Resenha: A estranha mente de Seth - Alana Gabriela

Título: A estranha mente de Seth
Autoria: Alana Gabriela
Editora: Autografia
Gênero: História Geral, Drama, Ficção, Crime, Young Adult
Ano: 2015
Páginas: 146
ISBN: 9788555263057
Skoob

Neste livro, Seth Richards, um jovem que em um universo fictício e em um tempo mais recente serve como um espelho do que imaginei como sendo a mente do algoz de Francisco Ferdinando. Dessa forma podemos viajar entre o brilhantismo e a psicopatia desse personagem enigmático e sombrio. Poderemos viver junto com Seth Richards suas dúvidas entre as alucinações e a realidade, entre o conformismo e a revolução, entre o amor platônico e a violência da paixão. Seth R. é um jovem extremista, um pensador que vive entre aulas matinais na faculdade e noites de treino numa sociedade clandestina e assassina em Vojerasa. Seth tem duas obsessões que controla com frieza e paciência: manter Lauren, seu amor platônico e sôfrego, pura para sempre e matar o conde Luendres Marquez. Tudo foi planejado. Ele tem um plano perfeito. O mártir perfeito em quem se apoiar. Seth fará o impensado e causará a Primeira Grande Guerra.

Estou extremamente encantada com a escrita da Alana. Ela conseguiu me conquistar em diversos pontos do livros e, principalmente, pelo contexto em que ela estava quando começou a escrever A Estranha Mente de Seth.  Ela estava estudando para o ENEM. Pois é, em meio tanta loucura que é esse período ela nos deu um presentão que é esse livro. Apaixonada como sou por história, logo que li a sinopse fiquei interessada. Claro que várias coisas foram modificadas para criar um mundo fictício, mas quando você compara a várias reportagens e histórias da época em que tudo se passa, fica tudo muito evidente.

"Ele ergueu a mão que empunhava a pistola e apontou, cinco tiros e… bang! Isso é história... Ele faz parte dos primeiros terroristas do século XX."
Sempre me impressionou o quanto os terroristas são determinados. Eles acreditam em uma causa e morrem por ela sem pensar duas vezes antes. Missão dada é missão cumprida, já dizia o ditado. Seth é um extremista, assim como vários que ainda existem hoje e pensar no que passa dentro da cabeça dessas pessoas sem dúvida é perturbador. 

A escritora, de uma forma clara e objetiva, mostra como é a personalidade de Seth e como era seu dia-a-dia, seu relacionamento com os colegas da faculdade e forma como pensa a respeito de Lauren, seu amor platônico. Ele é um cara aparentemente normal, mas que se mostra violento e indiferente. Estudante universitário, ele faz parte da Face Negra, uma organização que tem por objetivo derrubar o Império, não importa como.
"Meu corpo poderia estar presente, mas meu cérebro estava bem longe. Eu não ouvia realmente. Eu também não queria me lembrar dos pensamentos altos de outras pessoas, pois não queria que enchessem o depósito que é a minha mente, porque assim não teria espaço para outras coisas. As importantes."
Como é baseada em uma história real, sugiro que você dê uma lida - antes ou depois - na história de Gavrilo Princip. Você vai entender perfeitamente sem saber quem foi essa pessoa na vida real, mas se você também gosta de ir além do livro, fica ai a dica. Para resumir, Princip foi quem assassinou o arquiduque Fracisco Ferdinando em 1914 e logo em seguida começou a primeira Guerra Mundial. 
"A raiva é um sentimento leviano, implacável, cego, rápido e estúpido que só pode ser controlado quando escoa pelos poros da pele."
O livro é todo narrado em primeira pessoa, do ponto de vista do próprio Seth, assim temos uma visão maior de como ele via o mundo ao seu redor. É uma leitura bastante tranquila e, como citado antes, clara e objetiva, tenho certeza de que vocês irão gostar. Além disso, já estou procurando outros livros da Alana Gabriela para ler, pois realmente gostei demais da forma como ela escreve.


Alana Gabriela, 20 anos, tem o maior sorriso já visto ever. Sergipana, estudante de Letras Português-Inglês na UFS, escreve, compõe, assiste muitas séries, tipo: The Blacklist, The Walking Dead e Grimm. Escuta muita música, mas tenho preferência por Hard Rock, R&B, Jazz, Indie e Soul. E ama olhar para o céu em dias de chuva.

0 Comentários:

Postar um comentário

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas