Resenha: Por que fazemos o que fazemos? - Mario Sergio Cortella

Olá gente linda! Vamos de resenha!? A dica de hoje é de um livro muito especial, tenho dito nos últimos dias que não fui eu quem o escolhi, mas sim ele que me escolheu. Quer saber mais? Vem!

Resenha, leituras, livros, Mario Sergio Cortella, Blog pensamentos Valem Ouro, Vanessa Vieira, Editora Planeta de livros,
Título: Porque Fazemos o que fazemos: aflições vitais sobre trabalho carreira e realização
Autor: Mário Sergio Cortella
Editora:Planeta
Ano: 2016
Páginas: 176

ISBN: 9788542207415
Sinopse: Bateu aquela preguiça de ir para o escritório na segunda-feira? A falta de tempo virou uma constante? A rotina está tirando o prazer no dia a dia? Anda em dúvida sobre qual é o real objetivo de sua vida? O filósofo e escritor Mario Sergio Cortella desvenda em Por que fazemos o que fazemos? as principais preocupações com relação ao trabalho. Dividido em vinte capítulos, ele aborda questões como a importância de ter uma vida com propósito, a motivação em tempos difíceis, os valores e a lealdade – a si e ao seu emprego.
O livro é um verdadeiro manual para todo mundo que tem uma carreira mas vive se questionando sobre o presente e o futuro. Recheado de ensinamentos como “Paciência na turbulência, sabedoria na travessia”, é uma obra fundamental para quem sonha com realização profissional sem abrir mão da vida pessoal.

"Estresse você só consegue evitar 
se compreender o motivo para fazer  que está fazendo."
(p.8)

Pois é já comecei com citação. E explico o motivo. Neste livro Mario Cortella nos traz várias reflexões sobre os sentidos da vida. O foco está voltado para a questão do trabalho, quem sou, o que faço e por que faço dentro do meu local de trabalho. Porém todas as perguntas e questões tratadas pelo autor se estendem para a vida de uma forma geral. Porque no fundo fala de uma identidade que querendo ou não estamos sempre buscando. 

Ao longo dos capítulos são propostas questões sobre motivação e sua origem, valores, propósitos, ética, rotina, tempo e sobre o próprio trabalho. Cortella vai nos conduzindo de forma prática a pensar sobre questões que vivenciamos diariamente e que às vezes não nos damos conta e sobre este aspecto nos alerta. 

"Ou construímos o nosso mundo 
ou não há como existir" 

Somos alertados sobre o cuidado para não deixar que a vida se torne algo mecânico. O autor aborda sobre a importância da Rotina, mas desvincula completamente sua relação com a monotonia que por sua própria característica acaba gerando uma certa alienação. 

"A monotonia é a morte da motivação"

Outro ponto que o autor aborda e que considero muito importante é a necessidade que o ser humano possui do reconhecimento e do desafio. Quando nos propomos a realizar algo por mais que não esteja claro para nós há um desejo de ser notado. afinal ser só mais um no meio da multidão não é o ideal de ninguém. Há a necessidade de um retorno. Precisamos dar sentido ao que fazemos. 

Já o desfio por si mesmo se explica. Ele é  encanto que ressignifica os sentidos. A falta de propósito ou metas leva diretamente à desistência e à desmotivação. 

"Quando alguém perde o encanto, que não é o encanto da novidade, 
mas o da vitalidade, começa a desistir."

Há ainda vários pontos que eu destacaria aqui, mas acho que já deu pra ter uma ideia sobre a obra. Sou suspeita para falar do autor, pois gosto muito da forma como ele escreve e traz leveza há alguns temas por vezes tão maçantes. 

Gostei da organização da obra, as informações no texto vão somando e vamos construindo ideias e reflexões sobre o que é abordado. 

Resenha, leituras, livros, Mario Sergio Cortella, Blog pensamentos Valem Ouro, Vanessa Vieira, Editora Planeta de livros,

A capa foi uma incógnita pra mim no início, mas logo captei a mensagem e curti bastante diga-se por sinal. A leitura flui, não é algo que te prenda por muitos dias a menos que você queira levar para o lado do estudo e ler os capítulos de forma pausada. Não encontrei nenhum erro de revisão e gostei do papel e da fonte utilizada. Nota dez para a editora e para o autor. 

E já que iniciei falando sobre a importância do livro pra mim acho que posso terminar dizendo que realmente foi uma leitura produtiva, no meu caso um encanto pela novidade e pela vitalidade.Foi bacana pensar e refletir com o autor sobre os sentidos de existir. 

Favoritando aqui em baixo, porque este livro merece!

Mario Sergio Cortella
Sobre o autor 
Mario Sergio Cortella possui graduação em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira (1975), Mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1989), sob a orientação do Prof. Dr. Moacir Gadotti, e Doutorado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1997), sob a orientação do Prof. Dr. Paulo Freire. Atualmente é professor-titular do Departamento de Fundamentos da Educação e da Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, na qual está desde 1977, tendo nela atuado por 32 anos no Departamento de Teologia e Ciências da Religião; é membro-conselheiro do Conselho Técnico Científico Educação Básica da CAPES/MEC (2008/2010). Foi Secretário Municipal de Educação de São Paulo (1991/1992) e tem experiência na área de Educação, com ênfase em Currículos Específicos para Níveis e Tipos de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação libertadora, ética, multiculturalidade, antropologia filosófica, epistemologia e currículo.

Editoras parceiras, Blog Pensamentos Valem Ouro, blog literário

Comentários
8 Comentários

8 Comentários:

  1. Que bela resenha, Van! Parabéns! O Cortella me encanta! Já quero ler!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Adoro o Cortella, vivo vendo entrevistas dele na internet e na TV, mas não sabia que ele tinha um livro.Adorei a resenha e a premissa do livro. Parece um pouco com auto ajuda, o que não me agrada, mas com certeza eu daria um chance ao livro pois as reflexões dele parecem ser muito bacanas!
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  3. é, essa capa me deixou curiosa haahha
    ele é um dos grandes nomes de nossos intelectuais da atualidade... volta e meia acompanho seu trabalho nas redes sociais...
    anotei a dica pra futuramente comprar ^^
    bjs...

    ResponderExcluir
  4. adoro livros assim, que tiram a gente da rotina e fazem pensar sobre as coisas que realmente importam. gosto muito das suas resenhas porque acho que esse é bem seu gênero literário. Como não é o meu, sempre que desejo dar uma variada venho aqui olhar suas dicas. Nunca tinha lido nada do autor mas me interessei.

    Beijos. isa
    http://isaloucaporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu curti muito ler sua resenha, acho que o tema seria mais aproveitado por mim se fosse uma palestra. Não curto muito livro tipo auto ajuda. rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi, Vanessa. Tudo bem?
    Eu amoooo livros de autoajuda hahahhah Nunca vou entender porque tantas pessoas odeiam esses livros :3 Eu já li vários e estou sempre em busca de mais algum hahahahahha
    Esse eu ainda não conhecia, mas é um livro que vai para a lista sim. Gênero lindo e que nos ensina muito <3
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Vanessa =)
    Pelo jeito que escreveu a resenha deu para notar que gosta do autor. Que bom que curtiu o livro. A capa realmente é uma incógnita. Gosto desse gênero de leitura, apesar de ver que as pessoas tem muito preconceito com isso. Mas acredito que mensagem de motivação é sempre bem vinda. Beijos'

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Vou dizer que esse é o tipo de livro que eu nem olho duas vezes na livraria mas a sua resenha foi tão empolgante, tão instigante que conseguiu despertar o meu interesse na obra. Gosto muito de livros que nos fazem pensar e refletir e pelo visto esse era o objetivo do autor, que aparentemente foi muito bem sucedido. Já vi algumas entrevistas e palestras do autor e gosto muito da forma que ele conduz os assuntos e faz o ouvinte refletir e pelos seus comentários ele consegue o mesmo efeito com o livro. Fiquei realmente curiosa e já adicionei o título à minha lista de desejados.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas