Minha Casa Poema II

- Episódio 2 -


Casa poema, casa poética, poesias, autores nacionais, autores brasileiros, poetas contemporâneos, Pensamentos Valem Ouro, Versos, Vanessa Viera, desafios poéticos,

Oi gente! Seguimos para o segundo poema do meu desafio de escrita. O Minha Casa Poema. Amei o retorno de vocês sobre o projeto e se eu estava feliz pela proposta, agora estou mais animada ainda. Então continuem juntinho comigo para acompanhar as minhas loucuras poéticas! ok? (srsr)

A imagem de hoje:



A casa e o jardim

O dia lá fora se apresenta tímido
Abro a porta, as janelas...
O sol se apresenta aos poucos,
Respiro a brisa da manhã...
Contemplo meu pequeno jardim.

Me pego pensando no tempo
Esqueço um pouco da loucura do mundo.
Ergo os olhos aos céus,
Agradeço pelo meu pequeno
Pedaço de liberdade!

Meu coração se renova
Correm-me nas veias boas energias.
Minha casa se expande, abraça a natureza
que grata, lhe traz às portas o brilho da existência.

E eu, aqui desta porta desejo que outros
também desfrutem deste tão belo e poético presente!
Sigo a contemplar a silenciosa poesia da vida,
que me estardalhaça os sentidos
mesmo em tempos sombrios!

Vanessa Vieira
10 de maio de 2020


Feliz em compartilhar com vocês mais estes versos! Sintam-se bem vindos em minha Casa Poema queridos. Na próxima quarta te aguardo aqui para mais uma exercício de poemar!

Minha casa Poema

Abraço poético!


Postar um comentário

9 Comentários

  1. pois hoje aqui esta tempo de chuva adoreiii bjs saude

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A natureza e suas belezas não é!?;
      Beijos pra ti!!! 🤗

      Excluir
  2. Lindo esse cantinho e a poesia bem inspirada! Valeu! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ❤️ Obrigaa minha amiga! Sempre bom te ter por! aqui!

      Excluir
  3. Bom dia de muita paz no lar, querida amiga Vanessa!
    Ah! Que bonito um jardim na casa. Já o tive, agira não mais.
    De fato, o 💙 se renova cada vez que tiramos as filhinhas velhas, podamos os galhos....esperançamos com o verde que temos perto do lar.
    Tenha um dia florido!
    Bjm carinhoso e fraterno

    ResponderExcluir
  4. *perdoe-me erros de digitação... Celular é apressadinho.
    Agora e folhinhas... Mas sei que entendeu, amiga.🥰💐🕊️😘🍀

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roselia! Verdade querida! Acho lindo esse cuidar e esperar no cultivo das plantas. Aos pouquinhos venho aprendendo como se faz!

      Sei bem como é a coisa com os celulares! O importante é que estás aqui!

      Beijos mil!

      Excluir
  5. Bom dia, Vanessa
    Lindo poema, as plantas alegram nossa vida. Bjs querida.

    ResponderExcluir
  6. Olá Vanessa,
    Antes de mais quero agradecer a sua visita e a suas atenciosas palavras.
    Gostei muito deste seu poema, elegantemente bem escrito e delicado.
    Amei esta passagem:
    "Minha casa se expande, abraça a natureza
    que grata, lhe traz às portas o brilho da existência."
    Fique em segurança.
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br