Resenha: A felicidade é uma escolha - Ceiça Schettini

E aí pessoal estamos em clima de ano novo!? Já estou sabendo que a lista de metas já estão sendo preenchidas então decidi começar o ano com a resenha de um livro bem interessante. Vamos lá? 

Título: A felicidade é uma escolha
Autoria: Ceiça Schettini
Editora: Paulinas
Ano: 2016
Páginas: 176
Edição: 1
Idioma: Português
ISBN: 9788535640120
Formato: (16,0 x 16,0)
Skoob 
Sinopse: Seguindo a fórmula do seu primeiro livro, nesta obra a autora escreve crônicas sobre suas vivências, sobre as pessoas com as quais convive ou que encontra em diversas situações, sobre as emoções que experimenta em diferentes ocasiões, sobre as suas impressões do cotidiano.
Os textos expressam jovialidade e alto-astral, com a intenção de levar o leitor a repensar sua postura diante da vida, pois, segundo Ceiça Schettini, felicidade é uma decisão que se toma diariamente e que exige esforço para superar as adversidades e aproveitar as oportunidades.

Nesta obra quem nos fala é Ceiça Schettini autora nacional dona do blog Maria Elétrica. Ao longo das páginas Ceiça nos apresenta pequenas crônicas onde fala sobre a sua forma de enxergar e sentir o mundo. Assim, temas como gentileza, amor, amizade e família são alguns dos muitos que podemos encontrar entre uma folheada e outra.

As crônicas foram organizadas por temas afins e são intercaladas por frases, quotes, páginas com cores bem vivas e letras diversificadas, chamando a atenção do leitor para o tema das crônicas seguintes ou destacando algo do tema em questão, formando um bonito jogo de imagens com as próprias palavras. 




Como já dito anteriormente a autora nós traz reflexões sobre vários temas, porém mesmo abordando a diversidade quando se para pensar no conjunto da obra temos um apanhado de ideias e reflexões sobre a origem do título da obra e, de certa forma, se pode entender ou especular  por que a felicidade seria então uma escolha. como sugerido.

A autora tem uma escrita muito cativante e a gente logo se vê dentro das histórias. Foi mesmo uma leitura bem interessante pra mim.

Mas antes de falar mais um pouquinho vou responder a pergunta de deve estar circulando ai na cabeça de vocês.


"É um livro de Autoajuda?"

Na minha opinião não e na da autora também. Olhem só o que ela nos diz, no próprio livro a respeito. 

"Eu não escrevo autoajuda. O que eu escrevo é auto astral! (...) Não acredito em muletas que emocionais salvem pessoas. Acredito sim que o que faz a gente mudar a nossa postura diante da vida é a escolha diária de ser feliz..."

Diferente de um texto cheio de receitas, faça isso, faça aquilo, vá por aqui, você precisa ser assim ou assado, este é um texto que nos traz reflexões por isso, a autora segue nos convidando a, juntamente com ela e suas histórias, pensar sobre essas escolhas que diariamente vamos fazendo, algumas vezes até mesmo se perceber.

A sensação que tive ao longo da leitura é a mesma que sentimos quando estamos ao lado de um amigo querido contando histórias de nossa infância, de nossa rotina, relembrando juntos algumas situações de vergonha alheia. Muito interessante a experiência. 

Em alguns momentos tive que parar a leitura ir dar uma volta para  digerir as palavras da autora. Não por serem palavras duras ou sem sentido, pelo contrário, justamente por serem daquelas que passam direto para o coração e tocam nas feridas, nas preocupações que claro todos nós temos. 

"O mundo precisa urgentemente de pessoas mais felizes e esse tipo de gente aparece onde se cultiva o amor."

Não tem como não se apaixonar. Principalmente porque as discussões e reflexões apontadas pela autora são aquelas que estão direto na ponta da língua de nossa sociedade e sobre os quais nós devemos mesmo formar ideias, tomar decisões e ter atitudes, mas algo que me chamou a atenção foi o fato de, além de tratar do tema e a necessidade de falar sobre ele, ela ressaltar que não adianta sair por aí agredindo as pessoas só porque temos direito de expressar nossas opiniões e pior, porque queremos algumas curtidas a mais. Não faz sentido e ainda por cima traz para nosso lado apenas energias negativas. Será que vale a pena? 


Com certeza eu ficaria aqui falando do livro e de todas as coisas interessantes sobre as quais eu pude refletir, mas este post ficaria gigante então deixo a dica para vocês, uma leitura que não precisa ser feita de forma rápida, você pode intercalar as leituras. Já viou um livro de cabeceira aqui! =D

Parabéns à Editora Paulinas pela diagramação, fiquei encantada com a qualidade do material e o design interno do livro. A capa pra mim no início foi um mistério, mas já o desvendei. Encontrei alguns errinhos de revisão, mas nada que prejudique a leitura e o entendimento da obra.  

Super indico e depois venham me contar o que acharam por favor! *-* 

Alguns detalhes

KIT: ☝Livro a felicidade é uma escolha ☝Caderno: Terço da amizade ( Sugestão da editora de orações pelos amigos) ☝CD: Marquinho e Gilbert - Instrumental piano e sax 💖💖

O livro A felicidade é uma escolha foi cedido pela Editora Paulinas  e faz parte do Kit que a editora montou no final do ano para presentear os amigos. Logo a resenha deveria ter sido postada no final do ano, mais precisamente em novembro, mas depois fui vendo que seria mesmo uma boa deixar para começar 2017 com a resenha dele e assim desejar mesmo que todos nós tenhamos a escolha diária de ser feliz apesar de tudo. E mais ainda, desejando que 2017 seja bem melhor do que 2016. Que os ares mudem em nosso pais, e que essa mudança comece primeiramente em cada um de nós! 

É isso minha gente! Espero que tenham gostado. 
Muitas felicidades pra todos nós e que venham as leituras!

 Sobre a autora
 

Ceiça Schettini é baiana de Salvador, Administradora de Empresas por formação e escritora por vocação. Escreve desde os doze anos, incentivada por uma professora de Português, que gostava da sua criatividade ao escrever e nunca parou. Sempre muito falante e altamente conectada, foi descoberta, em meados de 2013, através dos seus textos postados no Facebook, por uma editora da Paulinas Editora, e convidada por ela para publicar um livro em 2014. Conhecida como uma baiana ligada em 330 volts, criou no final de 2013 o blog MARIA ELÉTRICA, atualmente seguido por mais de 2.700 pessoas do Brasil e de diversos outros países e o grupo fechado AMANTES DA VIDA E DA BOA LEITURA, com cerca de 1.000 seguidores, nos quais publica suas reflexões de rápida absorção e textos inéditos, respectivamente.

4 Comentários:

  1. Oi Van!
    Adorei a resenha, não tinha ouvido falar desse livro ainda, mas já me interessei, adoro livros de crônicas, e gosto muito de textos que fazem a gente refletir, sem ser uma formula pronta!! Acho que vou gostar da leitura tanto quanto você.
    Beijos
    http://www.pequenosvicios.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Eu não tinha ouvido falar sobre esse livro ainda, mas fiquei muito interessada, acho que pelo tema principal e a forma como é tratado no livro. Fiquei bem intrigada mesmo, haha.
    Adorei a resenha ^^
    Beijos
    http://www.blogmyuniverse.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que demais! Se bem me lembro não conhecia essa autora, quero muito ler esse livro deve ser muito legal ter ele em mãos... Parabéns.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  4. Poxa Van, q legal parece esse livro!!! Vou pesquisar mais sobre ele e a autora!!!

    ResponderExcluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas