Resenha: Irmã - Rosamund Lupton

Título: Irmã
Autor (a): Rosamund Lupton
Editora: Record
Ano: 2013
ISBN: 9788501094858
Páginas: 322


Sinopse:
Nada pode romper o elo entre irmãs... Quando Bee recebe uma ligação informando que sua irmã mais novas, Tess, está desaparecida, embarca no primeiro voo para Londres. Porém, ao descobrir as circunstâncias do sumiço, admira-se por não conhecer detalhes da vida de sua irmã e se vê despreparada para as verdades terríveis que precisa enfrentar. A polícia, o próprio noivo e a mãe aceitam a perda de Tess, mas Bee se recusa a desistir e embarca numa perigosa jornada para descobrir a verdade, sem se importar com o preço a pagar.

Sem dúvida, Irmã entrou para minha lista de livros preferidos. Gosto muito do tipo de história que ele conta e durante a leitura nos faz pensar em mil possibilidades, mas no final a surpresa é muito maior. Esse é um dos motivos pelos quais adoro os livros da Agatha Christie. Se você nunca leu nada dela, fica a sugestão.

Arabela Beatrice Hemming, carinhosamente chamada de Bee por sua irmã Tess, até então vivia em Nova Iorque, trabalhando como Designer e levando uma vida confortável, mas sem perder o contato com a irmã que mora em Londres. Porém, o desaparecimento de Tess muda completamente a vida de Bee.

É maravilhosa a relação das duas irmãs, mas é impossível conhecer alguém completamente, por mais que pareça algo simples. Bee tem um ótimo emprego e um noivo que transmite segurança, enquanto Tess trabalha em uma lanchonete, mora de aluguel e precisa matar um leão por dia para sobreviver. A vida delas é bem diferente uma da outra, mas Bee sempre cuida de Tess.

Quando Bee chega a Londres, sua irmã ainda está desaparecida e assim começa a busca pelos lugares em que Tess passou e as pessoas com quem falou por último. Logo seu mundo desaba quando Tess é encontrada em um banheiro público com os pulsos cortados. Mesmo não conhecendo profundamente a irmã, Bee sabe que ela jamais tiraria a própria vida, mas a polícia não se interessa muito pelo que Beatrice insiste em acreditar. Ela, por contra própria, inicia uma investigação do que possa ter levado Tess à morte.

Tudo é tão suspeito e intrigante que faz com que busquemos, junto com Bee, respostas para todas as perguntas. Por que uma garota grávida iria cometer suicídio? Logo Tess que é tão viva, livre e feliz apesar de tudo. Lupton conseguiu me conquistar a cada página, tanto com a transformação que acontece na vida de Bee, quanto sua convicção de que a irmã não teria motivos para tirar a própria vida. Ela chega a ser desacreditada por todos, inclusive sua mãe e seu noivo, já que eles - e todo mundo - têm plena certeza de que Tess não estava psicologicamente bem. O amor e a ligação entre as duas dá forças para que Beatrice não deixe o assassino da irmã impune.
"Eu achava que deveria questionar tudo e suspeitar de todos. Não podia me dar ao luxo de percorrer uma única avenida; era preciso explorar todas, ir até o final de uma delas, chegar ao centro do labirinto e descobrir seu assassino."
Além de todo o comportamento suspeito nos últimos dias de vida de Tess, todas as pessoas que Bee vai conhecendo e que tiveram contato com Tess, se tornam suspeitos também. Vai por mim e desconfie de todos. Uma vírgula colocada no lugar errado é uma pista para descobrir a verdade.

No momento em que o mundo vira contra Bee e faz com que ela pareça totalmente desequilibrada por não aceitar a verdade, tudo vai caminhando para a resolução de todo o mistério que foram os últimos minutos da vida de Tess. Bee nunca desistiu da irmã e talvez isso tenha sido necessário para que ela, Beatrice, enxergasse o mundo de forma diferente e como ele é de verdade, cruel e amedrontador. Acredito que a maior motivação de Bee foi o fato de saber que, apesar da ligação entre as duas, ela não participou da vida de Tess.

"...eu conhecia os mínimos detalhes de sua vida. Mas não conhecia o principal. Não conhecia você."
É de tirar o fôlego.


Comentários
10 Comentários

10 Comentários:

  1. NOssa, que intrigante. Já fiquei curiosa para saber o que aconteceu com ela. Imagino que a Bee vai encontrando suspeitos em cada pessoa (como você falou) mas o verdadeiro culpado ela jamais imagina quem seja, isso são meus devaneios kkkk fiquei curiosa com a leitura e adorei essa caoa. Bem simples mas bonita e passa um ar de mistério bem condizente com o livro (pelo que conheci dele através da sua resenhA)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tudo isso a´e mais um pouco hahaha

      Excluir
  2. Olá, adoro livros com esses densidade de ligações psicológicas e sentimentais, da para ver que vai além e tem muito mistério a história, gostei demais da premissa com certeza colocarei na minha lista.
    Muito boa resenha, parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado. Vale muito a pena ler =)

      Excluir
  3. Olá! A sua resenha me tirou o fôlego também! Fiquei super interessada em ler esse livro. Tem.mistério, investigação, drama..tudo que gosto. Tenho certeza que vou ficar presa nesse livro. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo e vamos conversar sobre hahah

      Excluir
  4. Finalmente uma resenha que despertou minha vontade de ler algo rsrsrs. Preciso dizer que eu fiquei um pouco desesperada para comprar o livro? rsrs, Gostei da capa, da sinopse,da resenha, da citação da Agatha Christie que eu amo rs. Vou adicionar o livro aos desejados e implorar para o namorado comprar rsrs. Obrigada pela dica. Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você conseguir ler no computador ou celular, tem para baixar. Vale muito a pena e você se apega, então termina logo sabe <3

      Excluir
  5. Hum, interessante. Não sei se será um livro que lerei em breve, mas a história parece ser um pouco daquelas suspense com uma pitada de terror psicológico. O que faz bem meu estilo, porém, o simples fato de uma irmã ir atrás da outra não me cativou taaaaanto. Mas a resenha está boa haha Parabéns, Vanessa. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É justamente essa a graça do livro. Não é aquele clichê sabe? Dá uma chance pra ele, você vai gostar sim <3

      Excluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Arquivo do Blog

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas