Resenha: A Sereia - Kiera Cass

Primeiro livro escrito por Kiera Cass e lançado de forma independente nos Estados Unidos em 2009. Depois do sucesso com A Seleção, agora ela relança sua história.

Título: A Sereia
Autor (a): Kiera Cass
Editora: Seguinte
Ano: 2016
ISBN: 9788565765930
Páginas: 328


Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar — pois a voz da sereia é fatal —, logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.

A Sereia trás uma história bem diferente das lendas a que estamos acostumados sobre as sereias. Apesar de conhecer o básico das histórias e a forma como elas atraem os homens para a água, posso dizer que nunca havia lido algo parecido a respeito.

Ainda assim, achei a história interessante. A Água precisa se alimentar de tempos em tempos e para isso transforma meninas normais em sereias, mas não é algo tão simples. Não existe um método e a escolha é bem aleatória, mas a menina precisa querer viver e pedir isso da forma mais sincera. A Água tem o poder de fazê-la viver, mas em troca, pede que A sirvam por 100 anos, sem envelhecer, ficar doente ou mesmo se machucar. Entretanto, durante esses anos, elas precisam cantar para alimentar a Água com as vidas das pessoas que naufragam enquanto ouvem suas vozes.

Sem dúvida, quem leu a série A Seleção, vai encontrar aqui algo bem menos emocionante, mas que mostra o amor de várias formas diferentes. Foi exatamente isso que me fez gostar muito de A Sereia. Não sei explicar bem, mas a sensação de paz que o livro me trouxe foi estranho e engraçado.

Kahlen, Miaka, Elizabeth e Aisling são irmãs e a Água é a mãe delas. Kahlen foi a única sobrevivente de um naufrágio que ocorreu nos anos 30, mas apesar de poder continuar vivendo, não se sente feliz sabendo que é uma assassina. Seu maior passatempo é recolher informações sobre as vidas que tirou. A história se passa oitenta anos depois de ela ter sido acolhida.

Kahlen passa a maior parte do tempo na biblioteca de uma universidade na Flórida, onde é a atual residência dela e de suas irmãs. Na biblioteca acaba conhecendo o garoto perfeito para ela que se chama Akinlin, mas como sua voz é mortal, ela precisa se passar por muda e se comunica apenas por sinais e/ou escrita. Akinlin consegue enxergar além de sua beleza física e os dois se comunicam perfeitamente. É como se estivessem destinados um para o outro. Apesar de o romance entre Kahlen e Akinlin ser o foco do livro, a história não fica só aí. Eles se encontram poucas vezes na verdade.

Em poucas palavras, Kahlen e Akinlin não vão sobreviver longe um do outro, mas a Água não permite essa relação e os motivos ficam muito bem explicados. Miaka, Kahlen, Elizabeth, Aisling e mais tarde, Padma são muito apegadas e se amam muito. Protegem umas às outras e você consegue sentir isso na leitura. O amor da Mãe pelas filhas também é inegável, apesar do medo das filhas pela mãe. Não se resume ao romance entre dois jovens.

Vi muitas críticas à história e sobre o quanto ela é ruim comparada à A Seleção, mas se você olhar como o primeiro livro escrito por Kiera verá que é uma história bastante original. Sereias se relacionarem com seres humanos, apenas com a proibição de falarem perto deles, e levarem uma vida quase normal para mim é inovador. Elas cantam para atrair vidas; não só homens. A ideia de que a Água precisa se alimentar e por isso ocorrem acidentes com navios? Achei interessantíssima. A própria Água tem vida e fala. Além, claro, de todas as reviravoltas que acontecem não só com Kahlen. Enfim, certamente se você abrir sua mente e der uma chance, vai adorar a história de A Sereia. Aliás, é o primeiro de uma série, então vamos torcer para que a escritora capriche nos próximos, certo?



Comentários
14 Comentários

14 Comentários:

  1. Olá, tudo bem?

    Eu ainda não li nenhum livro da Kiera, confesso que a Série " A Seleção" não me chamou muita a atenção. Mas este em questão sim, ele já está na minha lista de desejados.

    Beijos!
    Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O legal é conhecer o primeiro livro escrito por ela. E de verdade, A Seleção é uma ótima série, vale a pena <3

      Excluir
  2. Oi Milca tudo bom?
    Eu li A Sereia e me apaixonei pela escrita da autora (eu tenho a série A Seleção completa, mas não li ainda), mas confesso que esse livro não me atraiu. Não consegui me ver nesse cenário proposto pela autora e até entendo q foi o primeiro livro, mas em matéria de enredo achei bem raso.

    Se quiser conferir mais minhas opiniões eu fiz uma resenha do livro lá no Blog também.

    Bjão!
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vou ver sim, com certeza!
      Então, é bem raso mesmo, mas no final das contas acabei gostando =)

      Excluir
  3. Acho que o problema de muita pessoa que vai ler esse livro, é pensando que vai ser A Seleção ou então vai cheio de expectativa. Mas enfim, foi o primeiro livro dela, e acho que a história deve ser boa, desde que a gente não fique fazendo a comparação. E eu gostei da história, e fiquei super afim de ler
    https://nerdbookblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Justamente. Você acha que é alguma coisa relacionada à Seleção. Mas se for com calma, certeza de gostar haha

      Excluir
  4. Olá,

    Preciso admitir, essa é a segunda resenha que leio sobre a Sereia e cada vez de um ponto de vista diferente, de primeira impressão detestei, mas agora você me deu uma ideia diferente, melhor, apesar de não ser uma leitura que me agrade, vou acrescenta-la dessa vez.
    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi várias opiniões diferentes sobre esse livro hahaha
      É aquele que você ama ou odeia, mas leia e veja que vale a pena <3

      Excluir
  5. Olá,

    Confesso que mesmo em torno do burburinho que se formou no lançamento da Seleção, a narrativa da autora nunca me chamou a atenção. Quem sabe no futuro?
    Beijos
    Jana

    ResponderExcluir
  6. Oi, Milca
    Também achei que a autora inovou trazendo essa história diferente sobre as sereias. Acho que isso já deve ter dado qualidade para a obra, mesmo sendo o primeiro livro da Kiera. Infelizmente não posso comparar, pois nunca li nenhum livro da autora, mas ainda pretendo ler este.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas não tem problema, é uma história diferente das outras, então você entenderá tudinho. Não tem nada a ver com as outras obras dela =)

      Excluir
  7. Olá Vanessa, bem quando li as resenhas desse livro, fiquei com a impressão de quem leu estava apegado a série A seleção, e isso prejudica e influencia em muito quando a autora muda sua linha de narrativa, mas vc foi a pessoa que soube separar isso e fez lindamente essa resenha. Quero muito ler esse livro. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário veio incompleto rsrs
      Mas olha, eu vi muito disso também, por esse motivo tentei deixar A Seleção bem longe daqui hahaha
      <3

      Excluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Arquivo do Blog

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas