Resenha: Flowers for Algernon - Daniel Keyes



 

Título: Flowers for Algernon
Autor: Daniel Keyes
Formato: E-book
Idioma: Inglês

Resumo: "Charlie Gordon, QI 68, é um varredor de chão e o motivo de risada de todos que o conhecem - até que um experimento no aprimoramento da inteligência humana o transforma em um gênio. No entanto, Algernon, o rato cuja tranformação experimental precedeu a de Charlie, acaba morrendo, e Charlie tem de enfrentar a possibilidade de sua salvação ter sido apenas temporária." (Fonte: Livraria Cultura)




Charlie trabalha em uma padaria, limpando o chão e fazendo entregas de vez em quando. Há dezessete anos ele está nesse emprego e não pensa em mudar. Ele aprendeu há pouco tempo a ler e vai toda noite a uma escola especial, pois seu maior sonho é ler e escrever bem. Charlie tem dificuldades para aprender, pois tem um certo retardo mental, porém tem muita vontade e determinação. Por causa disso ele é escolhido para participar de um experimento inovador, o qual permitirá que Charlie se torne mais inteligente.

Esse experimento já tinha dado certo com Algernon, um rato de laboratório que virou um rato gênio. Por isso, Dr. Nemur e sua equipe acreditam que nada de errado acontecerá com Charlie, apesar de não ser isso uma certeza. De fato, após a operação, Charlie passa a aprender muito rápido e, em pouco tempo, se torna um gênio, assim como ocorreu com o ratinho branco. Tudo parece correr muito bem, mas a saúde mental de Algernon de repente começa a deteriorar, e Charlie se dá conta de que seu destino será o mesmo.

Essa brilhante história foi publicado na década de 1960 e ganhou o prêmio Nebula, o Hugo Awards e foi transformado em filme. Nela, vemos vários temas muito interessantes serem abordados de maneira tocante. Através da experiência de Charlie Gordon, Keyes aborda a questão da posição de doentes mentais na sociedade, a tensão entre razão e emoção e a influência do passado das pessoas em seu presente. Essas temáticas aparecem em um texto repleto de simbolismos, os quais fazem o leitor adentrar o mundo interior do protagonista e se questionar sobre vários aspectos da condição humana.

Achei a forma em que o livro foi escrito bastante interessante: todo o enredo é narrando por meio dos relatórios de progresso redigidos pelo prórpio Charlie, os quais começam sendo extremamente mau escritos, mas melhoram gradativamente para, depois, voltarem a decair. Isso permite que acompanhemos a jornada do intelecto do personagem não só através dos acontecimentos em si, mas também por meio da maneira como o personagem se expressa. Esse artifício também promove grande tristeza, pois anuncia o declínio de Charlie.

Chorei muito nessa obra e me senti tocada e envolvida pela experiência única de Charlie Gordon, a qual me fez refletir sobre vários aspectos da vida. Achei Flowers to Algernon uma obra poderosa e dizer que a recomendo seria muito pouco; acho que esse livro é um daqueles que toda a gente deveria ler.  Infelizmente, não encontrei nenhuma tradução para o português; mas a Livraria Cultura vende o livro digital em inglês, por meros 31 reais. Quem conseguir ler bem nesse idioma não deve perder a chance de se deliciar com esse clássico da ficção científica.

1 Comentários:

  1. Olá!
    Nossa, como fiquei interessada pela história e triste por não ter em Português. Gostaria mesmo de ler. É a primeira vez que ouço falar sobre esse livro.
    Parabéns pela resenha e pela dica.
    Beijo!

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas