





Era noite, ele distraído retornava para casa. Estava triste. Tomou o ônibus, sentou-se do lado da janela. E pôs-se a olhar a linhas que a água da chuva criavam nos vidros dos transportes. Via tudo e não enxergava nada. Queria um amor e não tinha, queria um amigo para falar do seu querer e não tinha, queria ter forças para fazer uma vida melhor, mas a única coisa que tinha era a coragem de tomar um ônibus e voltar para casa, tomar um lanche, assistir televisão dormir, acordar ir ao trabalho, tomar um ônibus voltar pra casa, tomar um lanche, assistir televisão, dormir, acordar, ir ao trabalho...

Vanessa Vieira

 

Curta também

Arquivo do Blog

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas