Menina Poeta

De certo que não sou mais uma menina. A os anos passaram sapecas e cheios de boas lembranças. Completar primaveras assim tão perto do famoso dia das crianças me faz parar para pensar e relembrar que mesmo sendo adulta ainda há aqui dentro uma criança sapeca. Antes rodeada de curiosidades hoje além das curiosidades vieram as responsabilidades.

E como deixar a poesia fora dessa relação tão linda que afina a linha entre o ser e o estar? Simbora poesia! Hoje é dia de encantar!

Dedico o poema abaixo a todos os poetAmigos que carinhosamente me chamam de menina poeta. Obrigada por me abraçarem e deixar fazer parte deste espaço tão lindo que a poesia nos proporciona!


Menina Poeta

A brincadeira começa
quando as borboletas
chegam ao jardim.

E com suas asas leves
espalham pelo caminho
palavras e sorrisos em versos

embalada ao som do poema
A criança desperta
e a escrita alerta:
- Vem poesia!

A menina é poeta!




Comentários
0 Comentários

0 Comentários:

Postar um comentário

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas