Resenha: A história Secreta - Dona Tartt

Título: História Secreta
Autora: Dona Tartt
Editora: Companhia das letras
ISBN: 9788571644373
Páginas: 520
Ano: 1995
Onde Comprar: Companhia das Letras


Sinopse:
“ Donna Tartt surpreende pelo talento com que combina a densidade psicológica e o vigor poético de um texto clássico com a trama complexa e o ritmo alucinado dos melhores romances policiais contemporâneos. Quem conta a história é Richard Papen, garotão da ensolarada Califórnia que consegue ser admitido na seleta Hampden, uma universidade em Vermont freqüentada pela elite norte-americana. Richard imagina ter atingido o Olimpo ao entrar para o círculo mais privilegiado daquela universidade. Cinco alunos, sofisticados e originais, selecionados por um mestre erudito e carismático, dedicam-se ao estudo da Grécia antiga. A eles junta-se o narrador, para participar da busca da verdade e da beleza, entre festas orgiásticas e finais de semana numa antiga casa de campo, regados a muito álcool e discussões filosóficas. A loucura desmedida certa vez termina numa orgia cujo ponto culminante é um ato de violência inominável e o suposto aparecimento do próprio Dioniso, numa de suas diversas manifestações. Quando descobre a terrível verdade, Richard envolve-se numa cadeia de segredos e cumplicidades, num encadeamento de medos e inseguranças que leva o grupo a cometer um ato ainda mais terrível. Melancólico e irônico, este é um romance feito de terror e prazer, remorso e decepção. Com ele, Donna Tartt revelou-se uma grande escritora já em seu livro de estreia.”



Sem grandes enrolações, logo no primeiro capítulo somos colocados no fato principal da história: um assassinato. Começando então o livro com a ousada tática de iniciar pelo final, logo nas primeiras páginas descobrimos quem foi assassinado e, principalmente, quem são os assassinos. Não acredite, pois, que por conta disso a história perde o encanto, afinal, a questão vai bem longe disso. No desenrolar, vamos conhecer cada um dos fatos anteriores que induziram ao crime e todos os porquês escondidos.

O narrador é Richard Papen, um jovem de família humilde e sem grande destaque econômico, vindo da Califórnia que consegue então ser aprovado a fazer parte de um grupo extremamente seletivo, de apenas 5 alunos, que mantêm-se afastados de todo o restante da universidade. Porém, em meio a devaneios, loucura e literalmente descontrole psicológico, um fato extremamente violento acontecerá, o que mudará totalmente a vida desses jovens.

O charme principal é a questão de o leitor já saber do que a história se trata. Ao ser posto logo no início sobre o assassinato e deixar explícito os assassinos, a acaba trazendo um desejo intenso de resolver todos os porquês que surgem. A vontade de descobrir o que aconteceu, por que eles tomaram tal atitude e toda a situação anterior ao crime, acaba sendo um fator para prender o leitor. Eu, particularmente, queria devorar todas as páginas para então saber por qual motivo eles haviam chegado a tal extremo. Chega a ser difícil abandonar a leitura.

O livro é razoavelmente grande para leitores acostumados com a média de 300 ou um pouco mais de páginas, mas ao longo das suas mais de 500 páginas, o cansaço é quase inexistente. A leitura é gostosa e satisfatória, com uma escrita envolvente e ao mesmo tempo com toques eruditos, reflexivos, inteligentes. Simplesmente se é preso a trama e em seu desenrolar, os personagens são um tanto encantadores em seus jeitos diversos e próprios e a escritora não tornou a leitura maçante.

Eu diria que não se tem grandes surpresas e sequer o categorizaria como um livro envolto de mistérios e suspense. Conforme os fatos vão se desenvolvendo, acabamos chegando às conclusões dos passos seguintes dos personagens (por mais que fiquemos totalmente desacreditados de que tudo vá acontecer daquela forma mesmo) e claro, como já mencionado, não pode ser deixado de lado o ar erudito e os trechos repletos da mais pura filosofia. Eu realmente senti os personagens extremistas demais e lançados em um dramas existenciais, perdidos em si mesmo e nos problemas próprios da vida, do dia a dia.

Por fim, vale ressaltar que o livro é dividido em duas partes. A primeira é marcada pelos principais acontecimentos até o então crime, tudo o que ocorreu e o que os levou a tal ponto, dando destaque a relação entre eles, os laços que foram sendo criado e como tudo se desencadeou. Já a segunda parte são as consequências do acontecimento, como eles foram lidando com tudo, o transtorno provocado e principalmente o quanto os afetou em suas amizades, modos e vida.

A recomendação, então é óbvia. A leitura é sensacional e extremamente envolvente. Diria que é um tipo de livro que tem uma graça em particular que é rara de ser encontrada. Vale a pena.


Comentários
11 Comentários

11 Comentários:

  1. Amo esse tipo de gênero, eu fico simplesmente apaixonado pela leitura, apesar que eu gosto de ficar imaginando o que vai acontecer, e não já saber o que realmente acontecerá. Mas enfim, você gostou da leitura e parece ser um livro incrível, vou procurar e depois lê-lo
    https://nerdbookblog.wordpress.com/.

    ResponderExcluir
  2. Oi Vanessa, eu gosto muito de livros desse gênero e fiquei bem curiosa com esse também. A única coisa que me desagradou bastante foi a capa, achei bem esquisita e se fosse só por ela eu não o leria, mas ainda bem que li a resenha e me interessei pela história.

    ResponderExcluir
  3. Oi Vanessa, a trama deve ser bem complexa pelo que pude perceber em sua resenha. Não conhecia esse livro, mas acabei me interessando bastante pelo enredo. Gosto bastante desse gênero. Só não gostei da capa, achei muito fria.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  4. Amo quando os autores são audaciosos e surpreendem os leitores. Mesmice cansa, assim como clichê e repetição.

    Gostei da premissa e do gênero, acho que vou colocar na lista de leituras futuras.

    Bel Góes

    ResponderExcluir
  5. Hello!
    Não tinha visto esse livro ainda, mas já me conquistou. Adoro literatura policial, e vai ser legal ver um pouco disto, de já conhecermos crime e criminoso.
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Não conhecia a autora, muito menos o livro, mas lendo sua resenha me interessei pela trama e a premissa do livro é muito boa. Eu gosto bastante quando a trama é repleta de suspense, além de uma boa escrita e, esse livro parece ser dessa maneira.
    Gostei bastante da resenha.
    Beijos!
    http://www.anebee.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros desse gênero e gostei muito desse fato de já contar quem são os assassinos e vamos descobrindo o porquê no desenrolar da história, achei muito diferente e interessante!
    Não conhecia o livro, mas por sair do comum já me interessei!
    Adorei a resenha, beijo!

    ResponderExcluir
  8. Oi, não conhecia o livro, mas ele parece ser interessante, vou pesquisar mais sobre ele.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Adorei a premissa! Adoro livros que envolvam assassinatos. Fico feliz em saber que o livro não perde o encanto pelo fato de os assassinos serem revelados no início. Ao ler a sua resenha, tive a impressão de que, embora o tema assassinato seja muito comum, a abordagem é original. Fiquei muito curiosa para ler a obra, dica anotada!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Oi Vanessa, tudo bem?
    Não conhecia a obra, mas que legal conhecer sobre essa hitória. É legal saber que a leitura é gostosa e o desenvolvimento da história é bom, gosto de tramas que me chamam a atenção assim.
    Gosto de livros que envolvam assassinatos e a resolução de tal, além de gostar do gênero. Dica anotada :)

    Beijos
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Arquivo do Blog

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas