Resenha: O Velho Mundo - Kátia Regina Souza




Ficha Técnica
Título: O velho mundo – abrem-se os portões de Erebo.
Autora: Kátia Regina Souza
Editora: Giostri
Páginas: 251
Ano: 

Sinopse:
A obra narra a trajetória dos primos Cantrell, nove crianças que se veem perdidas quando, por meio de um sonho, são convocadas a salvarem as treze terras de uma ameaça iminente: Cruciare, o Senhor do Escuro. A aventura debate a linha tênue existente entre nossos piores pesadelos e a realidade em si. Junte-se aos protagonistas nesta viagem através do Velho Mundo e divirta-se, chore e ame com eles!



E eis que um lindo dia o carteiro surge à minha porta, trazendo o que? Um livro. Diria eu, após a leitura, que me trouxe "O livro"!

Fazia um bom tempo que eu não lia o gênero infanto-juvenil e a retomada foi com grande estilo. Estou falando daquele tipo de livro que você termina e fica desacreditada com o como tudo se desenvolveu e com uma única dúvida: Como é que pôde terminar assim?!

Fui imersa na vida da família Cantrell,  mais especificamente a vida das nove (9) crianças da família - Ágata, Eduardo, Gabriela, Débora, Clara, Olívio, Daniel, André e Tiago - que são unidos e levam como lema nosso típico “um por todos, e todos por um”.

Através de assustadores sonhos, as crianças recebem uma convocação para serem heróis e salvarem os treze mundos da grande ameaça do fim: Cruciare, um tenebroso vilão e uma profecia que os assombra.  A aventura é garantida e o fim disso tudo, te garanto, é de uma forma que jamais se poderia esperar.

Ah! Primeiramente, como não se encantar pela escrita? Tenho que ser redundante em enfatizar que uma das coisas que eu mais aprecio e observo em um livro é a forma com que se é transpassado cada mínima informação e a forma com que se é escrito tudo isso.


 E eu identifiquei no decorrer do livro a delícia que é quando se pode ler uma obra onde tudo é tão bem colocado ao leitor que torna a imaginação da história ainda mais fácil e natural. É possível sentir os personagens, imaginá-los e se apegar demais!

Como mencionado no último parágrafo, os personagens são muito bem construídos! A autora tem o cuidado de relatar os fatos, com um narrador que explora as características do local, que o metaforiza e, ao mesmo tempo, consegue passar características físicas e emocionais dos personagens... Seus jeitos, manias, pensamentos e, acima de tudo, mostra todos os medos e problemas por trás de cada um, inclusive dos vilões. Não há como não se apegar  não ficar torcendo e vibrando com os nossos nove protagonistas.

A coerência dos fatos e a sequência lógica no desenvolvimento nos deixa claro o talento da autora e  ainda, que tinha ciência da história que fazia. De todos os livros que já li, tive muitos que vez ou outra o autor se perdia em informações ou deslizava em algum ponto. Não senti isso na obra. consegui embarcar no enredo sem medo de não entender alguma coisa ou ter contradições entre as informações. Tudo se encaixa de uma forma que ficamos cada vez mais envolvidos.


Concluo esse último parágrafo dizendo que vale muito a pena embarcar nessa aventura apaixonante. O leitor viaja com a história, vibrando, sorrindo e chorando com os personagens. Não há como não se divertir com algumas partes, deslumbrar-se com a magia envolta e principalmente, não se comover com os problemas e desafios que nos são apresentados. E o fim, meus caros, é de tirar o fôlego!





Beijos, Vanessa.

16 Comentários:

  1. Oi, como vai?
    Adorei sua resenha e a premissa do livro, que ainda não conhecia. Fico feliz que tenha tido uma ótima leitura. Acrescentado a minha lista de leitura. Obrigada pela dica!
    http://www.cristinadeutsch.org/
    Saudações literárias.
    Beijos no ♥

    ResponderExcluir
  2. Olá, ainda não conhecia o livro mas pela sua resenha me parece ser uma leitura que eu gostaria de fazer, uma história bem contada e bem escrita, com uma trama cativante.

    ResponderExcluir
  3. Oi Vanessa, tudo bem? Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas essa é a primeira resenha que leio sobre ele. Fiquei intrigada sobre o desenvolvimento, especialmente depois de saber que é uma leitura tão positiva. Vou procurar mais informações a respeito
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  4. Oi Vanessa, eu não conhecia o livro e achei uma ótima dica. Gostei de ver um pouco sobre ele aqui no teu blog e saber que a obra te agradou tanto, me deixou curiosa para ler também.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Vanessa
    Muito bom mesmo quando conseguimos ler um livro onde conseguimos nos apegar aos personagens e suas emoções. Me parece que esse livro de fato vale a pena.
    Eu ainda não conhecia a obra, mas adorei conhecer.

    ResponderExcluir
  6. OIe Vanessa, tudo bom??

    Olha, pela capa não entraria na minha lista de leitura, mas pela sua resenha sim.
    Acho que você me convenceu a ler o livro apontando os pontos positivos do livro.
    Adoro autores que sabem trabalhar o enredo, e desenvolver uma historia onde o leitor se sente preso, e ainda sentir várias emoções ao decorrer do livro.

    =)

    ResponderExcluir
  7. Oi,tudo bem?
    Primeira vez em que ouço falar desse livro e confesso que não gostei da capa mas a sua resenha inverte todo esse antagonismo provocado por ela. Há muito tempo não leio nada do gênero mas esse me parece uma ótima opção com todos esses pontos positivos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, oi!
    O fato deles poderem se tornar heróis é muito bacana, deve ser um livro divertidíssimo para os mais jovens. :)
    Bjks
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  9. OI!!


    Fiquei bem intrigada sobre como se da o relacionamento de nove protagonistas, a narrativa deve ser única e a magia contida na estória é bem diferente. Não curto muito literatura infanto juvenil pela linguagem, entretanto você disse que a autora soube construir cada pedaço com esmero então daria uma chance a essa obra. Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Sempre curto conhecer autores nacionais e confesso que curti demais o livro e autora, premissa fantástica e

    ResponderExcluir
  11. Oie

    Eu não conhecia o livro e se não fosse por sua resenha, acho que não interessaria logo de cara.
    Mas gostei do que você falou, fiquei curiosa com os nove filhos e acho tão bom quando a história nos envolve e esse parece ser assim.
    Vou anotar essa dica!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi..
    que resenha mais linda..
    tão bom quando lemos algo assim ne?
    bjs

    ResponderExcluir
  13. Eu fiquei curiosa só pelo plot, mas suas colocações me deixaram extremamente interessada e curiosa. Quando você diz que o livro é coerente e o final surpreendente, aí você me fisgou de vez. Amei a dica.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  14. Eu achei a sua resenha muit boa. Eu não conhecia esse livro até então, e mesmo não sendo uma leitura que eu apostaria no momento. com certeza farei a leitura.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Que capa mais linda!!!!
    Não conhecia o livro mas já me apaixonei de cara por causa da capa e fiquei ainda mais ao ler sua resenha. Me pareceu que não tem como o livro não agradar - e é tão bom quando conseguimos sentir e viver um pouquinho com os personagens, né?
    Dica anotada!!!
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  16. Olá Vanessa!!
    São muitos poucos livros infanto-juvenil que eu leio, pois são poucos que me atraem.
    Esse livro tem um enredo interessante, mas não seria o tipo de livro que leria.
    É um livro bom para as pessoas mais jovens e claro que sei que pode ser um sucesso entre o público, nove crianças sendo heróis é incrível para se ler :3

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Trate as pessoas da forma como devem ser. E você as ajudará a se tornarem aquilo que elas são capazes de ser (Goethe)

Obrigada pela visita!
www.pensamentosvalemouro.com.br

 

Curta também

Blogs parceiros


Instagram @pensamentosvalemouro

Pensamentos Valem Ouro- Todos os Direitos Reservados | Layout por Qeen Design | Programação por Heart Ideas