Café Poético - Claudinea Souza

Adicionar legenda
Vai um cafezinho aí!?

Gente trabalhar na Sala de Leitura/ biblioteca de uma escola nos traz muitas coisas boas! Uma delas é o encontro com alunos e professores leitores e também escritores. E foi assim que conheci a poetisa  Claudinea. 

Ela estava visitando com seus alunos a sala de leitura e, depois de falar sobre a importância da leitura e dos cuidados com os livros falou aos alunos do escritor que poderia haver dentro de cada um deles. E entre uma orientação e outra deixou escapar que ela também escrevia poesias...

Minhas anteninhas ligaram e depois fui conversar com ela sobre esse talento escondido e ora vejam! Descobrir uma linda pérola. Cheia de sensibilidade e intimidade com as palavras! Claudinea nos traz poesias de vida, de fé e por isso trouxe-a aqui hoje, para compartilhar com vocês o seu lindo trabalho poético! 


Infância
(Claudinea Souza)

Arquivo Pessoal da Autora


Na inocência, da infância 
Tudo parece mágico 
Alegria e brincadeiras 
Sem nenhuma barreira.

Corre  pula canta e
 planta até bananeiras
Vida essa que me lembro das travessuras 
Sem fronteiras 

Papai e mamãe, chamando atenção 
Porque posso levar  
Um escorregão 

Quantas coisas vividas 
Que hoje não vejo 
Nem parecida 

Vejo a infância, de hoje 
Desaparecida 
Com tanta ilusão 
Porque só querem
Saber de computação 

O minha infância querida,
  que saudade 
Tudo me traz
Lembrando e recordando 
o tempo que não  volta mais. 



Sobre a autora:




Claudinea da Silva Souza Casada 56 anos mãe, de três  filhos, cinco netos, nascida em 4 de outubro de 1962 em Laje de Muriaé, É Professora, graduada  em Pedagogia, Pós graduada em Gestão Supervisão Orientação e Inspeção. Escreve poesias nas horas vagas e é membro do grupo Retrato in verso, grupo de poeta que unem poesia, fotografia e emoção, no facebook e n o instagram.

     

Postar um comentário

1 Comentários

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br