Resenha: A Música do Silêncio - Patrick Rothfuss

Título: A Música do Silêncio
Autor: Patrick Rothfuss
Tradução: Vera Ribeiro
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 144
Resumo: "Debaixo da Universidade, bem lá no fundo, há um lugar escuro. Poucas pessoas sabem de sua existência, uma rede descontínua de antigas passagens e cômodos abandonados. Ali, bem no meio desse local esquecido, situado no coração dos Subterrâneos, vive uma jovem. Seu nome é Auri, e ela é cheia de mistérios. A música do silêncio é um recorte breve e agridoce de sua vida, uma pequena aventura só dela. Ao mesmo tempo alegre e inquietante, esta história nos oferece a oportunidade de enxergar o mundo pelos olhos de Auri. E nos dá a chance de conhecer algumas coisas que só ela sabe..." (Fonte: Editora Arqueiro).





Nesse livro, Rothfuss, autor de The KingKiller Chronicles, volta-se inteiramente para uma personagem que, em suas obras anteriores, era apenas uma coadjuvante. Auri, ex-aluna da universidade que Kvote frequentava, é a protagonista dessa história e mostra-nos sua vida no labiríntico subsolo da renomada instituição de ensino, ou, como ela chama o lugar, The Underthing. 

A garota abandonou os estudos acadêmicos por motivos que desconhecemos, todavia, aparenta ser muito talentosa na arte da Nomeação (ramo do conhecimento no qual o Nomeador sabe o nome secreto das coisas e pessoas podendo, assim, controlá-las). Esse tipo de magia poderosa pode levar ao desequilíbrio mental e, possivelmente, foi isso que aconteceu com nossa protagonista.  Esta, de acordo com as palavras do próprio autor, é uma pessoa danificada ("broken") que refugiou-se do mundo exterior.

Nesse refúgio, vemos essa moça peculiar e interessante viver em harmonia com as coisas e os ambientes, tentando compreender a essência de tudo e respeitando o equilíbrio do mundo que a cerca. Os objetos e os aposentos, embora a princípio inanimados, surgem como coadjuvantes dessa novela, uma vez que Auri lhes confere sentimentos e personalidade, numa interação semelhante à loucura, mas que na verdade vai além desta.

Para quem não leu os outros livros da série, essa história vai parece tratar-se, simplesmente, dos deliríos de uma garota insana. Aqueles que acompanham as aventuras de Kvote, todavia, verão além. Auri pode, sim, ser descrita como mentalmente abalada, mas ela não é só isso: ela aparenta carregar em si grande conhecimento e poder, a despeito de suas fraquezas. E essa, para mim, é a melhor parte do livro. 

Nele, somos brindados com uma delicada narrativa acerca de uma personagem feminina que sofreu no passado e que tem marcas profundas de tal sofrimento. Ela, no entanto, é mais do que suas limitações. Sim, precisamos de histórias de mulheres fortes, nesse mundo ainda submetido ao patriarcado. Mas também é importante a existência de historias sobre meninas danificadas pela vida, que, a despeito de suas dores, deram um jeito (até torto, mas ainda assim, um jeito) de seguir em frente. Há heroísmo nas cicatrizes mais profundas, assim como há mais do que simples fantasia nesse linda novela sobre a misteriosa Auri. 


7 Comentários:

  1. Eu ainda não conhecia o livro e até que gostei da trama mas não me senti atraída para realizar a leitura. Parece sim ser uma boa leitura mas não estou procurando algo assim no momento.

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    A crônica do matador de rei está ente os melhores livros que já li. Atualmente espero mais pelo Terceiro dia do que pelo Ventos do Inverno no Martin. Essa obra sobre Auri é diferente de tudo que li, eu gostei muito pq descobri como funciona a cabeça da Auri. Eu esperava alguma revelação sobre a Trama do Kvothe,pena que não teve

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu tenho muita curiosidade mesmo de ler os livros desse autor, adorei a sua resenha e a achei muito bem desenvolvida. A história me chamou a atenção, mas acredito que preciso muito ler os anteriores antes né?

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Nunca li nada do autor, mas tenho muuita vontade, o problema é que sempre que vou comprar os livros estão meio caros e eu sempre acabo enrolando, mas espero poder l~e-los muito em breve. Adorei a sua resenha =)

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!!!
    Admito que não conhecia a série e nem o autor. A capa do livro está linda e a premissa é muito interessante, sua resenha complementa tudo isso com toda certeza.
    Adorei o que você disse sobre temos que ter mais livros sobre mulheres fortes e meninas que mesmo danificada por algo ainda conseguem superar o que passam, concordo plenamente com isso pois precisamos mais disso em nossos dias :3
    Parabéns pela belíssima resenha.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi,

    Realmente, uma história de superação dessa mulher, que isso todas nós mulheres, enfrentamos os dilemas, mas a nossa capacidade de dar à volta pro cima. Adorei a sua resenha, e está selecionando para minha lista de desejados!


    Muitos Livros e Sucesso!
    Bjs!

    booksmagiclove.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Já tinha visto esse livro, mas não sabia do que se tratava a história. Sua resenha me mostrou quanto é boa essa história a trás uma analogia a fatos que a acontece na vida das pessoas. Apesar de ser um livro sobrenatural fala sobre coisas importantes.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas